E se de repente pudéssemos ter uma maquina fotográfica instantânea que estava ligada as nossas redes sociais e ao mesmo tempo ao nosso rolo da câmara? Uma máquina fotográfica que imprimisse na hora os melhores momentos ou que nos fizesse reviver algumas das nossas melhores memórias num piscar de olhos? É verdade, apresento-vos a Zoemini S da Canon, o modelo mais recente de câmeras instantâneas que tem dado muito que falar e que, por aqui, já me deixou completamente rendida. 


Como funciona? É uma máquina instantânea que vem com um "rolo" de 10 folhas para impressão e que é recarregável. Podem fotografar e imprime directamente ou ligada via Bluetooth à app da Canon. Ao ligar a máquina via bluetooth podemos conectar as nossas redes sociais - instagram e facebook e imprimir as nossas fotografias favoritas, ou imprimir directamente do nosso rolo da câmara. 

É sem dúvida uma máquina perfeita para oferecer ao amigo que passa a vida a tirar fotografias, ou até mesmo um presente diferente e que vale muito a pena. Vem aí o Natal, porque não colocar a Zoemini na wishlist? Prometo que nao se vao arrepender.

O preço da Zoemini é de 149,99€ na FNAC 
Entramos no mês de Novembro com o regresso aos treinos, com adaptação do novo plano de exercício físico, de alimentação e novas metas. As ultimas semanas têm sido uma verdadeira loucura, aliás, desde que voltei de férias que ainda não tive tempo para parar e sem dúvida alguma que o exercício fisico é algo que me faz muita falta. Nada como uma hora no ginásio para repor as energias, soltar o stress e ficarmos com aquela sensação de missão cumprida.


Para quem está de volta aos treinos, estes são os 5 essenciais que devem ter antes de voltarem ao ginásio:

cantil de água
Esta é sem dúvida uma das coisas que não dispenso. É fundamental para que consiga fazer um treino do inicio ao fim. Para quem me pergunta nos stories, o cantil que uso quando vou ao ginásio é um cantil que preserva o calor ou o frio durante 24h. Adoro beber água fria, pelo que este cantil é perfeito para preservar a temperatura durante todo o treino.

equipamento adequado

É bem mais importante do que parece, ter o equipamento adequado influencia a performance do nosso treino. De certeza que ja sentiram que a vossa performance difere de ténis para ténis, ou que um equipamento é melhor que outro para determinadas modalidades. O primeiro passo é perceber qual a modalidade que vamos fazer com maior frequência e depois adequar o equipamento a essa mesma modalidade, investindo assim em peças de boa qualidade, duradouras e acima de tudo confortáveis e adequadas. A Adidas por exemplo tem uma colecção super variada para várias modalidades e vários desportos, desde running, a gym indoor, ténis, futebol entre outros.


avaliação física & novo plano de treinos

O ideal será fazer uma avaliação física de 4 em 4 meses, isto para analisar a nossa performance e par perceber como ajustar o plano de treinos tendo em conta os nossos objectivos. Se estão a iniciar agora num ginásio, no caso do Holmes Place por exemplo, tem direito a esta avaliação e mapa de treinos gratuito - está incluido na mensalidade. De 4 em 4 ou de 6 em 6 meses devem voltar a fazer esta avaliação física para adaptar.

organização & planeamento 

Sem dúvida que a melhor forma de manter a motivação é planear e organizar a semana com os treinos que queremos fazer e ir encaixando tanto os treinos em sala como as aulas de grupo. O truque? Encaixar na nossa agenda e tentar cumprir este compromisso. O mais difícil é ganhar uma rotina, depois disso vão ver que se tornam addicted e que é tudo mais fácil. A app do Holmes Place permite agendar logo as aulas que queremos para a semana e assim ja temos uma visão do que vamos treinar e de quando o vamos fazer, muito mais fácil e de uma forma muito mais visual.

mapa de objectivos

Claro que nada se consegue sem objectivos e sem um plano traçado. A melhor forma de potenciar ao máximo a motivação é termos um mapa de objectivos, ou seja, um mapa que fazemos de forma mensal com o numero de treinos por semana, o tipo de treino e a intensidade do mesmo. A ideia é chegar ao fim do mês e ir fazendo um check se foi cumprido ou não e adaptar no mês seguinte.

__
ph via the coveteur
Quem é que não adora decoração? Acho que todas nós mulheres adoramos tudo o que é decoração, entrar numa ZARA Home só para ver o que há de novo ou ver o site da KindaHome para tirar algumas ideias, espreitar o site do IKEA, ou até mesmo folhear algumas revistas de decoração para nos inspirarmos. Para além de tudo isto, temos também o Pinterest que é um aliado maravilhoso neste tema. 







O post de hoje é sobre aliar a ilustração à decoração, um pouco como consequência do workshop que vou ter com a WOWMES hoje à tarde. Como podemos trazer a ilustração para dentro de casa? Podemos criar quadros e conjuntos de molduras diferentes com várias ilustrações, podemos ir buscar a estampados em almofadas, tapetes etc ou até mesmo criarmos as nossas próprias peças com ilustrações - reciclarmos bancos, cadeiras, mesas ou até mesmo outros elementos de mobiliário que precisam de uma vida nova. why not? 
Acho que nunca se falou tanto num estilo de vida saudável como hoje em dia, desde a alimentação, ao exercício físico e aos hábitos de consumo. E ainda bem! Para quem me segue desde o início sabe que passei por um processo de mudança de estilo de vida radical mudando completamente os meus hábitos alimentares e o meu estilo de vida que com ajuda de um nutricionista, alimentação certa e exercício físico, fez com que conseguisse eliminar quase 25kg. Mas muito mais do que os kg, eliminei um estilo de vida que me fazia mal e prejudicava a minha saúde – fast food a toda a hora, refrigerantes, açúcares, emotional eating etc.





Sobre esse processo, já falei várias vezes aqui. O que me traz hoje a escrever sobre o tema vem como consequência da reportagem que a SIC transmitiu sobre a alimentação vegetariana e com a qual me identifico muito. Estes últimos anos tenho vindo a deixar por completo a carne, passando a comer apenas peixe e no último mês tenho feito uma alimentação praticamente vegetariana, sendo o objectivo será sim tornar-me vegetariana a longo prazo. Isto não só por uma questão de “dietas” ou modas, mas sim por ser o tipo de alimentação com a qual me identifico cada vez mais. Quando iniciei o processo de mudança de estilo de vida cortei por completo as carnes vermelhas, o que faz com que não coma carne vermelha há quase 10 anos. No meu caso, esta mudança deveu-se ao facto do meu organismo não conseguir digerir este tipo de carnes e por isso, cortei por completo. Com o passar do tempo, comecei a explorar algumas receitas 100% vegetarianas e agora posso dizer-vos que a minha alimentação é 90% baseada em fruta, vegetais, legumes e ovos. Os outros 10% incluem peixe ou muito raramente, carnes brancas.  Comecei a perceber que havia certos alimentos que o meu organismo não conseguia digerir ou responder tão bem e com a ajuda de uma nutricionista fui cortando aos poucos e substituindo por outro tipo de alimentos com os mesmos nutrientes.




Não quero com isto dizer que sou apologista de uma dieta vegetariana ou que devemos todos seguir o mesmo, até porque cada organismo é único e cada corpo tem necessidades diferentes. Aliás, é importante encontrar o equilibrio, tal como menciono aqui. No entanto, queria deixar-vos o meu testemunho de alguém que era a “louca dos bifes com batatas fritas, da fast food e dos refrigerantes” e que ao longo deste tempo aprendeu a ouvir o seu corpo e hoje em dia não sinto falta de nada disso. Aprendi a ouvir os sinais que o meu corpo me ia dando, perceber o que me fazia mal e a tentar encontrar soluções e outras alternativas e hoje em dia temos tantas igualmente deliciosas. E confesso que tem sido um desafio super giro, procurar alternativas, testar novas combinações e estar mais atenta a rótulos e pesquisar mais sobre os alimentos.

Tenho partilhado algumas das minhas receitas no instagram stories e têm-me pedido bastante para partilhar mais opções e por isso vou passar a partilhar algumas das receitas que vou inventando e testando para que possam também começar a experimentar opções vegetarianas na vossa alimentação.

__
ph via the coveteur

... para experimentar neste dia dos namorados! Uma coisa é certa, escolher um sítio para jantar está cada vez mais difícil! São vários os restaurantes cool e giros que abrem todos os meses e com conceitos muito giros! Eu escolhi 4 restaurantes como sugestão para este Valentine's - afinal de contas é sempre uma boa desculpa para ir jantar fora. 



Seen by Olivier
Um restaurante super cool e com uma das vistas mais incríveis da cidade. Sem dúvida alguma aquele tipo de restaurante que merece ser visitado numa ocasião especial. O novo restaurante do Olivier é sem dúvida o restaurante do momento e aqui aconselho começarem com os tacos, provarem o sushi maravilhoso e finalizarem com o souflé de doce de leite! 


Come Prima
Não é de todo uma novidade na cidade, mas foi recentemente descoberto por mim! Desde que jantei no Come Prima pela primeira vez, acabou por se tornar uma visita recorrente! Isto porque sou louca por comida italiana e sem dúvida alguma que o Come Prima é dos melhores restaurantes italianos em Lisboa! Um dos lugares a não perder, especialmente se são fãs de trufa, this is the spot!!




O asiático 
Não é uma novidade na cidade, mas é sem dúvida um dos cool places do momento! A carta é bem diferente e é o sitio perfeito para uma experiência gastronómica diferente de tudo o que conhecem. Fica no Principe Real e é o local perfeito para um jantar a dois. 



Coyo Taco
Se são fãs de tacos, sem dúvida que este é O restaurante ideal para visitarem neste dia dos namorados. Desde que abriu no Principe Real que tem estado on fire, com imensa adesão e tenho lido muito bem deste novo spot de comida mexicana deliciosa!




Fica no Estoril e é um restaurante italiano bem pequenino, com um segredo muito bem guardado, aqui tudo é feito em casa! As massas do LaMassasão frescas e são feitas em casa, no menu não temos nada para além de várias opções de pastas - desde os raviolis, ao linguiniou ao papardelle. Para além das pastas que vêm na carta, há ainda pratos do dia que vale a pena experimentar. 
lamassa.png

Assim que entramos no Lamassavemos logo a vitrine com todas as massas frescas, são muitas as opções e os pratos que nos apresentam. O espaço pequeno e acolhedor está sempre cheio e percebe-se bem porquê. Este pequeno paraíso italiano para além de ter das melhores pastas de Lisboa, tem provavelmente o staff mais simpático de sempre!  

lamassa02.png

Para entradas pedimos a burrata com tomate confitado, uma tábua com trio de bruschettase legumes grelhados com queijo (best seller e um que aconselho fortemente!), depois optei pelos raviolis com trufa e cogumelos que estavam deliciosos. Já o meu pai, optou pelo papardelletambém com cogumelos e trufa que, segundo ele, estava espectacular (quem ama trufa este é O prato a pedir!).
lamassa01.png
A minha mãe optou pelos raviolis com espinafres e molho de tomate e o Manel e o Pedro por uma Carbonara que estava perfeita! De sobremesa, num espaço como este só podemos esperar a tradicional panacotta (pois claro!), mas há ainda outras opções bem diferentes como um cheesecakede pistachio por exemplo! 

Um espaço delicioso e que vale muito a pena experimentar, fica a dica! 
__
Lamassa
Rua J A Ferreira, 121, São João do Estoril, Cascais 2765-232
telm.: 21 4684362
telf.: 968483040


Já vos falei dos mil e um benefícios da Spirulina, mas e receitas? Como é que podemos incluir a super-alga na nossa alimentação? Reuni então 10 receitas bem saudáveis, no fundo opções rápidas e simples de que gosto muito - especial destaque para o pesto, o topping para saladas, o smoothie verde e a quinoa crocante. Querem saber mais? Então aqui ficam 10 ideias!


green detox
O conhecido sumo verde ou sumo detox é precisamente uma das receitas mais conhecidas que inclui esta super-alga. Já sabemos que o sumo verde deve conter vegetais e fruta, os que mais gostarmos. A minha receita favorita junta espinafres, aipo, ananás, maçã, água e uma colher de chá de spirulina. Tudo isto triturado na liquidificadora et voila, um shot de minerais e vitaminas logo pela manhã. Há ainda outras misturas de que gosto muito como espinafres, água, limão, gengibre e spirulina só que acaba por não ser tão doce quanto a primeira opção. O sumo verde é uma das opções mais rápidas e fáceis daí ao seu enorme sucesso em todo o mundo.

green bowl
a seguir aos sumos verdes, o green bowl é uma das receitas mais populares e que mais me agrada. Porquê? Porque é uma óptima sugestão para um pequeno-almoço reforçado e nutritivo, principalmente para aqueles dias em que sabemos que vão ser caóticos e que vamos precisar dos nutrientes certos para chegarmos ao final do dia sem atacarmos o frigorifico ou a despensa. O que é que precisam para um green bowl super nutritivo? Muito simples, os ingredientes são: 1/4 de abacate, 1 a 2 bananas pequenas previamente cortadas e congeladas, 1 chávena de frutos vermelhos (frescos ou congelados), 1 colher de chá de spirulina em pó, 1 iogurte natural. 

Basta colocar tudo numa liquidificadora para triturarem e misturarem os alimentos até ficarem com uma consistência mais uniforme. Gosto de congelar as bananas na noite anterior porque vai dar outra consistência e o abacate é um alimento importante a ter em conta precisamente para lhe dar esta consistência mais cremosa e deliciosa. Depois podem adicionar como toppings granola, flocos de côco biológico, pinhões, sementes de chia, sementes de girassol, bagas de goji, nozes de pecã.. enfim, tudo o que mais gostarem. 



green smoothie
A diferença para o sumo detox é que o green smoothie acaba por ser bem mais consistente, no fundo podem usar a receita do green bowl e acabam por não acrescentar os toppings. Para o smoothie perfeito a receita é 3 chávenas de "verdes" à escolha (espinafres, aipo, alface, brócolos, pepino...) mais duas chávenas de algo líquido à escolha (leite de amêndoa, de soja, água de côco, sumo natural, água ou chá frio) e para finalizar uma chávena de fruta à escolha (banana, amoras, manga, ananás, kiwi, papaia, pêssego, maçã, açaí). Para que o smoothie fique consistente aconselho a que optem por uma banana, ou então optem por usar iogurte em vez de uma das chávenas de líquidos. 

Normalmente o meu green smoothie envolve uma banana congelada, espinafres, abacate, leite de amêndoa ou iogurte, quando não uso banana e opto por ananás e por fim uma colher de chá de spirulina. Podem ainda optar por adoçar com stevia ou mel.

chia pudding with spirulina topping
Os pudins de chia estão muito na moda, até porque a chia também tem imensos benefícios e é outro super alimento perfeito para juntar a iogurtes, batidos entre muitas outras coisas. As sementes de chia quando estão em contacto com algum líquido, como água ou leite de amêndoa, de côco etc acabam por criar uma consistência mais gelatinosa, daí a surgirem as receitas de pudim de chia. A sugestão é adicionar um topping com spirulina

Para o pudim de chia juntamos duas colheres de sopa de sementes de chia e uma chávena de leite de amêndoa ou outro leite vegetal, misturamos tudo muito bem e deixamos no frigorífico para que solidifique e crie a tal gelatina. Podemos fazer no dia anterior e depois é só acrescentar o topping que se faz super rápido na liquidificadora: 1/4 de abacate, uma colher de cá de spirulina, 3 a 4 folhas de menta fresca, uma colher de café de polén, 1 colher de chá de xarope de agave bio (podem comprar no Celeiro). Misturam tudo e ficam com uma espécie de mousse perfeita para colocarem como topping do vosso pudim de chia. Podem ainda adicionar raspas de côco e um mix de frutos secos. Yummmmm


green quinoa
E não, não usamos só spirulina em pequenos-almoços nutritivos e a prova disso é esta receita de quinoa com spirulina que é deliciosa - testada e aprovada, obviamente! Para isso vão precisar de ingredientes como duas chávenas de quinoa já cozinhada, brócolos, sumo de meio limão, sal, pimenta a gosto, courgette cortada às rodelas e uma colher de chá de spirulina. Basta misturarem tudo numa taça e está pronto a servir.



raw bar
As raw bars são um dos snacks de que mais gosto actualmente e a spirulina pode e deve ser incluída nestes snacks super práticos e fáceis de fazermos em casa. Tudo o que precisamos é de uma série de frutos secos, gosto de misturar pistácios, sementes de abóbora, lascas de côco biológico (sem açúcares adicionados) e amêndoas sem pele. Trituro tudo e depois junto óleo de côco, um pouco de mel biológico, spirulina e o sumo de uma laranja. Estendemos num tabuleiro e levo ao forno (pré-aquecido a 180ºC) por uns minutos até solidificar e ficar crocante. Et voila!

avocado toast

    O abacate é sem dúvida um fruto que gosto muito, é rico em gorduras boas e está cheio de benefícios, e uma das minhas receitas favoritas e mais fáceis é a tosta com abacate. E não há nada melhor do que esta combinação para uma refeição ligeira ou um brunch, a esta receita, podem juntar uma colher de chá de spirulina para dar um boost de proteína e vitaminas à vossa tosta. 



    spirulina salad dressing
    E em molhos para saladas? Uma outra opção onde podemos e devemos incluir esta super-alga. A receita? Muito simples, vão precisar de misturar os seguintes ingredientes: azeite, sumo de um limão, uma colher de chá de spirulina, gengibre ralado, sal, pimenta e meio abacate. Tudo isto bem triturado como topping de uma salada bem deliciosa.



    green topping
    Para saladas, tostas ou até mesmo para acompanhar outros pratos principais é uma espécie de esparregado com espinafres, spirulina, sementes de girassol, sumo de limão e azeite, tudo triturado e perfeito para colocar por cima da tosta de abacate, acompanhar com uns bifes de frango ou até mesmo para juntar a saladas frias ou quentes com quinoa, couscous etc.

    spirulina pesto
    Quem é que não se delicia com os famosos zoodles? Super práticos, rápidos e deliciosos! E se juntarmos um pesto com spirulina? Podemos fazer o pesto em casa ou optar por comprar já feito, pessoalmente adoro o pesto do Jamie Oliver que se vende no Continente e costumo juntar um pouco do molho pesto com uma colher de azeite  e uma colher de chá de spirulina em pó, tudo aquecido numa panela onde vamos juntar os zoodles e no final colocar como topping nozes de pecan e pinhões para ficar crocante. Yummmy, um dos meus favoritos



    Como vêem, ideias não faltam e de facto é um super-alimento que é facilmente adicionado nas receitas do dia-a-dia, seja ao pequeno-almoço, almoço, jantar ou até mesmo os snacks ao longo do dia. Vá agora quero ver essas receitas pelo instagram com a #eatcleanwithskbs



    Na altura em que apareceu a moda dos sumos verdes falou-se muito numa alga que era acrescentada aos sumos e a batidos, a Spirulina. Desde que a descobrimos, que a temos usado  imenso aqui em casa incluído em inúmeras receitas do dia-a-dia, desde batidos, sumos, sopas, saladas e até mesmo snacks. A spirulina é uma alga azul esverdeada carregada de inúmeros benefícios para a saúde, daí a ser considerada como um super-alimento. 

    actualmente é considerada como um dos alimentos mais ricos em proteínas do planeta

    Actualmente vivemos num mundo em que somos constantemente invadidos por comidas processadas e transformadas que acabam por retirar os nutrientes essenciais à nossa saúde e ao nosso bem-estar. O facto de ser um super-alimento faz com que possamos recuperar essas mesmas carências nutricionais, para terem uma noção cerca de 65% desta alga é proteína, actualmente é considerada como um dos alimentos mais ricos em proteínas do planeta, é ainda super rica em vitaminas, sais minerais e antioxidantes. Dou especial destaque à concentração de ferro que pode ser uma grande ajuda para quem sobre de anemia por exemplo ou outras carências alimentares, falo em anemia porque há muitas pessoas com falta de ferro e a spirulina pode ajudar neste campo. Para além de ferro podem encontrar altas concentrações de potássio, de cálcio, zinco, magnésio e fósforo.

    Mas então quais são os benefícios mais em concreto deste super-alimento? Para além de prevenir a anemia como já referi, é um alimento com um grande poder desintoxicante - daí a ser usada quase sempre nos sumos detox. O facto de ser rica em proteínas fortalece as unhas e o cabelo e ainda dá um aspecto muito mais saudável à nossa pele.


    Foi um dos quatro alimentos que mudaram a minha alimentação nos últimos tempos e que sem dúvida tem trazido imensos benefícios, é uma fruta rica em gorduras boas que o nosso organismo precisa e apesar de ser um alimento bastante calórico temos de pensar para além disso e pensar essencialmente a nível nutricional, um alimento muito rico em nutrientes e carregado de coisas boas.

    É um óptimo amigo para a nossa visão, tem imensa vitamina E que ajuda a revitalizar a nossa pele e o cabelo, mantém o coração saudável, é um dos melhores aliados no combate ao colesterol e doenças cardiovasculares, é um alimento com imenso potássio, fibra que ajuda a melhorar a absorção de nutrientes e ajuda a perder peso - inibe o apetite e é anti-inflamatório. No que toca à pele, por conter vitaminas A, C e E faz com que a pele fique muito mais bonita e saudável Para além disto, podemos ainda fazer várias máscaras e tratamentos de beleza com abacate: pele e cabelo que precisem de hidratação e nutrição profunda, é um alimento perfeito para isso mesmo. 
     
    Há inúmeras, inúmeras receitas com abacate! Mesmo! Seleccionei algumas, bem deliciosas que vos podem dar inspiração e ajudar a incluir esta super-fruta cheia de coisas boas na vossa alimentação. Aqui ficam as minhas sugestões.


    the delicious bagel
    A primeira sugestão que dou é uma óptima sugestão para um brunch ou uma refeição mais ligeira e combina três coisas de que gosto muito: bagels (com sementes, integrais ou normais), queijo para barrar com alho e ervas e abacate. Sim, faz mesmo crescer água na boca porque é de facto, delicioso! Para que ainda fique mais saboroso e mega estaladiço nada como torrar os bagels, pode ser na torradeira ou directamente numa frigideira, barramos o queijo de alho e ervas e colocamos umas fatias de acabate por cima, yummmm! 

    the classic combo
    Abacate e ovos, sim! É uma das combinações mais clássicas, seja em omeletes, ovos mexidos ou até mesmo em tostas, os ovos e o abacate são um dos dois pares perfeitos na cozinha - o outro conhecemos já de seguida. A sugestão para esta receita entra também como sugestão de pequeno-almoço: ovos mal cozidos numa fatia de pão com umas fatias de abacate trituradas com sumo de limão, fica absolutamente delicioso. Conseguem assim um pequeno-almoço equilibrado com hidratos de carbono, gorduras boas e proteínas. Classic! 


    ceviche party
    A segunda combinação já estavam a adivinhar não é? Pois é salmão & abacate! Provavelmente uma das combinações de que mais gosto na cozinha, é uma mistura rica em gorduras e em ómega3 e que é absolutamente deliciosa. Há pouco tempo aventurei-me na cozinha peruana e fiz o meu primeiro ceviche, a receita está por aqui pelo blog se quiserem experimentar é uma óptima opção para um almoço ou jantar e muito mais fácil e rápido de fazer do que pensava.

    avocado pesto
    É outra receita que uso muito e já partilhei até várias vezes no meu instagram (@jufcarreira) os meus Zoodles com este molho pesto de abacate que é absolutamente delicioso. Tudo o que precisam é de meio abacate, azeite, sumo de um limão, miolo de noz ou pinhões, sal e pimenta a gosto, trituram tudo e é só juntar à vossa massa ou aos vossos zoodles se quiserem "cortar" nos hidratos de carbono simples. 


    baked eggs in avocado
    Uma das receitas que tenho visto pelo mundo paleo e que é igualmente deliciosa, caso contrário não estaria por aqui, certo? Os ovos cozinhados em abacate que são super fáceis de fazer também e são super simples. Basta abrirem um abacate, retirarem o caroço e colocarem um ovo em cada metade, no lugar do caroço do abacate. Gosto de adicionar um pouco de pimenta e umas ervas aromáticas e deixo cozinhar no forno (220ºC) entre 15 a 20 minutos só para que as claras fiquem suficientemente consistentes, gosto deles mal cozidos no meio e a mistura da gema mal cozida com o abacate amolecido é deliciosa - sim para comermos mesmo assim à colherada! Yummmm

    the contrast toast
    Dispensa de apresentações não é? Aliás, a receita também já anda por aqui precisamente por ser uma das "tostas" com mais saídas cá em casa e uma das opções à qual recorremos sempre que queremos um brunch at home ou acordamos mais tarde, especialmente nas férias e aos fins-de-semana. Sumo de limão triturado com meio abacate, sal e pimenta barrado numa tosta de pão escuro e com fatias de salmão fumado por cima, parece-vos bem? 


    make it salty & sweet!
    Esta receita surge como sugestão de uma tosta mas pode perfeitamente ser feita sem qualquer fatia de pão, apenas como se fosse uma salada bitter-sweet. E porquê? Porque experimentem esta combinação: pêra fatiada com nozes, queijo gorgonzola, canela e um pouco de mel por cima. É absolutamente delicioso e pode ser uma óptima sugestão como uma base para uma salada ou quem sabe um snack a meio da tarde.

    the simple fried eggs
    Mais uma combinação deliciosa: ovos estrelados com fatias de abacate. Uma sugestão rápida, fácil e perfeita para um pequeno-almoço cheio de nutrientes: proteínas e gorduras boas! Não tem qualquer ciência, apenas dois ovos estrelados com umas fatias de abacate, mais ou menos maduro a escolha é vossa. Pode parecer estranho, mas não há nada como experimentarem.


    the green smoothie
    Ora pois tinha de vir um smoothie, claro que sim! Os smoothies verdes usam muito o abacate e de facto é um dos alimentos que ajuda a dar alguma consistência a estes "sumos" que tão bem nos fazem. Para além de serem ricos em vitaminas e minerais são uma forma super simples de recebermos um shot de coisas boas logo pela manhã. Haverá algo mais rápido do que juntar umas folhas de espinafres, meio abacate, umas fatias de ananás e um pouco de sumo de laranja numa liquidificadora? Super quick and easy! 

    the avocado & feta salad
    Por fim uma receita de uma salada bem leve e deliciosa agora para o verão, uma salada para o almoço que para mim funciona muito bem se for feita de manhã para dar tempo de ficar bem fresca até à hora H. Abacate cortado aos cubos, queijo feta e pepino tudo regado com sumo de um limão, sal, pimenta e ervas de provence. Ohhh verão vem rápido!


    E pronto podia ficar aqui o resto do dia com imensas receitas e ideias óptimas com o abacate. Para já ficam 10, provavelmente as minhas 10 favoritas e em breve partilho mais algumas coisas boas e deliciosas convosco. Agora quero ver essas receitas no vosso instagram, não se esqueçam de colocar a #eatcleanwithskbs para irmos todas fazendo parte deste movimento e irmos tirando algumas ideias.

    _
    Ph. Pinterest


    Decidir mudar, é o primeiro passo e o mais importante de todos. Mas e depois? What's next?

    Tudo o resto vem por acréscimo, por que de facto tem de partir de nós, somos nós que temos de querer mudar, de lutar pelo nosso bem-estar e pela nossa saúde. No que toca aos hábitos alimentares, sabemos que nem sempre é fácil orientarmo-nos, até podemos comprar 54 livros com planos alimentares, mas a verdade é que se não formos orientados e acompanhados por um nutricionista, a probabilidade de voltarmos ao mesmo é muito grande. Sabemos que não devemos comer fritos, gorduras, doces com frequência, no entanto há muito mais para além disso e que devemos ter em conta. 

    O nutricionista tem um papel muito importante, até porque é ele que vai tentar perceber o que gostamos e não gostamos de comer e vai incluir tudo isso no nosso plano. A verdade é que se torna tudo mais fácil quando continuamos a comer coisas de que gostamos, o truque está na quantidade e na frequência. Para além disto, já não é novidade por aqui que o nutricionista teve um papel muito importante na minha vida, fez com que conseguisse introduzir hábitos mais saudáveis no meu dia-a-dia e sem dúvida e o mais importante de tudo, não deixar de comer coisas de que gosto, além do mais não somos de ferro e, de vez em quando não resistimos. Na altura que decidi mudar o estilo de vida aprendi muita coisa sobre nutrição, percebi que misturas de alimentos é que posso e não posso fazer, aprendi a gerir quantidades, percebi quais os alimentos de sinal verde, amarelo e vermelho entre muitas outras coisas que acabaram por me manter motivada durante todo o processo e que faz de mim aquilo que sou hoje.


    Actualmente há muitos nutricionistas e muito por onde escolher, e eu dou-vos 4 sugestões de 4 nutricionistas que aconselho

    Na altura que decidi consultar um nutricionista, marquei na Clínica Europa, infelizmente o médico que me seguiu já não dá consultas lá, mas gostei muito de ser acompanhada por lá e sem dúvida que é um local que tenho aconselhado sempre e que algumas pessoas têm marcado consultas. Actualmente estou a ser seguida pelo Dr. André Matias que tem uma abordagem bem diferente e que pode ser mais radical para uma primeira abordagem, mas que é super eficaz e tem uma visão bem interessante e que tenho seguido e acompanhado ao longo dos últimos meses. Outra nutricionista que é muito querida é a Dra. Lilian Barros que, curiosamente, foi colega de faculdade do Dr.André Matias (como o mundo é pequeno!). A Lilian Barros é bem conhecida neste meio, não só pelo seu blog Santa Melancia mas também pelas suas publicações. Aconselho vivamente a que marquem uma consulta com ela, super simpática e vai sem dúvida traçar-vos um plano de acordo com os vossos gostos e estilos de vida, para que o processo se torne mais fácil.

    Last but not least, não posso deixar de mencionar a Dra.Mónica do Hospital da Luz  isto porque é uma médica que conheci há uns meses quando marquei a primeira consulta de nutrição para a minha avó que decidiu mudar o estilo de vida - passou a saber comer bem, melhor e a fazer exercício físico adequado à sua idade e desde o início do ano até agora já perdeu quase 10kg! Estou super orgulhosa dela e sem dúvida que me deixa completamente babada. Keep going grandma!

    Claro que a tudo isto se junta o exercício fisico que para além de ajudar na perda de peso, faz com que nos sintamos melhor e faz super bem à saúde. Começarmos a incluir exercício físico na nossa rotina é cada vez mais importante, não por uma questão de estética mas sim de saúde. E para que a motivação não se vá embora, aconselho um PT nos primeiros tempos ou que façam uma avaliação e peçam a um personal trainer para vos traçar um plano de treinos para que vejam resultados mais rápidos e eficazes. No Holmes Place por exemplo é exactamente isso que fazem assim que nos inscrevemos e nada melhor do que isso para ajudar a que nos mantenhamos focadas e motivadas nos nossos objectivos. O primeiro passo, e o mais difícil, já foi tomado por vocês: decidir mudar! 

    Quem diria que uns anos mais tarde ia virar a louca do sushi, hein?

    Já não é novidade nenhuma que sou uma fã de sushi, é mais forte do que eu e sou uma fanática incurável. O que é engraçado que é da primeira vez que experimentei, odiei. Não conseguia comer, aliás, só de pensar em peixe cru ficava mal disposta e a achar que era algo intragável. Quem diria que uns anos mais tarde ia virar a louca do sushihein? Como tudo na vida, não escolhi o sítio certo para experimentar pela primeira vez, e o mesmo aconteceu com o meu namorado que das primeiras vezes achava algo tudo menos comestível. 

    Recordo-me da segunda vez que experimentei sushi, parecia que tinha descoberto algo completamente diferente e novo. O que é certo é que a qualidade do peixe é sem dúvida das coisas mais importantes, afinal de contas são peças cruas ou pouco cozinhadas e que requerem cuidados extra. Na semana passada fui experimentar o Sushi Arigatô Ribeira, que fica na Rua da Moeda, junto ao Mercado da Ribeira. 

    Foi a convite da Adidas que aceitei o desafio: um fim-de-semana fit para testar o novo lançamento da marca, os novos Pureboost, os primeiros ténis desenhados e pensados por mulheres e para mulheres. E porquê esta febre com o novo modelo da Adidas? Pois bem, a ideia foi precisamente o de testarmos e comprovarmos que este novo modelo é adaptável a vários desportos e modalidades. Começámos o sábado de manhã com uma degustação de sumos detox e depois uma caminhada pela ponta da piedade e pela praia da D.Ana. 
    Blogger Template Created by pipdig