Não há nada melhor do que começar o ano a viajar. Quem me conhece sabe que se há coisa que mais gosto é de viajar e de aproveitar o tempo da melhor maneira. Este fim-de-semana que passou, a primeira aventura foi pelo Porto, uma cidade da qual gosto bastante e que a cada dia que passa está melhor ainda - com conceitos muito giros, brunch spots incriveis, restaurantes muito bons, espaços ao ar livre e lojas diferentes para conhecer. 



Melhor ainda se tudo isto puder ser feito a pé, tudo depende do local que escolhemos para ficar. No nosso caso, ficámos no The A5 Small Luxury Apartments. Ficam mesmo na baixa do Porto, aliás, mais central não era possivel, o que facilita com que possamos conhecer a cidade da melhor maneira e sem termos de estar preocupados com o carro. Os apartamentos ficam num edificio do final do século XIX que foi todo recuperado, mantendo a traça original e conjungando uma decoração contemporânea, resultando num espaço único e muito especial. Super acolhedor, confortável e que vale mesmo a pena visitar. Se procuram um lugar onde se sintam verdadeiramente em casa, com um luxury twist e muito bom gosto, é aqui




Os apartamentos sao todos diferentes uns dos outros e sao o lugar perfeito para um fim de semana a dois.

SOBRE O A5 SMALL LUXURY APARTMENTS
Quem me conhece sabe que sempre adorei arquitectura, historia e arte. Quando tudo isso se junta a uma viagem, melhor ainda. O The A5 trata-se de um edifício do fim do século XIX, que já foi sucessiva e simultânesmente, habitação, comércio, armazém de ferro e oficina de instrumentos musicais. Quando foi adquirido em 2005, ninguém queria saber da Baixa do Porto e pass(e)ar por aquelas ruas era uma desolação. O prédio estava devoluto e completamente degradado, e a dita oficina que ocupava todo o logradouro estava em ruína. Hoje em dia é provavelmente o melhor lugar para se ficar no Porto, nao so pela sua localizacao mas por toda a historia destes apartamentos absolutamente maravilhosos. 




DETALHES QUE MARCAM PELA DIFERENCA
Ao contrário de que infelizmente é comum, os responsaveis nao se quiseram limitar a preservar apenas as fachadas demolindo tudo o resto e construindo novo. Quiseram sim manter tudo o que foi possível, desde a estrutura às carpintarias, preservar a alma e o carácter do edifício, suavizando-lhe as rugas e adaptando-o às novas funções da forma menos intrusiva possível. Marcando contudo a contemporaneidade da intervenção mas sem beliscar a sua memória. Daí a criação do bloco/elemento preto  solto de tudo o resto que congrega a alcova, a casa de banho e a kitchenette. Para que ficasse bem marcado o que é novo e o que é pré-existente.

Para se distinguirmos da oferta massificada que entretanto foi surgindo, o A5 tinha de se destacar  pela originalidade, classe e sofisticação da decoração mas com a moderação suficiente para a sustentabilidade do projecto. Convidaram para isso o Paulo Cássio com quem já existia um longo passado de trabalhos em comum, cumplicidade de gostos e amizade claro, que em conjunto com as nossas ideias nos ajudou a concretizar a decoração dos espaços.

As camas, sofás dos apartamentos e candeeiros foram desenhados pelo Paulo Cássio e entre as peças de decoração contam-se clássicos contemporâneos como a mesa Tulilp de Eero Saarinen ou as cadeiras Bertoia, ou os cadeirões Acapulco do terraço. As fotografias nas paredes são da autoria do arquitecto Luis Contreiras e retratam pormenores do edifício antes e durante as obras.

Sem dúvida que é um espaço que vale muito a pena visitar, um apartamento que nos faz sentir em casa, mesmo estando longe. Os preços por noite variam consoante a altura do ano, podem reservar directamente no booking, aqui




O Chateaux La Colle Noire ficou na lista de locais a visitar – com muita pena. Infelizmente este não é um local que possa ser visitado com facilidade, mas existem muitos outros em França em que o cenário é diferente.
Se pensam fazer uma viagem a este país, seguem-se os locais que devem fazer parte do vosso passeio.


1. Monte Saint-Michel

Ao visitar este local, preparem-se para andar muito e subir imensas escadas! E se visitar o Monte Saint-Michel é uma excelente aventura – ao estilo medieval –, imaginem tirar tempo para os museus, para as igrejas e para toda a cultura do local. Não deixem fora do roteiro.

2. Carcassone

À noite podem esperar áreas desérticas e silenciosas. O local é constituído por duas cidades: a cidadela e a cidade baixa. Enquanto a primeira se encontra protegida pelas muralhas e torres, a segunda encontra-se ao redor das mesmas.


3. Annecy

Preparem-se para uma visão deslumbrante de terraços que revestem os canais franceses, mas, mais importante, o Palais de l’Isle no meio desses mesmos canais. São poucos os locais onde podem ver algo tão incrível.

4. Eguisheim

E uma viagem pelos contos de fadas em França, vamos? Esta região, além de proporcionar um momento para um bom vinho, também dá uma sensação de estarmos dentro desses contos.

5. Arena de Nimes

A Arena de Nimes chegou aos nossos tempos num bom estado de conservação e, só por aí, vale a pena a visita. Esta arena romana é considerada Património Mundial pela UNESCO desde 1981.


6. Bordéus

Porque seria recomendada a maior cidade da França? Simples, pelo Museu de Arte Contemporânea e Museu D ‘Aquitaine. Ah, e claro, também por um bom vinho.

7. Gordes

E se pudessem visitar campos de lavanda? Sim, isso realmente é possível, e esta região permite uma visita a esses campos e, ainda melhor, visitar o Musée de la Lavande. Provence tem imensos locais encantadores, mas Gordes é o que mais se destaca – e com razão!


8. Estrasburgo

Não admira que exércitos combatessem por esta região. Estrasburgo encontra-se na fronteira entre França e Alemanha – que tal aproveitar e saltar para outro país? – e é única! A beleza desta cidade antiga é indescritível e, sinceramente, só visitando irão entender a magia.

9. Riquewihr

Visitar França e não provar um bom vinho devia ser um crime – pelo menos para quem tem esse gosto. E, caso façam um passeio por Riquewihr, devem experimentar o conhecido vinho da Alsácia nas adegas da região.


10. Lille

Por último tem-se a região que se encontra muito próxima à Holanda e à Bélgica. Além de ser um dos centros de trabalho, também tem uma animação única, principalmente por parte dos jovens estudantes. No local podem visitar o Palais des Beaux-Arts.
Adicionar estes locais ao vosso roteiro é fazer uma viagem completa por alguns dos locais mais belos de França. Claro que tem, ainda, a bela Paris, mas esse clássico não precisa, sequer, ser mencionado.

Confesso que estou em contagem decrescente, esta é uma daquelas viagens que está na minha bucket list há muito tempo. Este ano vai ser o ano, vão ser 3 semanas a viajar por Bali e para conhecer alguns dos sítios mais incríveis, tais como Ubud, Lombok, Canggu, Nusa Penida entre outros.








Reuni algumas das imagens mais inspiradoras desta que é a ilha de sonho. Vou aproveitar as férias de verão para aproveitar ao máximo a ilha e conhecer novas culturas, novos lugares e acima de tudo estar em contacto com a natureza e aproveitar para organizar os pensamentos. Dizem que quem viaja para Bali, vem de lá com uma visão diferente das coisas, e mal posso esperar por ter algum tempo para respirar fundo, aproveitar cada segundo e acima de tudo, organizar tudo o que vem aí e todos os projectos em que tenho estado a trabalhar. Alguém tem dicas sobre Bali? 
De malas feitas e pronta para mais uma aventura! Nos próximos dias vou estar pelo norte da europa a explorar: Bruxelas, Brugges, Ghent e Antuérpia! Confesso que estou muito curiosa para explorar estas 4 novas cidades, vamos alugar um carro em Bruxelas e durante 4 dias conhecer um pouco mais sobre a Bélgica. 








Alguém já visitou alguma destas cidades? Quais os lugares imperdíveis? Dicas? Contem-me tudo!

_
phs via Pinterest
Confesso que estou em contagem decrescente, esta é uma daquelas viagens que está na minha bucket list há muito tempo. Este ano vai ser o ano, vão ser 3 semanas a viajar por Bali e para conhecer alguns dos sítios mais incríveis, tais como Ubud, Lombok, Canggu, Nusa Penida entre outros.








Reuni algumas das imagens mais inspiradoras desta que é a ilha de sonho. Vou aproveitar as férias de verão para aproveitar ao máximo a ilha e conhecer novas culturas, novos lugares e acima de tudo estar em contacto com a natureza e aproveitar para organizar os pensamentos. Dizem que quem viaja para Bali, vem de lá com uma visão diferente das coisas, e mal posso esperar por ter algum tempo para respirar fundo, aproveitar cada segundo e acima de tudo, organizar tudo o que vem aí e todos os projectos em que tenho estado a trabalhar. Alguém tem dicas sobre Bali? 
Os dias por Veneza foram maravilhosos, confesso que acabei por me entusiasmar com as fotografias em apenas um fim-de-semana e ainda estou a partilhar algumas pelo meu instagram. Hoje partilho convosco um dos looks que usei no último dia pela cidade, um look bem simples mas que ainda assim é a sugestão perfeita para andar pela cidade.




Quem me conhece sabe que adoro tons terra e acabo sempre por conjugar com tons mais neutros como o preto ou o branco - não há nada como a combinação camel e branco!! Um casaco leve para andar pela cidade, umas skinny pretas, uns ténis - e estes são especiais, são os meus Golden Goose e uma malha branca com uma camisa branca fluída por baixo. Et voila, super simples! 

No que toca a acessórios, os óculos Saint Laurent que têm andado comigo para todo o lado!
Mais um throwback à viagem de Veneza, mas desta vez para partilhar convosco um look que usei no primeiro dia. Um look que tinha de ser confortável o suficiente para a viagem e ao mesmo tempo para andar pela cidade. Nada como uns jeans, os meus all star e a novidade, o meu casaco azul escuro!






Quem me conhece sabe que eu e o azul escuro sempre tivemos uma "relação de amor-ódio" por ter usado azul escuro muito tempo todos os dias, acabei por enjoar e não conseguir voltar a usar. Até este ano que acabei por tirar investir nesta peça azul escura e que tenho usado bastante!! Conjuguei com os All Star bordeaux e acabei por gostar muito do resultado! Um look para viagem ou até mesmo para um fim-de-semana pela cidade. 


Itália é uma verdadeira perdição no que toca a comida desde massas, pizzas maravilhosas e gelados incríveis. Veneza está cheia de Osterias, Trattorias e pequenos restaurantes onde se come lindamente e por isso mesmo, decidi partilhar convosco alguns dos lugares que não podem mesmo perder na vossa próxima viagem a Veneza. 


Para gelados, sem dúvida que o Gelato di Natura são uma das paragens obrigatórias! Existem várias ao longo de Veneza, passámos por uma perto de San Marco e comprova-se, os gelados são maravilhosos! No que toca a pizzas, o Rossopomodoro, a All'Anfora ou a pizzaria OKE são algumas das sugestões por onde não podem mesmo deixar de passar. Depois existem as típicas Osterias italianas, super queridas, pequeninas e acolhedoras e onde se come lindamente, sendo que a mais conhecida é a La Zucca


Veneza é uma cidade absolutamente encantadora, super romântica, cheia de história e muito misteriosa! Já tinha visitado a cidade há uns 4 anos e queria muito voltar, sendo que o Carnaval foi a desculpa perfeita para o fazer! Hoje partilho convosco um dos looks que usei num dos dias que andámos pela cidade, um vestido comprido azul escuro - sim é verdade, parece que fiz as pazes com este tom! 








Gosto muito deste tipo de looks, confortável, romântico e perfeito para andar pela cidade! É um vestido da ZARA traçado, já é antigo (tem 2 anos penso) que acabei por conjugar com uns Converse bordeaux e um casaco bege. 

SHOP THIS LOOK 
dress ZARA # shoes All Star Converse 
Quando estava a planear o nosso fim-de-semana em Veneza encontrei alguns lugares super bonitos e ideias para a fotografia perfeita! Se procuram boas fotos em Veneza, seleccionei alguns dos que tinha guardado e que hoje partilho convosco: 



SPOT ME
Gritti Palace # Deck da Ponte de Rialto 



SPOT ME
Monaco Hotel # Hotel San Moisé



SPOT ME
 Libreria Acqua Alta # Rooftop Fondaco dei Tedeshi


Já visitam Veneza? Partilhem comigo alguns dos vossos melhores spots 

Veneza é sem dúvida uma cidade pequena e é a escapada perfeita para um fim-de-semana a dois! Foi isso mesmo que fizemos, já tinha prometido ao Manel que o levava a Veneza e acabou por ser o meu presente de aniversário para ele. Se estão a planear a vossa viagem a Veneza, aqui ficam algumas sugestões de locais que não podem perder e deixar de visitar. 


primeiro dia
O primeiro dia em Veneza foi passado a explorar a zona de San Marco, saímos do hotel a pé e 20minutos depois chegámos à Piazza de San Marco. Uma praça gigante, com umas arcadas lindas que a rodeiam e a Basílica ao fundo. Para visitarem a Basílica, aconselho a que cheguem cedo para evitarem grandes filas. Na zona de San Marco encontram também algumas lojas de luxo como Chanel, Saint Laurent e a Golden Goose, a marca de ténis que nasceu em Veneza e que tem loja perto da praça principal. 



Para almoço, aconselho o Rossomopodoro para uma pizza maravilhosa! Depois de almoço, uma subida ao Campanário para terem uma vista linda de Veneza, explorar a zona ribeirinha de San Marco e uma visita ao Palácio Ducal. Ao fim do dia, depois de ver o pôr do sol à beira mar, uma passagem pela Osteria Zucca. 



segundo dia
Para o segundo dia, a zona de Rialto é sem dúvida uma zona a explorar que vale muito a pena! A ponte de Rialto e o mercado da comida são duas das paragens obrigatórias pela manhã, temos uma vista incrível para o Grande Canal. Para almoço, as pizzas deliciosas da Trattoria All'Anfora são a desculpa perfeita para recuperar energias para um passeio de Gôndola e para uma visita aquela que é uma as livrarias mais bonitas, Acqua Alta


Ao fim do dia, há dois grandes spots para vermos o por do sol - e em Veneza é qualquer coisa de outro mundo! Ou na Ponte da Academia ou subindo ao T Fondaco dei Tedeschi, uma grande armazém que tem um rooftop maravilhoso e de onde podem ver um por do sol incrível! 


Blogger Template Created by pipdig