Na semana passada a PARFOIS inaugurou um novo conceito em duas lojas do país, em Lisboa na loja do Colombo e no Porto no MarShopping. Juntamente com a Bárbara e a Teresa estivemos na inauguração da loja que contou com muitas surpresas e onde tive oportunidade de conhecer algumas leitoras muito queridas. Hoje mostro-vos as fotografias do behind the scenes tiradas pela Mafalda Rodrigues que tem um olho incrível e capta os momentos certos. 

A nossa aventura começou muito antes da hora marcada, ao longo de todo o dia fui partilhando alguns momentos no snapchat e no instagram (@jufcarreira). O encontro era só às 17h, mas tudo começou muito antes, ainda não eram 13h30 e já estava a caminho do hotel Ritz Four Seasons em Lisboa a bordo de um Fiat 500 super giro e pelo qual tenho uma big crush. Assim que chegámos fomos super bem recebidas pela equipa da Sephora que estava na suite Royale do hotel Ritz, uma suite que é saída de um verdadeiro conto de fadas - parece um quarto de princesa!

























O cenário era um cenário digno de um sonho: acessórios, maquilhagem, roupa, sapatos, produtos de cabelo e uma mesa cheia de bolos e coisas deliciosas, bem ao estilo Marie Antoinette! A Sephora ficou a cargo dos cabelos e da maquilhagem que, como podem ver pelas fotografias, ficaram incríveis. Adorei a maquilhagem que a Carla da Sephora escolheu para mim e todos os truques e dicas incríveis que me ensinou e o Miguel fez-me este penteado incrível que tanto sucesso fez, bem ao estilo boho. 

Depois de uma tarde passada no meio da maquilhagem e dos cabelos, chegou a hora de escolhermos algumas peças da nova colecção da PARFOIS que usámos na inauguração da loja, eu optei pelo top de renda preto, as sandálias com salto chunky, uns brincos boho e uma clutch da colecção Tribu.  Estava tudo pronto, next stop? #PARFOIS CONCEPT STORE!


O blog está prestes a completar seis anos de existência, foram seis anos de muito trabalho, de muitas coisas boas e de muita muitas descobertas. O tempo passa a correr e de facto foram seis anos onde aprendi muito, cresci muito e conheci pessoas fantásticas. Estou super entusiasmada com o que aí vem e estou ansiosa por vos revelar. Para já, quero agradecer-vos a todos por estarem desse lado todos os dias, por todo o apoio e por todo o carinho. Sem dúvida que o blog é feito não só por mim, mas por todos vocês. Deixo-vos com um pequeno vídeo dedicado a cada um de vocês que estão desse lado, um bocadinho do meu cantinho onde tudo acontece e onde vos escrevo todos os dias. Muito obrigada do fundo do coração!  


Para além da visita ao museu de Anne Frank, do museu Van Gogh e dos passeios pelos canais de Amesterdão, há sítios muito giros que não podem deixar de visitar. Hoje trago-vos 6 locais que não podem deixar de ir e que têm mesmo de incluir no vosso roteiro.


pluk, the healthy place to be
Para quem é fã de comida saudável, opções biológicas e homemade, o Pluk é o local perfeito em Amesterdão para irem. Um local que não podem deixar de visitar com opções leves para almoço ou com sugestões de um brunch saudável, como uma taça de iogurte ou de açaí com fruta por exemplo. Podem ainda optar por sobremesas homemade como o pão de banana, tarde de maçã, muffins de chocolate preto ou pelos sumos detox feitos no momento. Foi o local escolhido para o primeiro almoço na cidade, optei por uma salada de salmão fumado com quinoa e o Manel por uma sandes de frango grelhado com caril em pão escuro. 
__
Reestrat 19, 
Amsterdam, Netherlands
2ª- Dom 9h-18h





skylounge, the rooftop you must go
Uma das coisas que de mais gosto é de ver o por do sol e encontrar os locais perfeitos para isso é uma das coisas que faço sempre antes de viajar. O SkyLounge é o local perfeito para petiscos e bebermos um cocktail ao final da tarde, fica no topo do hotel Doubletree by Hilton que fica perto da estação Central de Amesterdão e da basílica de St. Nicholas. Final de tarde com DJ, cocktails e petiscos deliciosos parece o plano perfeito com uma vista de cortar a respiração sobe a cidade. 

__
Oosterdoksstraat 4, 
1011 DK Amsterdam, Netherlands

2ª-5ª 11h - 01h
6ª e Sáb 11h - 03h



café winkel, for the best appeltaart
O Café Winkel é o local de paragem obrigatória se estiverem por Amesterdão, mesmo que estejam só de passagem. É aqui que vão encontrar a melhor tarte de maçã e sem dúvida que se confirma. Mesmo o Manel que não é nada apreciador de tarte de maçã ficou completamente rendido à especialidade do Café Winkel. Podem pedir com ou sem chantilly e para acompanhar, sugiro o chá de menta que é delicioso. Vale mesmo a pena, só de pensar ainda estou a salivar e com desejos de voltar! Muito provavelmente vão ter de esperar por uma mesa, está sempre cheio e está aberto até bem tarde.

__
Noordermark 43, 
Amsterdam, Netherlands


the lobby, for the perfect brunch
Vamos falar de brunch? Vamos sim! Há vários sítios em Amesterdão que oferecem menus de brunch, um deles é o The Lobby, o restaurante do hotel V. Aqui a especialidade são os Egg Benedict com fiambre ou os Eggs Royale, com salmão fumado. Só o cheiro deixa logo água na boca e são de facto deliciosos. Têm, obviamente outras opções mas vale mesmo a pena experimentarem a especialidade. 

__
The Lobby
Nes 49
Amsterdam, Netherlands


bakers & roasters, for another brunch
Outro local para brunch é o Bakers & Roasters que é um dos locais mais conhecidos na cidade. Os ovos e as panquecas também são das coisas que mais saídas têm por aqui, no entanto há uma série de bolos e doces deliciosos que podem incluir nesta vossa visita.
__
Kadijksplein 16



pancake bakery, for the best pancakes in town
Panquecas que na verdade são crepes! Fica ao pé da casa de Anne Frank e aqui podem encontrar um pouco de tudo, desde as mais tradicionais a misturas improváveis que são igualmente deliciosas. Desde salgados aos doces, a carta nunca mais acaba e podem ter a certeza de que vai valer a pena.  Até opções parecidas com pizzas podem encontrar, how cool! Foi um dos locais escolhidos para lancharmos num dos dias por Amesterdão, optámos por uma panqueca com banana e nutella - clássico não é? Mas não se preocupem que com a quantidade de km que andam de bicicleta e a pé as calorias são todas abatidas. Ahahaha! Deliciosas, mesmo!

__
Prinsengracht 191
Amsterdam, Netherlands

Também conhecido como o maior jardim de flores do mundo, fica a 35km de Amesterdão e só está aberto dois meses durante o ano. Um lugar mágico que vale a pena visitar.

Era um dos locais que queríamos muito visitar, a viagem a Amesterdão foi marcada para esta altura do ano precisamente para irmos a Keukenhof,  o jardim de flores mais conhecido em todo o mundo onde podem ver campos e campos cheios de flores e as tão conhecidas tulipas lindas de morrer e que são típicas da Holanda. Fica fora do centro de Amesterdão, fica perto de Lisse na verdade mas em menos de 45 minutos chegam a este lugar mágico. Optámos por comprar a viagem no Tours & Tickets que incluía o transporte de ida e volta bem como a entrada no parque, ficou por 49€ por pessoa e foi um tour que durou 5horas. Optámos por ir logo às 9h da manhã para estarmos de volta ao centro de Amesterdão por volta da hora de almoço e ainda termos a tarde inteira para explorarmos o resto da cidade. 















Partimos logo às 9h da manhã com um grupo de pessoas, comprámos os bilhetes perto do museu de Anne Frank num daqueles stands com tours turísticos e no dia seguinte lá estávamos nós a caminho do maior jardim de flores do mundo. O guia era super divertido e simpático, a viagem de autocarro durou cerca de 40 minutos e ao longo da viagem fomos sabendo algumas curiosidades sobre Amesterdão e sobre Keukenhof. Fomos ainda passando por sítios muito peculiares, como o bike deposit que é uma espécie de "EMEL" mas de bicicletas onde podem ver milhares e milhares de bicicletas que estão armazenadas por estarem "mal estacionadas" no centro de amesterdão. 

Quando chegamos aos jardins apenas combinamos uma hora de encontro para voltarmos para o centro da cidade, ou seja pudemos explorar o parque à nossa maneira e sem estarmos presos aos "guias turísticos". Adorámos explorar os jardins de Keukenhof, são cerca de 32 hectares cheios de flores de todas as cores e feitios. Para além disto podem ainda ver um moinho típico holandês e ainda explorarem vários lugares giros dentro do parque, tirarem imensas fotografias, fazerem um passeio de barco, provarem os queijos típicos holandeses ou as waffles belgas deliciosas feitas no momento bem como muitas outras coisas. Vale a pena mesmo, como podem ver pelas fotografias é um lugar mágico e que nos deixou super surpreendidos, um momento único num local saído de um verdadeiro conto de fadas.

Todas nós gostamos de maquilhagem certo? E todas nós adorávamos saber quais os produtos certos para cada uma de nós. 

Pois bem, aproveitei a minha estadia com a equipa da M.A.C para perguntar aos make up artists qual ou quais os produtos que aconselham para quem está a começar. No fundo quais os essenciais que todas temos de ter. O resultado está aqui, e não, não são dezenas de produtos. 


Quem me acompanha pelas redes sociais, teve oportunidade de ver que na semana passada estive pelo Porto a convite da SALSA para uma experiência única. Como sabem a Salsa é uma marca portuguesa, nasceu em 1994 e actualmente está presente em mais de 35 países. Ao longo destes mais de 20 anos que a marca se tem focado em desenvolver produtos que apostam não só na qualidade mas também na inovação - o lançamento mais recente prova exactamente isso, as calças DIVA da Salsa que têm um painel adelgaçante na zona da cintura e que ajuda a reduzir perímetro abdominal. 

Tive oportunidade de embarcar nesta aventura incrível juntamente com mais 6 bloggers: a Anita, a Bárbara, a Priscila, a Safia, a Mirian e a Ludivine. A cidade do Porto foi a cidade que nos recebeu e que nos recebeu da melhor maneira, como sempre. O primeiro dia começou com um brunch no hotel Intercontinental do Porto que nos recebeu durante estes dias incríveis e depois seguimos para a loja da Salsa do Norteshopping onde tivemos oportunidade de escolher 3 looks da nova colecção. Os looks que escolhi foram muito country e num estilo mais boho, mais ligados aos meus looks do dia-a-dia e o que mais gosto de vestir.


A PARFOIS está prestes a renascer, há um novo conceito de loja prestes a abrir e quero que vocês façam parte desta experiência única


A PARFOIS tem estado a remodelar as suas lojas um pouco por todo o país, vem aí um conceito novo super giro que já foi revelado a algumas bloggers e finalmente chega a Lisboa, à loja do Colombo esta quinta-feira dia 31 de Março. Para além disto, há muitas surpresas nesta inauguração da loja onde vou estar presente e onde vão ter oportunidade de estar comigo, onde vamos poder falar, tirar fotografias e quem sabe dar-vos algumas dicas do que mais precisarem e gostarem de saber. 



Para além disto, as surpresas não ficam por aqui, a PARFOIS vai oferecer 20% de desconto em tudo, durante todo o dia. Para isso só têm de fazer share ou regram desta fotografia no vosso facebook e instagram com a #parfoisconceptstore identificarem-me (@jufcarreira no instagram ou Sketchbook Six se for no facebook) e têm logo direito aos 20% de desconto em toda a colecção, durante todo o dia. 

Adorava conhecer-vos e poder estar um pouco convosco, se há coisa de que mais gosto é saber quem está do outro lado todos os dias, quem me segue pelas redes sociais. Apareçam por lá, vou ter todo o gosto em estar convosco e fazermos umas compras juntas, why not? Para além de irem conhecer em primeira mão o novo conceito de loja da Parfois, a colecção está incrível, mesmo!


Vou estar por lá entre as 17h e as 20h, na loja do Colombo do piso 0. 


... a situação actual por aqui é esta

Há muitas novidades que estão para chegar, ando cheia de projectos a nível pessoal e profissional que estou ansiosa por vos revelar. A verdade é que ando a dormir muito pouco, menos do que aquilo que já dormia precisamente por andar cheia de coisas giras, projectos que me deixam super entusiasmada e que me tiram o sono (no bom sentido) e uma tese por escrever. Para além do blog e dos projectos que ando a desenvolver, estou também na recta final do mestrado em marketing, ou seja, escrever a tese. Entre livros, scientific papers, abstracts e muita pesquisa o entusiasmo é muito grande. Querer sempre saber mais, aprender, procurar e continuar a procurar para irmos à essência da questão. 

Não é um caminho fácil, isso é certo. É preciso tempo, organização e muita paixão por um determinado tópico porque é nele que vamos estar a trabalhar meses e meses a fio. Por aqui o tema é o luxo, não vos posso desvendar muito mais, mas em breve poderão ter a oportunidade de participar um pouco na minha tese que me tem deixado super empolgada e entusiasmada, especialmente com os passos que se seguem. Para quem está no mesmo "barco" que eu, deixo-vos algumas dicas para esta fase de estudo, pesquisa e para que não percam a motivação


Como é que devem escolher um tema, como é que decidimos que tópico vamos desenvolver? Sem dúvida que foi o passo mais difícil até aqui e hoje deixo-vos 8 sugestões.

brainstorming
Antes de nos dedicarmos a um tema especifico e de o escolhermos, há que pensar numa série de coisas antes. O truque para encontrarem temas que gostariam de estudar, ou tópicos é fazerem um brainstorming de tudo o que gostam, desde as coisas mais gerais às mais especificas. Peguem numa folha, num lápis ou numa caneta e comecem a escrever palavras ou frases soltas de coisas que gostam, temas que gostariam de aprofundar mais a nível pessoal e de tópicos pelos quais têm particular interesse, no meu caso por exemplo resultaram coisas como: alimentação infantil, city marketing, luxury management, social media, persuasão infantil entre muitas coisas.

what you love the most
para escolherem o tema podem sempre pensar na área de que mais gostam, podem não fazer o brainstorming se já tiverem uma ideia do que realmente gostam. O brainstorming aqui pode ajudar a aprofundar mais a questão de um determinado tópico. Pensem que tem de ser algo de que realmente gostam porque vão trabalhar esse tema até à exaustão, aprofundar até não poderem mais, pesquisar, pesquisar, pesquisar e por isso tem de ser algo que vos motive.

research time
Outro passo fundamental é percebermos se realmente vamos conseguir encontrar a informação que queremos. Apesar de todas as facilidades de hoje em dia, uma tese acaba por ser sempre algo muito específico e é bom que o seja para que seja mais eficaz e para que se consigam focar. Precisam de procurar antes a facilidade de acesso a algumas informações, a revisão de literatura que possa estar relacionada com o vosso tópico de pesquisa entre muitas outras coisas que podem determinar todo o processo da escrita da tese. 

do geral para o particular
Quando forem fazer a pesquisa, para vos ajudar na pesquisa de materiais para a tese optem por um método que é muito falado no meio académico, a relevance tree. Funciona como uma espécie de brainstorming e vai ajudar-vos a organizarem todas as informações que precisam do geral para temas mais específicos. Comecem com o tema, mais geral por exemplo Comportamento do Consumidor e depois temas mais específicos como por exemplo comportamento de compra >> compras impulsivas >> a influência do humor. Este método acaba por nos ajudar a organizar toda a informação, sabendo assim que vamos procurar papers e outros artigos para cada um destes temas e depois possamos juntar tudo e relacionar a informação de uma forma mais organizada e correcta. 

estabelecer horários e datas
Muitas vezes acabamos por nos perder no tempo, acabamos por perder demasiado tempo em determinadas fases da tese e acabamos por fazer outras mais à pressa. Para evitar que isto aconteça estabeleçam desde o início um horário e deadlines para que possam organizar tudo com tempo e façam tudo como deve ser. Sempre fui uma pessoa muito organizada neste aspecto e como faço mil e uma coisas ao mesmo tempo é super importante arranjar disciplina e organização. Se trabalham ao mesmo tempo que estudam, os dias de semana são sempre cansativos e nem sempre dão para trabalharmos na tese, por isso temos de fazer alguns sacrifícios e tirar os nossos fins-de-semana para trabalharmos na tese. Se se organizarem e fizerem tudo com tempo, torna-se mais fácil e há tempo para tudo. 

tempos livres
para respirar! Sim também é preciso! Precisamos de tempo livre com as amigas, o namorado e família para tirarmos a cabeça da tese e de tudo à nossa volta. Respirarmos e fazermos outras coisas nos tempos livres para que possamos ganhar outra motivação e gosto quando for tempo de escrever a tese. Além do mais o facto de sairmos dos livros e de descontrairmos vai aliviar o stress e fazer com que mais facilmente consigamos trabalhar correctamente, interligar temas, situações ou teorias por exemplo que à partida poderíamos achar que não estariam ligadas. Desligar para que possamos pensar melhor, é essa a ideia. 

revisão
Uma das coisas que gosto de fazer é pedir a amigos e à família para lerem algumas coisas do trabalho que tenho feito, pedir opinião e perceber se está a ficar clara ou não a minha ideia. Isto ajuda com que possamos facilmente alterar as coisas de forma a que não seja tão confuso. Aquilo que para nós pode ser obvio, poderá não ser para quem nos rodeia e desta forma conseguimos perceber como é que podemos melhorar. 

orientação
para além da ajuda da família e dos amigos a escrita de uma tese de mestrado envolve termos um orientador de mestrado que nos vai dando algumas ajudas durante todo o processo. É muito importante irem marcando algumas reuniões fazendo o ponto da situação, enviando o trabalho que têm feito até então, traçar os próximos passos e discutirem ideias. Os orientadores são fundamentais em todo o processo, escolham alguém com quem tenham uma empatia e acima de tudo que perceba do tema em questão para que vos possa orientar da melhor maneira. 


Acima de tudo pensem que todo este esforço vai valer a pena. Além do mais, se escolherem um tópico que realmente gostam e numa área sobre a qual gostariam de trabalhar no futuro, melhor ainda e torna-se tudo muito mais fácil. Let's do this!


Blogger Template Created by pipdig