... que podem e devem incluir no vosso dia-a-dia!

Quando decidi perder peso e optar por um estilo de vida mais saudável, houve várias coisas que tive de mudar na minha alimentação e hoje venho falar-vos de uma delas: os lanches. Curiosamente os lanches são as alturas em que provavelmente cometemos os maiores deslizes e onde ingerimos calorias extra desnecessárias: bolachas, bolos, sumos, chocolates, folhados, sandes, doces etc.

Foi um dos quatro alimentos que mudaram a minha alimentação nos últimos tempos e que sem dúvida tem trazido imensos benefícios, é uma fruta rica em gorduras boas que o nosso organismo precisa e apesar de ser um alimento bastante calórico temos de pensar para além disso e pensar essencialmente a nível nutricional, um alimento muito rico em nutrientes e carregado de coisas boas.

É um óptimo amigo para a nossa visão, tem imensa vitamina E que ajuda a revitalizar a nossa pele e o cabelo, mantém o coração saudável, é um dos melhores aliados no combate ao colesterol e doenças cardiovasculares, é um alimento com imenso potássio, fibra que ajuda a melhorar a absorção de nutrientes e ajuda a perder peso - inibe o apetite e é anti-inflamatório. No que toca à pele, por conter vitaminas A, C e E faz com que a pele fique muito mais bonita e saudável Para além disto, podemos ainda fazer várias máscaras e tratamentos de beleza com abacate: pele e cabelo que precisem de hidratação e nutrição profunda, é um alimento perfeito para isso mesmo. 
Há inúmeras, inúmeras receitas com abacate! Mesmo! Seleccionei algumas, bem deliciosas que vos podem dar inspiração e ajudar a incluir esta super-fruta cheia de coisas boas na vossa alimentação. Aqui ficam as minhas sugestões.


the delicious bagel
A primeira sugestão que dou é uma óptima sugestão para um brunch ou uma refeição mais ligeira e combina três coisas de que gosto muito: bagels (com sementes, integrais ou normais), queijo para barrar com alho e ervas e abacate. Sim, faz mesmo crescer água na boca porque é de facto, delicioso! Para que ainda fique mais saboroso e mega estaladiço nada como torrar os bagels, pode ser na torradeira ou directamente numa frigideira, barramos o queijo de alho e ervas e colocamos umas fatias de acabate por cima, yummmm! 

the classic combo
Abacate e ovos, sim! É uma das combinações mais clássicas, seja em omeletes, ovos mexidos ou até mesmo em tostas, os ovos e o abacate são um dos dois pares perfeitos na cozinha - o outro conhecemos já de seguida. A sugestão para esta receita entra também como sugestão de pequeno-almoço: ovos mal cozidos numa fatia de pão com umas fatias de abacate trituradas com sumo de limão, fica absolutamente delicioso. Conseguem assim um pequeno-almoço equilibrado com hidratos de carbono, gorduras boas e proteínas. Classic! 


ceviche party
A segunda combinação já estavam a adivinhar não é? Pois é salmão & abacate! Provavelmente uma das combinações de que mais gosto na cozinha, é uma mistura rica em gorduras e em ómega3 e que é absolutamente deliciosa. Há pouco tempo aventurei-me na cozinha peruana e fiz o meu primeiro ceviche, a receita está por aqui pelo blog se quiserem experimentar é uma óptima opção para um almoço ou jantar e muito mais fácil e rápido de fazer do que pensava.

avocado pesto
É outra receita que uso muito e já partilhei até várias vezes no meu instagram (@jufcarreira) os meus Zoodles com este molho pesto de abacate que é absolutamente delicioso. Tudo o que precisam é de meio abacate, azeite, sumo de um limão, miolo de noz ou pinhões, sal e pimenta a gosto, trituram tudo e é só juntar à vossa massa ou aos vossos zoodles se quiserem "cortar" nos hidratos de carbono simples. 


baked eggs in avocado
Uma das receitas que tenho visto pelo mundo paleo e que é igualmente deliciosa, caso contrário não estaria por aqui, certo? Os ovos cozinhados em abacate que são super fáceis de fazer também e são super simples. Basta abrirem um abacate, retirarem o caroço e colocarem um ovo em cada metade, no lugar do caroço do abacate. Gosto de adicionar um pouco de pimenta e umas ervas aromáticas e deixo cozinhar no forno (220ºC) entre 15 a 20 minutos só para que as claras fiquem suficientemente consistentes, gosto deles mal cozidos no meio e a mistura da gema mal cozida com o abacate amolecido é deliciosa - sim para comermos mesmo assim à colherada! Yummmm

the contrast toast
Dispensa de apresentações não é? Aliás, a receita também já anda por aqui precisamente por ser uma das "tostas" com mais saídas cá em casa e uma das opções à qual recorremos sempre que queremos um brunch at home ou acordamos mais tarde, especialmente nas férias e aos fins-de-semana. Sumo de limão triturado com meio abacate, sal e pimenta barrado numa tosta de pão escuro e com fatias de salmão fumado por cima, parece-vos bem? 


make it salty & sweet!
Esta receita surge como sugestão de uma tosta mas pode perfeitamente ser feita sem qualquer fatia de pão, apenas como se fosse uma salada bitter-sweet. E porquê? Porque experimentem esta combinação: pêra fatiada com nozes, queijo gorgonzola, canela e um pouco de mel por cima. É absolutamente delicioso e pode ser uma óptima sugestão como uma base para uma salada ou quem sabe um snack a meio da tarde.

the simple fried eggs
Mais uma combinação deliciosa: ovos estrelados com fatias de abacate. Uma sugestão rápida, fácil e perfeita para um pequeno-almoço cheio de nutrientes: proteínas e gorduras boas! Não tem qualquer ciência, apenas dois ovos estrelados com umas fatias de abacate, mais ou menos maduro a escolha é vossa. Pode parecer estranho, mas não há nada como experimentarem.


the green smoothie
Ora pois tinha de vir um smoothie, claro que sim! Os smoothies verdes usam muito o abacate e de facto é um dos alimentos que ajuda a dar alguma consistência a estes "sumos" que tão bem nos fazem. Para além de serem ricos em vitaminas e minerais são uma forma super simples de recebermos um shot de coisas boas logo pela manhã. Haverá algo mais rápido do que juntar umas folhas de espinafres, meio abacate, umas fatias de ananás e um pouco de sumo de laranja numa liquidificadora? Super quick and easy! 

the avocado & feta salad
Por fim uma receita de uma salada bem leve e deliciosa agora para o verão, uma salada para o almoço que para mim funciona muito bem se for feita de manhã para dar tempo de ficar bem fresca até à hora H. Abacate cortado aos cubos, queijo feta e pepino tudo regado com sumo de um limão, sal, pimenta e ervas de provence. Ohhh verão vem rápido!


E pronto podia ficar aqui o resto do dia com imensas receitas e ideias óptimas com o abacate. Para já ficam 10, provavelmente as minhas 10 favoritas e em breve partilho mais algumas coisas boas e deliciosas convosco. Agora quero ver essas receitas no vosso instagram, não se esqueçam de colocar a #eatcleanwithskbs para irmos todas fazendo parte deste movimento e irmos tirando algumas ideias.

_
Ph. Pinterest
Nunca se falou tanto no tema como agora. A preocupação com a nossa alimentação, com a escolha dos ingredientes e acima de tudo, o procurar saber a sua origem tem estado cada vez mais presente no nosso dia-a-dia. Costumo receber algumas mensagens sobre o tema e sem dúvida alguma que é algo que acabei por descobrir e pesquisar muito ao longo do tempo e durante o meu processo de perda de peso.




Uma das dicas fundamentais neste processo é a organização. Organizar as refeições para a semana, experimentar receitas novas e acima de tudo, aprender que substituições podemos ou não fazer. Para quem gosta de experimentar receitas novas, precisa de ideias para refeições mais saudáveis (sem deixarem de ser deliciosas), a Yum Lab é o novo projecto que tem de seguir de private cooking e que este fim-de-semana vai dar um workshop de brunches e snacks saudáveis onde podemos aprender e testar novas receitas, tirar ideias de menus para a semana e aprender um pouco mais sobre cozinha saudável.

As owners da YumLab são a Marta Candeias e a Ines Pais, duas experts em comida saudável e que têm este novo projecto cheio de coisas deliciosas e que promete! Eu vou estar por lá para experimentar e testar novos snacks e ideias para um brunch para depois reproduzir em casa com amigos e família! Ainda há vagas, podem saber mais aqui 

__
ph via Pinterest


Domingo aqui por casa é dia de organizar as refeições da semana que se segue. Costumo sempre preparar as refeições todas que faço fora de casa sempre que possível, desta forma consigo organizar e planear logo a minha semana a nível de refeições, sabendo de antemão quais os dias que tenho almoços fora ou que consigo comer algo feito por mim. 


O segredo de uma alimentação saudável está aqui mesmo, nas escolhas que fazemos. E se tivermos esta disciplina de organizar a nossa semana, a chamada meal prep, a nossa tendência para "desviar" do plano é muito menor. E quem fala em almoços, fala em snacks por exemplo. Hoje trago-vos 5 ideias de refeições saudáveis que podem fazer em casa e levar para o trabalho, ou que podem ser também boas opções para jantares rápidos, saudáveis e fáceis de fazer.


Uma das opções é o salmão no forno com limão e espargos,  hoje em dia já encontramos peixe de óptima qualidade em hipermercados. Continuo a preferir sempre os mercados, mas para quem nem sempre tem tempo para ir ao mercado, já há óptimas opções de peixe fresco no Continente ou no El Corte Ingês por exemplo. É uma daquelas refeições perfeitas para se fazer ao mesmo tempo que arrumamos a cozinha ou tratamos de outras coisas em casa basta embrulharmos uma posta de salmão marinada em limão e azeite com espargos em folha de alumínio e colocar no forno por 20 a 30 minutos até ficar assado. 

Para quem é fã de bowls, esta é uma das opções ideais para levar para o trabalho. Isto porque basta cozinharmos dois a três ingredientes e colocar em várias caixas e ir montando a gosto durante a semana, variando sempre nos ingredientes e na combinação. A sugestão de uma bowl vegetariana passa por uma mistura de alfaces, rúcula, dois ovos semi cozidos (basta deixarem apenas 6min quando a água levantar fervura e colocar logo em água fria para conseguirem que fique este efeito de gema mal cozida por dentro), meia batata doce e meio abacate. Delicioso!



Quem me conhece sabe que sou louca por zoodles, os noodles de courgette que é outra excelente opção de almoço para levar durante a semana, basta grelhar ou saltear miolo de camarão na wok com uma espargos et voila!

Outra opção de refeição saudável é o peito de frango grelhado, provavelmente um dos alimentos mais versáteis e que podemos fazer logo no Domingo. Grelhamos 2 ou 3 e podemos depois declinar para frango desfiado, frango laminado ou em cubos e adicionar em bowls, saladas ou simplesmente para acompanhar com legumes salteados. Por ultimo, uma bowl também ela de frango com ervas, arroz branco, abacate e legumes grelhados. 

Os planos para este fim-de-semana eram bem diferentes, a ideia era termos ido para o Algarve para aproveitar o sol e fazer uns dias de praia. Contudo, parece que a meteorologia nos trocou as voltas e acabámos por passar a Páscoa por cá! Assim sendo, nada como aproveitar as visitas pela cidade e explorar alguns dos nossos lugares favoritos. Haverá melhor forma de passar o fim-de-semana de Páscoa do que com um brunch em família ou com os amigos? 


Para quem procura um bom spot para experimentar um brunch, o Fauna e Flora é uma das opções e foi a escolhida para esta sexta-feira santa. Há sempre fila, mas vale muito a pena a espera! Depois de estarem sentados, o mais difícil é mesmo escolher no meio de tanta opção. A sugestão é pedirem 3 a 4 pratos e dividirem entre todos!

Sugestões? A tosta de abacate com batata doce na base, o açaí com granola, panquecas guilty, a bowl de atum ou a smoothie bowl de cacau e banana. Yummmm! Já de água na boca? Esperem só até visitarem o local! Podem ler mais sobre o Fauna e Flora aqui. Fica a dica ;)
Domingo de chuva é a desculpa perfeita para ficar em casa a devorar filmes ou séries. Confesso que o plano de hoje era começar a ver uma nova série, mas acabei por ficar vidrada no filme Comer, Orar e Amar que já não via há algum tempo. Os domingos de chuva são também sinónimo de cooking plans! Quem me conhece sabe que adoro cozinhar e por isso aproveitei a tarde de hoje para fazer uma das minhas receitas favoritas - banana bread


É uma das minhas receitas deliciosas porque mistura vários ingredientes que adoro e fica com uma textura absolutamente deliciosa: tostado por fora e fofo por dentro. Para além disto é uma receita super fácil e rápida de fazer.


ingredientes 
(dose para 4 pessoas)
2 bananas maduras
 1 colher de sopa de óleo de côco
2 colheres de sopa de farinha
1 colher de sobremesa de fermento 
1 ovo inteiro 
mel 
sal 
canela


how to
  1. começam por pré-aquecer o forno a 200ºC
  2. Numa blender colocam a banana esmagada, o oleo de coco derretido, a farinha, o mel, o sal, o ovo e a canela e misturam tudo até obterem uma massa homogénea.
  3. Forram uma forma rectangular pequena com óleo de côco e deitam a mistura
  4. Deixar no forno entre 35 a 40 minutos e depois retirar.
  5. Deixar arrefecer 10 minutos et voila, pronto a comer



Abriu no final do ano passado em pleno Príncipe Real, o mexicano que veio de Miami para a capital portuguesa é um verdadeiro paraíso para os fãs de comida mexicana, e quem já lá foi, percebe porquê. Nós fomos visitar e testar os tacos com selo de aprovação de Barack Obama e ficámos rendidos! 


Quando um restaurante está praticamente sempre cheio, com lista de espera e onde as pessoas não desistem de entrar, estamos perante um fenómeno à la Boa Bao, ou seja, que a espera vai valer a pena. E a verdade é que tudo isto se confirma. O espaço é pequeno, mas super acolhedor e com ambiente bem divertido, tal como todo o staff que é muito atencioso e sabe sempre ajudar-nos a escolher e aconselhar para quem se sentir perdido no meio de tantos tacos, burritos e bowls.


Mas first things first, o que queremos beber? Desde Tequilla, Margueritas ou cocktails sem álcool! Aqui há de tudo e o difícil é escolher! A carta azul é para isso mesmo, drinks only! No nosso caso optámos pelos cocktail sem álcool e fomos surpreendidos com o de manga que vem com um mini gelado e coberto com as petazetas - quem se lembra daqueles estalinhos na boca? É verdade, um cocktail super divertido e delicioso! Para além deste há um cocktail com leite de arroz e canela e um de soda de toranja que também é delicioso. Passamos agora para a carta principal e aqui podemos escolher um pouco de tudo, ou optam por uma versão de pedir vários tacos e burritos para dividir entre todos e provar as várias opções da carta, ou optam por pedir individualmente. No nosso caso pedimos individualmente pois queria experimentar a bowl de pollo al carbon e o Manel acabou por optar por um taco de carne assada. 


De entrada pedimos o guacamole, absolutamente delicioso e feito na hora! Vem com vários molhos à parte que podemos colocar nos burritos, tacos, bowls ou até mesmo "apimentar" o nosso guacamole. Quanto às doses, aconselho a que peçam 2 tacos ou 1 taco e 1 burrito se estiverem com muita fome. a Minha bowl era uma dose bastante grande e também dá para dividir! Assim podem provar um pouco de tudo! 

De sobremesas podem escolher os gelados tipo picolé de frutas ou churros com doce de leite ou chocolate! Se estão já a pensar onde vão almoçar ou jantar este fim-de-semana, here's a great tip! Um local que vamos certamente voltar!

__
Aberto todos os dias
Rua Dom Pedro V, 65, Principe Real, Lisboa

É provavelmente uma das receitas mais simples, fáceis e deliciosas de fazer. Esta é a receita que costumo fazer quando quero "desenrascar" algo saudável e que dê para vários dias - ou para várias pessoas. Quem me segue sabe que costumo sempre partilhar algumas receitas, esta fritada vegetariana foi uma delas e que gerou bastante curiosidade e por isso mesmo, deixo-vos hoje com a receita para que possam replicar em casa.




As fritattas têm uma grande vantagem, são muito versáteis pois dá para adicionar os ingredientes que mais gostarmos, neste caso usei cogumelos frescos, alho francês e espinafres. No entanto existem outras combinações deliciosas como tomate, queijo e cogumelos, frango, espinafres e ervilhas entre muitas outras. 

ingredientes
6 ovos inteiros
3 claras
250gr cogumelos frescos
espinafres 
1 alho francês 
sal
pimenta

how to 
1. começamos por saltear os vegetais numa frigideira com azeite e alho
2. numa taça colocamos os ovos inteiros e as claras e batemos tudo até termos uma mistura homogénea e juntamos os legumes ja salteados
3. untamos uma frigideira com azeite ou oleo de côco e colocamos a mistura
4, tapamos a frigideira e deixamos cozinhar durante cerca de 10min em lume médio
5. quando ficar com aspecto de quiche, é só retirar e está pronto a comer.
Fica no Estoril e é um restaurante italiano bem pequenino, com um segredo muito bem guardado, aqui tudo é feito em casa! As massas do LaMassasão frescas e são feitas em casa, no menu não temos nada para além de várias opções de pastas - desde os raviolis, ao linguiniou ao papardelle. Para além das pastas que vêm na carta, há ainda pratos do dia que vale a pena experimentar. 
lamassa.png

Assim que entramos no Lamassavemos logo a vitrine com todas as massas frescas, são muitas as opções e os pratos que nos apresentam. O espaço pequeno e acolhedor está sempre cheio e percebe-se bem porquê. Este pequeno paraíso italiano para além de ter das melhores pastas de Lisboa, tem provavelmente o staff mais simpático de sempre!  

lamassa02.png

Para entradas pedimos a burrata com tomate confitado, uma tábua com trio de bruschettase legumes grelhados com queijo (best seller e um que aconselho fortemente!), depois optei pelos raviolis com trufa e cogumelos que estavam deliciosos. Já o meu pai, optou pelo papardelletambém com cogumelos e trufa que, segundo ele, estava espectacular (quem ama trufa este é O prato a pedir!).
lamassa01.png
A minha mãe optou pelos raviolis com espinafres e molho de tomate e o Manel e o Pedro por uma Carbonara que estava perfeita! De sobremesa, num espaço como este só podemos esperar a tradicional panacotta (pois claro!), mas há ainda outras opções bem diferentes como um cheesecakede pistachio por exemplo! 

Um espaço delicioso e que vale muito a pena experimentar, fica a dica! 
__
Lamassa
Rua J A Ferreira, 121, São João do Estoril, Cascais 2765-232
telm.: 21 4684362
telf.: 968483040




A granola é das coisas mais fáceis de fazermos e das coisas mais saudáveis que podemos e devemos incluir no nosso pequeno-almoço e se for homemade, melhor ainda. Porquê? Porque mistura uma série de frutos secos ricos em fibras, gorduras boas e algumas sementes ricas em proteínas. O facto de ser feito homemade faz com que consigamos controlar a quantidade gorduras e dos óleos que adicionamos para criar aquela crosta mais doce e que une a mistura dos alimentos secos, se fizermos em casa conseguimos controlar não só os ingredientes mas também a quantidade, usarmos apenas as quantidades necessárias e não adicionarmos açúcares extras. 







Esta receita é uma receita que adaptei do livro da Ella, do Deliciously Ella e que pode ser facilmente adaptada aos vossos gostos pessoais, a base é sempre a mesma e podem e devem adicionar o que mais gostarem. Neste caso é uma granola feita com flocos de aveia (costumo usar sem glúten, mas podem usar normal), nozes de pecan, lascas de côco, sementes de girassol e sementes de abóbora. Mas também gosto de adicionar bagas de goji, lascas de côco biológico e cacau cru por exemplo. Super rápido e fácil de fazer e como vêm as possibilidades são imensas. 

INGREDIENTES
180gr de nozes de pecan 
100gr amêndoas com pele
240gr de flocos de aveia
175gr de sementes de abóbora
175gr de sementes de girassol
3 colheres de sopa de óleo de côco
3 colheres de sopa de xarope de ácer ou de mel
1 colher de sopa de canela em pó

LET'S DO THIS
1# Começo por pré-aquecer o forno a 180ºC;
2# Num tacho coloco o óleo de côco, o xarope de ácer e a canela em pó e derreto tudo, misturando bem até ficar uma mistura uniforme;
3# Junto os frutos secos maiores numa trituradora apenas para os partir, sem os desfazer totalmente, neste caso as nozes de pecan e as amêndoas;
4# Tuma tigela misturo os flocos de aveia, as sementes de girassol e as sementes de abóbora e depois adiciono os frutos secos maiores já partidos e a calda. Misturo tudo bem
5# Forro um tabuleiro com papel vegetal e espalho a granola por todo o tabuleiro de forma a que fique tostada por igual
6# Levo ao forno a 180ºC por cerca de 30 a 40 minutos. 

Quando começar a ficar tostada está pronta, mas nem têm de contar os minutos, o cheirinho delicioso vai sentir-se pela casa inteira! Depois podem guardar em frascos e terem sempre à mão em casa para juntarem aos vossos pequenos-almoços ou lanches com iogurtes, fruta ou queijo quark. Yummmmm! Costumo comprar os ingredientes secos no Continente, na área dos frutos secos e quando não há acabo por comprar no Brio ou no Celeiro por exemplo que costumam ter e é onde também encontram os outros ingredientes como óleo de côco e o xarope de ácer . 






Já vos falei dos mil e um benefícios da Spirulina, mas e receitas? Como é que podemos incluir a super-alga na nossa alimentação? Reuni então 10 receitas bem saudáveis, no fundo opções rápidas e simples de que gosto muito - especial destaque para o pesto, o topping para saladas, o smoothie verde e a quinoa crocante. Querem saber mais? Então aqui ficam 10 ideias!


green detox
O conhecido sumo verde ou sumo detox é precisamente uma das receitas mais conhecidas que inclui esta super-alga. Já sabemos que o sumo verde deve conter vegetais e fruta, os que mais gostarmos. A minha receita favorita junta espinafres, aipo, ananás, maçã, água e uma colher de chá de spirulina. Tudo isto triturado na liquidificadora et voila, um shot de minerais e vitaminas logo pela manhã. Há ainda outras misturas de que gosto muito como espinafres, água, limão, gengibre e spirulina só que acaba por não ser tão doce quanto a primeira opção. O sumo verde é uma das opções mais rápidas e fáceis daí ao seu enorme sucesso em todo o mundo.

green bowl
a seguir aos sumos verdes, o green bowl é uma das receitas mais populares e que mais me agrada. Porquê? Porque é uma óptima sugestão para um pequeno-almoço reforçado e nutritivo, principalmente para aqueles dias em que sabemos que vão ser caóticos e que vamos precisar dos nutrientes certos para chegarmos ao final do dia sem atacarmos o frigorifico ou a despensa. O que é que precisam para um green bowl super nutritivo? Muito simples, os ingredientes são: 1/4 de abacate, 1 a 2 bananas pequenas previamente cortadas e congeladas, 1 chávena de frutos vermelhos (frescos ou congelados), 1 colher de chá de spirulina em pó, 1 iogurte natural. 

Basta colocar tudo numa liquidificadora para triturarem e misturarem os alimentos até ficarem com uma consistência mais uniforme. Gosto de congelar as bananas na noite anterior porque vai dar outra consistência e o abacate é um alimento importante a ter em conta precisamente para lhe dar esta consistência mais cremosa e deliciosa. Depois podem adicionar como toppings granola, flocos de côco biológico, pinhões, sementes de chia, sementes de girassol, bagas de goji, nozes de pecã.. enfim, tudo o que mais gostarem. 



green smoothie
A diferença para o sumo detox é que o green smoothie acaba por ser bem mais consistente, no fundo podem usar a receita do green bowl e acabam por não acrescentar os toppings. Para o smoothie perfeito a receita é 3 chávenas de "verdes" à escolha (espinafres, aipo, alface, brócolos, pepino...) mais duas chávenas de algo líquido à escolha (leite de amêndoa, de soja, água de côco, sumo natural, água ou chá frio) e para finalizar uma chávena de fruta à escolha (banana, amoras, manga, ananás, kiwi, papaia, pêssego, maçã, açaí). Para que o smoothie fique consistente aconselho a que optem por uma banana, ou então optem por usar iogurte em vez de uma das chávenas de líquidos. 

Normalmente o meu green smoothie envolve uma banana congelada, espinafres, abacate, leite de amêndoa ou iogurte, quando não uso banana e opto por ananás e por fim uma colher de chá de spirulina. Podem ainda optar por adoçar com stevia ou mel.

chia pudding with spirulina topping
Os pudins de chia estão muito na moda, até porque a chia também tem imensos benefícios e é outro super alimento perfeito para juntar a iogurtes, batidos entre muitas outras coisas. As sementes de chia quando estão em contacto com algum líquido, como água ou leite de amêndoa, de côco etc acabam por criar uma consistência mais gelatinosa, daí a surgirem as receitas de pudim de chia. A sugestão é adicionar um topping com spirulina

Para o pudim de chia juntamos duas colheres de sopa de sementes de chia e uma chávena de leite de amêndoa ou outro leite vegetal, misturamos tudo muito bem e deixamos no frigorífico para que solidifique e crie a tal gelatina. Podemos fazer no dia anterior e depois é só acrescentar o topping que se faz super rápido na liquidificadora: 1/4 de abacate, uma colher de cá de spirulina, 3 a 4 folhas de menta fresca, uma colher de café de polén, 1 colher de chá de xarope de agave bio (podem comprar no Celeiro). Misturam tudo e ficam com uma espécie de mousse perfeita para colocarem como topping do vosso pudim de chia. Podem ainda adicionar raspas de côco e um mix de frutos secos. Yummmmm


green quinoa
E não, não usamos só spirulina em pequenos-almoços nutritivos e a prova disso é esta receita de quinoa com spirulina que é deliciosa - testada e aprovada, obviamente! Para isso vão precisar de ingredientes como duas chávenas de quinoa já cozinhada, brócolos, sumo de meio limão, sal, pimenta a gosto, courgette cortada às rodelas e uma colher de chá de spirulina. Basta misturarem tudo numa taça e está pronto a servir.



raw bar
As raw bars são um dos snacks de que mais gosto actualmente e a spirulina pode e deve ser incluída nestes snacks super práticos e fáceis de fazermos em casa. Tudo o que precisamos é de uma série de frutos secos, gosto de misturar pistácios, sementes de abóbora, lascas de côco biológico (sem açúcares adicionados) e amêndoas sem pele. Trituro tudo e depois junto óleo de côco, um pouco de mel biológico, spirulina e o sumo de uma laranja. Estendemos num tabuleiro e levo ao forno (pré-aquecido a 180ºC) por uns minutos até solidificar e ficar crocante. Et voila!

avocado toast

    O abacate é sem dúvida um fruto que gosto muito, é rico em gorduras boas e está cheio de benefícios, e uma das minhas receitas favoritas e mais fáceis é a tosta com abacate. E não há nada melhor do que esta combinação para uma refeição ligeira ou um brunch, a esta receita, podem juntar uma colher de chá de spirulina para dar um boost de proteína e vitaminas à vossa tosta. 



    spirulina salad dressing
    E em molhos para saladas? Uma outra opção onde podemos e devemos incluir esta super-alga. A receita? Muito simples, vão precisar de misturar os seguintes ingredientes: azeite, sumo de um limão, uma colher de chá de spirulina, gengibre ralado, sal, pimenta e meio abacate. Tudo isto bem triturado como topping de uma salada bem deliciosa.



    green topping
    Para saladas, tostas ou até mesmo para acompanhar outros pratos principais é uma espécie de esparregado com espinafres, spirulina, sementes de girassol, sumo de limão e azeite, tudo triturado e perfeito para colocar por cima da tosta de abacate, acompanhar com uns bifes de frango ou até mesmo para juntar a saladas frias ou quentes com quinoa, couscous etc.

    spirulina pesto
    Quem é que não se delicia com os famosos zoodles? Super práticos, rápidos e deliciosos! E se juntarmos um pesto com spirulina? Podemos fazer o pesto em casa ou optar por comprar já feito, pessoalmente adoro o pesto do Jamie Oliver que se vende no Continente e costumo juntar um pouco do molho pesto com uma colher de azeite  e uma colher de chá de spirulina em pó, tudo aquecido numa panela onde vamos juntar os zoodles e no final colocar como topping nozes de pecan e pinhões para ficar crocante. Yummmy, um dos meus favoritos



    Como vêem, ideias não faltam e de facto é um super-alimento que é facilmente adicionado nas receitas do dia-a-dia, seja ao pequeno-almoço, almoço, jantar ou até mesmo os snacks ao longo do dia. Vá agora quero ver essas receitas pelo instagram com a #eatcleanwithskbs


    Todas sabemos que o chá nos faz bem, mas será que sabemos mesmo quais os principais benefícios?

    Por algum motivo o chá é considerado um medicamento natural e durante séculos e séculos que tem vindo a fazer parte da nossa alimentação um pouco por todo o mundo e incluido nas mais variadas culturas. Quando estamos doentes, os chás e as torradas são a combinação que nunca falha e que nos faz sentirmo-nos melhores não é? Quando estamos constipadas, um chá com mel e limão é outro dos remédios caseiros. Desde sempre que me habituei a beber chá e nos últimos anos tem feito parte do meu dia-a-dia porque tem inúmeros benefícios e acabamos por inclui-lo facilmente nas nossas rotinas.

    #benefícios
    Há inúmeros benefícios no chá, para além dos seus poderosos antioxidantes, os polifenois, o chá ajuda ainda a melhorar os níveis de concentração, aumenta os níveis de energia (chá verde, chá preto...) ou ajuda a acalmar e a fazer a digestão (camomila), ajuda na prevenção da diabetes, desintoxica o organismo, previne contra doenças como o cancro, combate a retenção de líquidos e hidrata o nosso organismo. 

    #qual escolher?
    Há mil e um sabores, por algum motivo até à espaços só de venda de chás, porque as combinações são infinitas. No entanto, quais é que são os chás ideais para tratarmos problemas específicos? A camomila tem propriedades tranquilizantes e é mais indicada para bebermos à noite ou quando precisamos de acalmar o estômago - óptimo para noites bem dormidas e ajudar na digestão. A cidreira é perfeita para combater cólicas e ainda para combater estados de nervosismo ou de insónias - uma das coisas mais frequentes ultimamente, certo girls? Para quem precisa de energia e de uma digestão mais rápida, o chá de gengibre é perfeito. Para um bom funcionamento dos intestinos, o chá de hortelã ou de menta é perfeito para o efeito. Chá de maçã, é delicioso e perfeito também para ajudar na digestão e outro que ajuda a noites bem dormidas e o chá valeriana que é frequentemente aconselhado e que substitui muitas vezes os compridos de dormir. O chá verde é perfeito para acelerar o metabolismo, reduzir a gordura abdominal e para dar energia. 


    Obviamente que as saquetas de chá ou as infusões de ervas são sempre as que são consideradas saudáveis, sem nada adicionado. Devemos deixar o chá actuar com água a ferver entre 3 a 5 minutos e se não o conseguirem beber sem algo doce, tentem trocar o açúcar por mel ou por um pau de canela. São adoçantes naturais e acaba por ser bem mais benéfico para o organismo do que o açúcar (seja ele o refinado ou o amarelo). Se estiverem a tentar cortar na cafeína, os chás podem ser uma óptima opção ao café e podem "trabalhar a intensidade" consoante o tempo que deixam actuar a saqueta na chávena ou no bule. Além de tudo isto, é muito fácil incluirmos chás na nossa rotina, praticamente todos os restaurantes e cafés de hoje em dia já têm chás nos menus e que podemos pedir. 





    Foi um dos quatro alimentos que mudaram a minha alimentação nos últimos tempos e que sem dúvida tem trazido imensos benefícios, é uma fruta rica em gorduras boas que o nosso organismo precisa e apesar de ser um alimento bastante calórico temos de pensar para além disso e pensar essencialmente a nível nutricional, um alimento muito rico em nutrientes e carregado de coisas boas.

    É um óptimo amigo para a nossa visão, tem imensa vitamina E que ajuda a revitalizar a nossa pele e o cabelo, mantém o coração saudável, é um dos melhores aliados no combate ao colesterol e doenças cardiovasculares, é um alimento com imenso potássio, fibra que ajuda a melhorar a absorção de nutrientes e ajuda a perder peso - inibe o apetite e é anti-inflamatório. No que toca à pele, por conter vitaminas A, C e E faz com que a pele fique muito mais bonita e saudável Para além disto, podemos ainda fazer várias máscaras e tratamentos de beleza com abacate: pele e cabelo que precisem de hidratação e nutrição profunda, é um alimento perfeito para isso mesmo. 
     
    Há inúmeras, inúmeras receitas com abacate! Mesmo! Seleccionei algumas, bem deliciosas que vos podem dar inspiração e ajudar a incluir esta super-fruta cheia de coisas boas na vossa alimentação. Aqui ficam as minhas sugestões.


    the delicious bagel
    A primeira sugestão que dou é uma óptima sugestão para um brunch ou uma refeição mais ligeira e combina três coisas de que gosto muito: bagels (com sementes, integrais ou normais), queijo para barrar com alho e ervas e abacate. Sim, faz mesmo crescer água na boca porque é de facto, delicioso! Para que ainda fique mais saboroso e mega estaladiço nada como torrar os bagels, pode ser na torradeira ou directamente numa frigideira, barramos o queijo de alho e ervas e colocamos umas fatias de acabate por cima, yummmm! 

    the classic combo
    Abacate e ovos, sim! É uma das combinações mais clássicas, seja em omeletes, ovos mexidos ou até mesmo em tostas, os ovos e o abacate são um dos dois pares perfeitos na cozinha - o outro conhecemos já de seguida. A sugestão para esta receita entra também como sugestão de pequeno-almoço: ovos mal cozidos numa fatia de pão com umas fatias de abacate trituradas com sumo de limão, fica absolutamente delicioso. Conseguem assim um pequeno-almoço equilibrado com hidratos de carbono, gorduras boas e proteínas. Classic! 


    ceviche party
    A segunda combinação já estavam a adivinhar não é? Pois é salmão & abacate! Provavelmente uma das combinações de que mais gosto na cozinha, é uma mistura rica em gorduras e em ómega3 e que é absolutamente deliciosa. Há pouco tempo aventurei-me na cozinha peruana e fiz o meu primeiro ceviche, a receita está por aqui pelo blog se quiserem experimentar é uma óptima opção para um almoço ou jantar e muito mais fácil e rápido de fazer do que pensava.

    avocado pesto
    É outra receita que uso muito e já partilhei até várias vezes no meu instagram (@jufcarreira) os meus Zoodles com este molho pesto de abacate que é absolutamente delicioso. Tudo o que precisam é de meio abacate, azeite, sumo de um limão, miolo de noz ou pinhões, sal e pimenta a gosto, trituram tudo e é só juntar à vossa massa ou aos vossos zoodles se quiserem "cortar" nos hidratos de carbono simples. 


    baked eggs in avocado
    Uma das receitas que tenho visto pelo mundo paleo e que é igualmente deliciosa, caso contrário não estaria por aqui, certo? Os ovos cozinhados em abacate que são super fáceis de fazer também e são super simples. Basta abrirem um abacate, retirarem o caroço e colocarem um ovo em cada metade, no lugar do caroço do abacate. Gosto de adicionar um pouco de pimenta e umas ervas aromáticas e deixo cozinhar no forno (220ºC) entre 15 a 20 minutos só para que as claras fiquem suficientemente consistentes, gosto deles mal cozidos no meio e a mistura da gema mal cozida com o abacate amolecido é deliciosa - sim para comermos mesmo assim à colherada! Yummmm

    the contrast toast
    Dispensa de apresentações não é? Aliás, a receita também já anda por aqui precisamente por ser uma das "tostas" com mais saídas cá em casa e uma das opções à qual recorremos sempre que queremos um brunch at home ou acordamos mais tarde, especialmente nas férias e aos fins-de-semana. Sumo de limão triturado com meio abacate, sal e pimenta barrado numa tosta de pão escuro e com fatias de salmão fumado por cima, parece-vos bem? 


    make it salty & sweet!
    Esta receita surge como sugestão de uma tosta mas pode perfeitamente ser feita sem qualquer fatia de pão, apenas como se fosse uma salada bitter-sweet. E porquê? Porque experimentem esta combinação: pêra fatiada com nozes, queijo gorgonzola, canela e um pouco de mel por cima. É absolutamente delicioso e pode ser uma óptima sugestão como uma base para uma salada ou quem sabe um snack a meio da tarde.

    the simple fried eggs
    Mais uma combinação deliciosa: ovos estrelados com fatias de abacate. Uma sugestão rápida, fácil e perfeita para um pequeno-almoço cheio de nutrientes: proteínas e gorduras boas! Não tem qualquer ciência, apenas dois ovos estrelados com umas fatias de abacate, mais ou menos maduro a escolha é vossa. Pode parecer estranho, mas não há nada como experimentarem.


    the green smoothie
    Ora pois tinha de vir um smoothie, claro que sim! Os smoothies verdes usam muito o abacate e de facto é um dos alimentos que ajuda a dar alguma consistência a estes "sumos" que tão bem nos fazem. Para além de serem ricos em vitaminas e minerais são uma forma super simples de recebermos um shot de coisas boas logo pela manhã. Haverá algo mais rápido do que juntar umas folhas de espinafres, meio abacate, umas fatias de ananás e um pouco de sumo de laranja numa liquidificadora? Super quick and easy! 

    the avocado & feta salad
    Por fim uma receita de uma salada bem leve e deliciosa agora para o verão, uma salada para o almoço que para mim funciona muito bem se for feita de manhã para dar tempo de ficar bem fresca até à hora H. Abacate cortado aos cubos, queijo feta e pepino tudo regado com sumo de um limão, sal, pimenta e ervas de provence. Ohhh verão vem rápido!


    E pronto podia ficar aqui o resto do dia com imensas receitas e ideias óptimas com o abacate. Para já ficam 10, provavelmente as minhas 10 favoritas e em breve partilho mais algumas coisas boas e deliciosas convosco. Agora quero ver essas receitas no vosso instagram, não se esqueçam de colocar a #eatcleanwithskbs para irmos todas fazendo parte deste movimento e irmos tirando algumas ideias.

    _
    Ph. Pinterest

    Bem a verdade é que não sou nenhuma expert e os Zoodles não têm qualquer ciência, no entanto têm-me pedido para vos mostrar como é que esta "fake pasta" se faz e por isso mesmo decidi montar o tripé num cenário diferente e mostrar-vos como é que a magia acontece - oh god isto fora de contexto pode parecer outra coisa!

    É das refeições mais rápidas e mais fáceis de fazer e uma das que mais gosto, mesmo a minha mãe diz que qualquer dia me cresce uma courgette no nariz de passar a vida a comer esta "delícia deliciosamente deliciosa". Podem fazer com tudo e mais alguma coisa, o truque é mesmo enganar o estômago quando nos apetece um bom prato de massa, só temos de subsistir a massa pelos zoodles, o resto podemos acrescentar à vontade - Zoodles à bolonhesa, Zoodles Carbonara, Zoodles aglio olio ou Zoodles com os vossos ingredientes favoritos. As possibilidades são infinitas e torna-se muito mais saudável. Por isso, vamos lá arregaçar as mangas e "espiralizar".

    Já conhecemos os zoodles, o arroz falso de couve flor, mas e o pão? Pois é, já vos dei a receita da moda mais recente e de uma das "iguarias" mais adoradas no mundo das dietas lowcarb: o cloud bread (a.k.a Oopsies). Porque é que é tão adorado? Precisamente porque é uma das coisas mais versáteis, e para comprovar isso mesmo, hoje dou-vos 7 sugestões de como podem introduzir este "fake bread" nas vossas refeições.

    São tudo sugestões de pura gula e que basicamente vêm deixar com que possamos comer coisas como pizzas, hamburgueres, bolos e panquecas sem que nos sintamos "culpadas". Uma receita com poucas calorias e sem qualquer tipo de farinha.



    #1 eggs benedict 
    Um clássico americano, os ovos benedict consistem em ovos escalfados com bacon ou presunto regados com molho holandês montados numa fatia de pão. Se a trocarmos pelo cloud bread, fica igualmente delicioso e "vamos enganar o estômago".

    #2 hamburgueres
    Está é fácil, basta trocarmos o pão do tradicional hamburguer pelo cloud bread e fica igualmente uma mistura fantástica. Se for para esse fim, porque não adicionar uma sementes de sésamo antes de levar a massa do Oopsie ao forno? Delicious!


    #3 pizza
    Aiiii como assim podemos comer pizza sem culpa? Há as versões da massa feita com couve-flor ou esta com o cloud bread! Na verdade o que acrescenta muitas calorias a este prato italiano que tanto gostamos é a base feita com farinhas, no entanto também não nos podemos esquecer dos ingredientes que colocamos e adicionamos. Mas sim, é delicioso e as calorias são reduzidas a um terço!

    #4 simples
    ... sim! Acabadinho de sair do forno com umas folhas de alecrim ou rosmaninho muito ao estilo focaccia. Sim é possível, a sua textura leve e fofa é deliciosa e acabado de fazer então, ainda melhor. Foi assim mesmo que o experimentei da primeira vez e adorei.


    #5 pancakes
    Super simples não é? Aliás, eles mais se parecem com panquecas do que com pão propriamente dito. Uma colher de mel biológico ou xarope de agave, uns morangos ou frutos vermelhos por cima e um chá... Yummmm! Parece a maneira ideal para começarmos o dia certo? E afinal de contas o que estamos a comer nós? Ovos e iogurte! Yep, just that!

    #6 sandes
    ... e aqui as possibilidades são infinitas. A combinação favorita é precisamente com salmão fumado e queijo creme, ou estilo philadelphia com cebolinho e ervas mas claro que podemos fazer sandes de tudo e mais alguma coisa. Só aqui, as receitas são mil!



    #7 tartes
    ou quiches ou até mesmo souflés. Há tantas possibilidades com esta massa, resta mesmo só experimentarmos. Um cloud bread como base para uma tarte de morangos com chocolate preto 70% de cacau o que vos parece? Ou até mesmo uma tarte de maçã, de limão ou de amêndoas? Há mil e uma possibilidades, é mesmo metermos a cabeça a trabalhar !

    #8 bolos
    ... com recheios mais gulosos. A sugestão aqui até passa por fazerem um sorvete de banana e morango, congelarem no congelador e depois servir de recheio para os cloud breads, um lanche delicioso, diferente e saudável! Yummmy.

    Vá quero ver essas receitas as circularem, para irmos trocando umas ideias deliciosas.

    Blogger Template Created by pipdig