Não sei se sou só eu que tem este problema, mas... aqui vai em jeito de desabafo! 

Ah e tal, ser mulher é óptimo porque podemos usar saias, calças, calções, vestidos... Há sempre imensas roupas giras e podemos usar imensas coisas. Tipo... Só que não! Nem sempre! Ora então, eu vou explicar, eu adoro andar de saias, calções e tudo mais... mas só o consigo fazer no verão e porquê? Porque no inverno, temos sempre de usar collants e ... ou sou eu que sou mega esquisita com eles, ou o meu tom é único e não há nada que se pareça minimamente com o meu tom de pele. 

Primeiro ficamos sempre apertadas e com os collants a escorregar no gancho, entendem? Estilo boyfriend jeans... Segundo, sinto-me sempre uma boneca qualquer japonesa porque acho sempre que os collants são demasiado claros, demasiado escuros, demasiado brilhantes ou demasiado mates... É um eterno dilema. Terceiro, comigo os collants são descartáveis, é usar uma vez e pronto deitar fora porque ficam SEMPRE com uma malha, rompem ou qualquer coisa. A sério não sei onde é que ando que nunca, NUNCA consigo chegar ao final do dia com os collants intactos - e neste momento devem pensar que eu sou um pequeno animal que se anda a arrastar por todo o lado e a trepar às arvores para romper os collants. A Xana e a Maggie já gozam comigo e acham graça a este meu ódio a collants, mas a verdade é que se tiver de usar saias no inverno, provavelmente vou estar sem meias. Não consigo, juro que tentei. Experimentei de tudo, não há um tom, um "modelo" seja ele shape, ou sem ser shape... não sei, acho que vou morrer com este ódio para sempre. 

Eu juro que gostava de me sentir uma Beyoncé com os collants perfeitos, as pernas mega estilizadas e tudo mais, mas ... acho que não vai dar. Sou só eu que tenho este ódio aos collants ou há mais alguém que se queira juntar a este meu clube? Se calhar devia criar uma espécie de collantólicos anónimos ou assim... Sugestões? Há algum modelo ou marca especial que vos tenha mudado de ideias? Contem-me tudo porque já experimentei várias coisas e nada, e queria tanto usar umas quantas saias e vestidos giros que comprei agora... Mas com -10ºC e sem collants é impossível, não é?

__
Ph. Margo And Me


Homens: o batom sempre, nunca a máscara de pestanas!


O post de hoje é fruto de uma conversa que tive há uns tempos com as minhas amigas e são essas conversas que nos deixam a pensar em tudo o que já nos aconteceu para trás, no passado. Com 24 anos começo a perceber muita coisa à minha volta, começo a ter outra noção da realidade e começo a conseguir ter alguns dedos de testa, não que sejam muitos, mas há coisas que nos começamos a aperceber.


Não sou muito de escrever posts deste género, mas nas últimas semanas tenho visto algumas atitudes repetidas que me deixar particularmente triste e preocupada. Atitudes essas relacionadas com comentários maldosos ao corpo da Carolina Patrocínio, críticas ao look escolhido pela Cristina Ferreira para a Milan Fashion Week ou até mesmo comentários menos positivos relativamente ao documentário que vai estrear sobre o Cristiano Ronaldo. Não consigo perceber esta tendência que há para desdenhar e criticar o que é nosso e o que vamos fazendo à nossa maneira. 

No que diz respeito ao corpo da Carolina Patrocínio ou ao corpo da Jéssica Athayde, não sabemos o que está por detrás, não podemos falar sem saber e é algo que nós, portugueses, fazemos muito. E sobre este assunto relativamente ao corpo, já escrevi vezes e vezes sem conta, importa o que comemos, o nosso estilo de vida, a nossa saúde e a nossa felicidade. Cada um é como cada qual, sempre me disseram e não temos de criticar o facto de ser mais gorda ou mais magra, tal como aconteceu há pouco tempo com a modelo Gigi Hadid que foi criticada por estar em baixo de forma.  Sinceramente há certos padrões que têm de mudar, o que é considerado como um padrão de beleza neste momento é definido por medidas, para mim esse padrão deveria ser medido por saúde e por felicidade, até porque, falando do mundo da moda, 98% das mulheres reais não têm um corpo de modelo, certo? Mas aos poucos vamos assistindo a uma mudança e acho que vamos lá chegar. 

Agora quanto ao look escolhido pela Cristina Ferreira, provavelmente se fosse um blogger internacional ou uma Anna Dello Russo, iríamos achar o look escolhido genial, muito pop art ou moschino next big thing, mas como foi a Cristina Ferreira, achámos só que era ridículo e não tardaram em nascer os comentários negativos que correram a internet. Foi um look arriscado sim, mas vi comentários demasiado maldosos e depreciativos. Por fim e para completar a onda de comentários negativo que se fez sentir, saiu o trailer do documentário de Cristiano Ronaldo e também não tardaram em surgir alguns comentários menos positivos sobre a vida dele e o filme que aí vem... na minha opinião e conhecendo a história de vida dele e o percurso do Cristiano até hoje, acho que vai acabar por ser um documentário bastante inspirador e motivador para todos nós, vamos conseguir tirar pelo menos uma lição de tudo isto "lutar pelos nossos sonhos e pelos nossos objectivos". Ele é o melhor, independentemente do que se diga, já foi reconhecido variadíssimas vezes e já deu provas disso. É adorado em todo o lado e dos sítios onde é mais criticado, curiosamente é em Portugal. Vamos aprender a valorizar o que é nosso. 



Quem me conhece bem sabe que sou uma pessoa de extremos no que toca a sapatos, ou saltos bem altos ou ténis, contudo para o dia-a-dia e visto que a calçada portuguesa não colabora com os nossos maravilhosos saltos e sapatos super giros, os ténis são o calçado que anda praticamente todos os dias nos meus pés. 

No entanto, só nós, mulheres, sabemos como sabe bem calçar uns saltos e como nos sentimos confiantes, principalmente se forem os nossos sapatos favoritos, certo? Gosto muito de usar saltos altos, principalmente porque tornam o look logo muito mais feminino e elegante. O desafio é simples, encontrar o par de sapatos com salto (sem ser em cunha) para andar no dia-a-dia ou começar a usar com um salto médio, sem ser de muitos extremos, até porque o salto médio é uma grande tendência esta estação e é o suficiente para dar aquele boost e alongar um pouco a perna - principalmente às mais pequeninas como eu. Mas atenção, não vamos cair no salto ridículo, vamos encontrar um meio termo. Quem está comigo? 



photo: src


Sabe tão bem sonhar, sempre sonhei e sempre me envolvi demasiado nos contos de fadas. Os meus pais sempre me incutiram isso, deixarem-me sonhar com princesas Disney e com histórias de amor. Sou apaixonada por tudo na vida, pelo que faço, pela minha família, pelo meu namorado e pela família dele. Sou apaixonada pelos meus amigos e sou apaixonada pela natureza, pelos animais, pelo sol e pela vida. Acima de tudo, sei que existem contos de fadas e tudo começa a partir do momento em que estamos vivos, somos nós que o fazemos, à nossa maneira. 

Vi este vídeo e como romântica incurável que sou, sorri e fiquei apaixonada pelo gesto. Sabe tão bem saber que as almas gémeas existem, que num mundo marcado pela violência, pela escassez de tempo, ainda existem pessoas que se dedicam umas às outras desta forma. Ele pediu-a em casamento todos os dias, durante um ano. Foram 365 pedidos em casamento sem ela saber. Vejam o vídeo, vale realmente a pena verem, e para quem gosta realmente deste tipo de vídeos, aqui fica outra sugestão

P.S. preparem os lenços ihihih




No outro dia estava eu nas minhas pesquisas, quando me deparei com um artigo super engraçado na Marie Claire que falava das "Coisas que só as fashion girls entendem", apesar de não concordar com todas, achei super engraçado e então decidi traduzi-lo para colocar aqui e partilhar convosco.


src

Todos os anos, por esta altura enchemo-nos de esperanças e de vontade de (re)começar. A entrada no novo ano é sempre uma boa altura para começarmos de novo, de traçarmos novas metas e de estabelecermos novos objectivos na nossa vida. Posso dizer que em 2013 concretizei vários sonhos, um deles foi ter o Sammy na minha vida, tornou-se ainda melhor daquilo que alguma vez imaginava, desde sempre que quis ter um puppy e 2013 foi o ano em que se realizou e hoje em dia não consigo pensar na minha vida sem ele. E para 2014 o que devemos mesmo pedir e como devemos organizar a nossa vida?

src
Numa das minhas noites a ver o Sexo e a Cidade na Fox Life, pus-me a pensar nos relacionamentos da Carrie e das suas amigas e estive a analisar a forma como elas reagem e lidam com o fim das relações amorosas. A Carrie é apaixonada pelo Big, disso já todas sabemos mas na realidade nem todas podemos ficar com o Mr.Big ou aquele que achávamos que seria o Mr.Big pode não o ser. O fim de um relacionamento pode ser muito complicado e há mulheres que lidam bem com isso e outras nem por isso, também depende sempre dos motivos e de quem acabou, de como estava a relação etc.

É verdade que já recebi inúmeros emails com conselhos sobre este mesmo assunto, muitas mulheres perdem toda a auto-estima que tinham, entram em depressão, não querem sair do quarto nem têm vontade de fazer nada. Nos primeiros dias, nós, as amigas, compreendemos essa mesma frustração mas passado uns dias do final da relação temos de entrar em acção e não são só as amigas que têm de "deitar mãos à obra". Pode ser muito complicado esquecer aquele que poderia ser "o amor da nossa vida" no entanto os desgostos de amor fazem parte da vida de qualquer ser humano, muitos deles são inspirações para livros e para canções que se tornam um êxito - a Adele é exemplo disso. 
Todas nós já comprámos certamente coisas e que depois nos arrependemos. Quantas vezes é que não pensámos "Porque é comprei isto? Quando é que vou usar?" mas damos sempre por nós a pensar numa desculpa para tentar cobrir aquele erro que cometemos, tentando que seja suficientemente bom para explicar a outros o porquê da compra - ao namorado, aos pais, ao marido etc.

Pode não ser uma peça de roupa, todos nós já comprámos algo por impulso. Que se acuse a mulher que nunca comprou nada que estava fora da lista de supermercado ou pensou "ah isto até posso precisar", "que giro, deve ser bom, vou experimentar." Acho que todos nós já passámos por esta experiência, tanto homens como mulheres. No entanto quando este consumismo se torna compulsivo o caso é mais grave. 

Quem é que não se sente feliz com uma ida às compras? As mulheres precisam de ir às compras, precisam de ir ver montras e de passear no centro comercial. Há uma espécie de necessidade que é preenchida quando as mulheres vão às compras. Contudo há síndromes associados a este tipo de prática. A depressão está associada a este síndrome de consumismo compulsivo, muitas mulheres sentem-se sozinhas, tristes e inseguras, precisam de preencher um vazio e não sabem como o preencher. Comprar compulsivamente é um refúgio para quem sofre deste síndrome, muitas vezes o comprar só por dizer que se tem e provavelmente nem chegam a usar as peças, o comprar só porque alguma amiga tem essa peça e também se quer afirmar ou o comprar porque quer estar no mesmo patamar de alguém a nível social, ou quer passar uma imagem de alguém que no fundo não o é.





É verdade que um par de sapatos novos pode subir e muito a auto-estima de uma mulher, uma mala nova ou uma blusa nova por exemplo que nos fica lindamente e defendo que quando nos sentimos mais em baixo, não há nada melhor do que irmos às compras. Todas as mulheres gostam de se sentir bonitas, no entanto temos de ter atenção e saber quando parar. O facto de comprarmos só por comprar, ou comprarmos só para ter o roupeiro mais cheio, comprarmos só para fazer inveja alguém o vazio que é sentido não vai ser preenchido. Este mecanismo de comprar compulsivamente é associado ao mesmo mecanismo da compulsão alimentar - comemos porque nos sentimos tristes e deprimidas, ou mais em baixo e a comida é o noso refúgio. Com as compras é exactamente a mesma coisa.

Todas as mulheres precisam de se sentirem bonitas e não há nada como ir ver as novas colecções nas lojas, e é dificil controlarmos "o nosso bom gosto" para evitar as dívidas com o banco, principalmente na fase económica que atravessamos hoje em dia. 

É tudo uma questão de auto-estima e de se sentirem bonitas, enquanto isso não acontecer e não tratarem primeiro de vocês, não passará de um ciclo vicioso. Não se esqueçam que sorrir é o melhor remédio para tudo e há pequenos passos e pequena conquistas que valem muito mais do que uma camisa nova, depois disso, podem sim apostar num novo guarda-roupa a condizer com a vossa personalidade.



Alguém se identificou com o post sobre como as raparigas fazem a mala? Depois de ver este vídeo sobre as mentiras das mulheres, não resisti e tive de vir comentar. Talvez da próxima vez que usar algumas destas desculpas vou ser apanhada - principalmente com o meu namorado quando lhe digo que estou quase pronta e provavelmente ainda estou de toalha na cabeça e cara por maquilhar, armários abertos e a roupa espalhada pelo quarto a tentar perceber o que vou vestir. 

Mas sinceramente, acuse-se quem nunca afirmou que comprou uma peça de roupa, uns sapatos o que seja em promoção quando no fundo não foram baratos ou não estavam com baixa de preço? Ou quando dizemos que nos despachamos em 15 minutos e esses 15 minutos transformam-se em 60min - pois apanhada mais uma vez! 

Ou quem é que nunca fez cerimónia porque não queria comer ou parecer esfomeada à frente de uma amiga ou do namorado? Ou o tão questionado "o que se passa?" e dizemos que não é nada, quando no fundo estamos completamente danadas com o mundo? Quanto às bebedeiras não sei porque, isto é verdade o que vou afirmar, nunca apanhei nenhuma - not a lie! 

Mas acontece muito dizer "Ah foi a primeira coisa que saiu do armário" quando alguém diz "estás tão gira" e no fundo estivemos hora e meia a olhar para as roupas penduradas nos cabides e vestimos 20 looks diferentes. So what? Até parece que os homens não são iguais às mulheres neste aspecto, mas com outras pequenas mentirinhas.. That's life!

Em vésperas de viajar lembrei-me de fazer um post sobre como as raparigas fazem a mala. Bem, na verdade lembrei-me de escrever algo sobre isso visto que me deparei com uma série de vídeos no youtube que são uma sátira tanto das mulheres como dos homens. Depois de ter visto este vídeo, pus-me a pensar "Porque é que levamos tanta tralha connosco?".


Eu digo-vos que adoro fazer a mala, a sério que gosto de pensar em tudo o que vou vestir enquanto estiver fora e levar os acessórios a condizer e tudo mais, mas de facto uma coisa que odeio quando volto de viagem é de a desfazer. Penso logo "epa mas de onde é que veio esta roupa toda que nunca mais acaba?" 

Sempre que vou de viagem levo o meu equipamento da ginástica porque penso sempre "vou-me empenhar e vou mesmo fazer algum desporto durante as férias" e acabo sempre por levar imensa coisa de desporto, mais os ténis que, digamos que não é propriamente uma coisa que ocupe pouco espaço e depois acabo sempre por não usar nada. Ou acabo sempre por levar 7 pares de calças, mais 9 saias e 5 vestidos porque acho que vou mudar de roupa 3 vezes por dia. 

Também calha pensar, pode haver algum dia em que me apeteça mesmo usar uns pumps mas acabo sempre por usar umas sabrinas porque acho que vou fazer figura de dondoca. No fundo, levo sempre um bocadinho de cada coisa comigo na mala, acho que é essa a grande diferença entre raparigas e rapazes, nós levamos várias roupas para várias ocasiões enquanto que eles basta abrirem a gaveta das t-shirts e colocam lá o número exacto das t-shirts para o número de dias que vão de férias, colocam uma camisa e toca a andar.

Já nós? Bem, nós pensamos na cor do vestido que queremos levar, no que será mais adequado e levamos sempre outro vestido caso aquele se suje ou fique amarrotado na mala, ou caso aquele vestido não seja suficientemente bom para a ocasião. 

É um dilema ser mulher, mas eu adoro! E vocês?


Finalmente uma saída com as meninas, não há nada melhor que uma Girls Night Out e este é sem dúvida um território a explorar, porque lá por sermos todas raparigas e ser uma noite dedicada só a mulheres, não quer dizer que nos tenhamos de desleixar no outfit, afinal de contas vamos sair à rua e quem sabe quem podemos encontrar, além do mais, a parte divertida começa muito antes de nos encontrarmos todas, começa com o abrir do armário e decidir o que vestir. O que acham de apostarmos nuns calções de cintura subida e um top com uma textura para lhe dar alguma personalidade? Combinando-os com uns pumps e um blazer. Com o cabelo apanhado num chic ponytail e um toque de cor nos lábios  estamos prontas para arrasar as ruas, siga beber um cocktail meninas? Agora sim estamos perfeitas, não esquecer a máquina fotográfica!

Há alguma de vocês que tem alguma Girls Night esta semana? Contem-me tudo!

Finally a Girls Night Out, there's nothing better and without doubt we all know how much fun we get when we do it, right girls? So we can't forget how fabulous we are and how amazing we need to be even if we are only girls, we never know who we will find and the fun part of a Girls Night Out starts at the moment that you open your closet and try to decide what to wear. What do you think about showing some skin, with a highwaisted shorts, a texturized top, a blazer and some pumps to give the touch and a chic ponytail and some red lips? That's the perfect outfit to go for a cocktail. Now you're absolutely perfect, don't forget your camera!

Are you going for a Girls Night this week? Tell me about it!




Apesar de estar reservado no título para "Single Ladies Only" é claro que todas as mulheres merecem tomar conta de si e tratar do corpo, aliás é a minha parte preferida do dia, sair do banho e por os cremes todos, sentir o fresco do creme para combater a celulite e passar o óleo Johnson's nas costas para ficar com a pele suave, colocar as máscaras para prevenir borbulhas ou até mesmo o creme de corpo, são sensações maravilhosas às quais nos podemos dar ao luxo, e cada vez mais temos mais produtos ao nosso dispor por onde escolher, desde aos cheiros, às cores e embalagens para condizerem com a casa-de-banho ou quarto. Meninas, estas são as minhas sugestões para cuidarem do corpo, um bom hidratante de corpo, um gel anti-celulite, um óleo para deixar a pele super suave e não esquecer a cara, um bom creme hidratante, um anti-rugas excelente (aqui temos mesmo de gastar algum dinheiro), um anti-olheiras e umas máscaras boas para nos darmos ao luxo de colocarmos uns pepinos nos olhos! 

Aproveitem esta altura do dia para se darem ao luxo destes pequenos prazeres e aproveitem para se massajarem ao aplicarem o gel anti-celulite ou até mesmo o hidratante, desta forma vão ajudar a circulação e a pele vai ficar com outro aspecto, garantido!

Alguma de vocês usa alguns destes produtos? Vamos lá brilhar e gastar um tempinho com o nosso corpo porque ele merece e vocês também, nem que acordem 5 minutos mais cedo, vão ver que levantar o rabo da cama mais cedo para se darem a estes luxos vai melhorar o vosso mood!






Despite being booked on the title to "Single Ladies Only" it is clear that all women deserve to look after themselves and treat the body, incidentally is my favorite part of the day, leaving the bathroom and all the creams, feel the cool cream to fight cellulite and to pass the Oil Johnson's back to keep skin soft, put the masks to prevent bubbles or even body cream are wonderful sensations to which we can afford, and increasingly have more products at our disposal to choose from, since the scents, colors and packaging to match the home-suite bathroom or bedroom. 

Girls, these are my suggestions for taking care of the body, a good body moisturizer, an anti-cellulite gel, an oil to leave skin super smooth and not forgetting the guy, a good moisturizer, an anti-wrinkle excellent (here spend some money), an anti-dark circles and shades good for us the luxury to put some cucumbers on the eyes!

Enjoy this time of day to give themselves the luxury of small pleasures and learn to apply the gel to rub anti-cellulite or even moisturizer, so will help circulation and skin will turn to another aspect, guaranteed!Some of you use some of these products? Let's spend some time with your body and taking care of it!




Parece impossível, o armário está cheio e não ha nada que sirva, a sensação de não ter roupa nenhuma é constante e entramos em pânico perante o cenário: há um encontro marcado e é preciso estar maravilhosa sem ser demasiado ousada, nem demasiado Bree Van De Kamp. 

Qual a melhor escolha para um look fabuloso, chique e ao mesmo tempo confortável? Eu optaria por um look branco total, tendo em conta a altura do mês em que estão meninas, não queremos que esse encontro seja arruinado por um amigo indesejado, no entanto umas calças brancas com uma t-shirt básica e o toque especial da maxi-clutch é sem duvida o look ideal para um encontro e claro, não esquecer os clássicos pumps pretos que são um must-have no armário. Quanto a cabelo e maquilhagem? Keep it simple! Ah e não esquecer do acessório principal: o sorriso!


Arrasamos?


It's unbelievable, the closet it's completely full and there's nothing to wear, you feel like you need to go shopping right away and to buy the latest trendy clothes, you need to find the perfect matchy outfit without being too much edgy or too much Bree Van De Kamp.

What's the best choice for the fabulous look, a chic and confortable look on a date, is that possible? I would choose something like a total colored look, total white it's a great choice but you need to know in what time of the month is it, otherwise you'll take a huge risk to have a really bad visit to ruin your date. Let's take the white pants and the white t-shirt, combine them with a maxi-clutch and of course the all time favourite black pumps. What about the hair and makeup? Keep it simple! Ohh and don't forget the main accessorie, your smile!

Let's rock it?


Como uma defensora das mulheres que sou, sou completamente adepta do poder feminino e não há nada como grandes vozes de grandes artistas femininos para nos espicaçar um bocado e trazer o nosso "eu" de volta, certo meninas? Fica aqui a selecção MUST have das S.L.O (Single Ladies Only). Colbie Caillat, Christina Aguilera, the Queen Gaga, Duffy, uma banda sonora do vosso musical preferido, Taylor Swift, Katy Perry e claro a fabulosa Adele. Vamos adoçar a semana com estas vozes maravilhosas e sentirmo-nos frescas e mais novas de novo, não há nada como a música para nos pôr à prova e estabelecer-mos novos objectivos.

As a super feminine girl, I'm completely addicted to girl power and there's nothing like great voices and great artists to spice you up and bring your new you back, right? So here's the MUST have selection of a S.L.O (Single Ladies Only). Colbie Caillat, Christina Aguilera, the Queen Gaga, Duffy, an OST of you're favourite musical, Taylor Swift, Katy Perry and of course the fabulous Adele. Let's spice your week with these ladies and feel fresh and new, there's nothing like music to make you feel younger, fresh and with new goals. Girls, let's spice things up and let's hear the fabulous Aguilera singing!

Primeiro que tudo e antes de começar a estabelecer regras e de mudar o nosso estilo de vida, é necessário salientar que não há nada de errado em ser solteira, se se questionam o que há de errado com vocês, a resposta é fácil não  há absolutamente nada de errado. Somos mulheres e como todas sabemos, as mulheres conseguem tudo o que querem. Umas com menos auto-estima que outras, a confiança nem sempre é a mesma, e por vezes há situações que nos deitam mais abaixo e acabam com a pouca auto-estima que há, desde uma separação ou a uns kg a mais podem ser alguns dos factores que nos tiram a confiança, mas isso agora acabou e vão ter de me prometer isso. Um truque para animar o dia? 

Não há nada como sorrir em frente ao espelho, as pessoas são mais bonitas quando sorriem e dizerem para vocês mesmas ou se forem corajosas podem dizê-lo em voz alta "eu sou bonita" não há nada como salientar as nossas melhores qualidades e não digam que não têm porque há sempre algo que chama a atenção, desde o cabelo, o sorriso, o olhar, as mãos bonitas, a personalidade. E para animar o dia, não há nada melhor que uma saída com amigas para explorar terreno reservado aos homens, o shopping! Meninas, está na hora de mudar de vida!

First of all, before starting to draw up rules and changing our lifestyle, we must stress that there is nothing wrong with being single, if you ask what's wrong with you, the answer is easy there is absolutely nothing wrong. We are women and as all know, women get everything they want. With one less self-esteem than others, trust is not always the same, and sometimes there are situations that lie below and end up with low self-esteem that is, from a separation or a few pounds more may be some the factors that draw us confidence, but it's over now and will have to promise me that. One trick to liven up the day?

There is nothing like smiling in the mirror, people are more beautiful when they smile and say to yourself or if they are brave can say it out loud "I am beautiful" there is nothing like highlight our best qualities and do not say who do not have because there is always something that draws attention from the hair, the smile, the look, the beautiful hands, personality. And to enliven the day, there's nothing better than an out with friends to explore land reserved for men, shopping! Girls, it's time to change your life!


Meninas, preparem-se que a nova rubrica do sketchbook six está a chegar, dedicada a todas as solteiras e todas as que nunca perderam o espírito de solteira dentro de si - Single Ladies Only (S.L.O) onde vamos estabelecer um estilo de vida sem que seja comandado por maridos, namorados, pais, irmãos ou até mesmo ex-namorados. Assuntos como o que vestir numa saída de raparigas, o kit de sobrevivência de todas as solteiras, o que fazer num dia dos namorados ou num Domingo chuvoso, o que fazer quando recebemos uma mensagem do ex-namorado, estabelecer objectivos e mudança de estilo de vida são alguns dos muitos temas que vão ser abordados. Preparadas para seguir esta vossa nova bíblia à risca?

Girls, get ready for the new line of six sketchbook is coming, dedicated to all single ladies and all who never lost the spirit maiden to her - Single Ladies Only (SLO) where we will establish a lifestyle without husbands, boyfriends, fathers, brothers or even ex-boyfriends control. Issues like what to wear on an girls night, the survival kit of all unmarried, which make a Valentine's Day or a rainy Sunday, setting goals and changing lifestyle are some of the topics that will be addressedAre you ready to follow your new bible to the letter?
Blogger Template Created by pipdig