O post de hoje começa como o marco de uma nova era, de uma nova etapa. Um pouco inspirada por estilos de vida mais saudáveis e por um estilo de vida em que a saúde e a nossa felicidade venham sempre em primeiro lugar. Isto porque, depois de ter visto a entrevista da Jessica Athayde na Maria Capaz, ter lido a entrevista para a VOGUE Portugal deste mês e de ter visto a nova campanha da Danone, houve uma frase que me marcou e que me deixou a reflectir e que originou este pequeno desabafo por aqui. 

"Não preciso de ser perfeita (..) Amo ter mais histórias do que calorias para contar. Porque amares-te é a melhor forma de cuidares"

Estamos longe de ser perfeitas, aliás, sabemos que ninguém o é. Mesmo aquelas pessoas que idolatramos e que achamos que não têm um único defeito, obviamente que o têm. A história de vida da Jessica Athayde inspira muita gente, sem dúvida alguma, e a verdade é que vivemos constantemente sob pressão e numa luta com a balança. Estamos sempre preocupadas com o nosso peso, se há coisa que eu aprendi neste meu caminho até hoje é que acima de tudo temos de nos sentir bem com o corpo que temos, seja a treinar no ginásio duas a três vezes por semana sejam todos os dias, o que interessa é cuidarmos de nós e encontrarmos o equilíbrio perfeito. Nada de obsessões com calorias, nada de obsessões com exercício físico, tudo com conta e medida até porque só vivemos uma vez e temos de saber aproveitar ao máximo - não nos vamos privar de nada, apenas saber equilibrar tudo. 

Aprendi a saber comer, ainda me derreto com uma pizza de vez em quando ou com uma boa dose de sushi mas também aprendi a gostar de saladas , de legumes, de sopas e aprendi a gostar de coisas diferentes que antes desconhecia. Aprender a comer, saber comer e saber acima de tudo aquilo que resulta para nós. Estamos constantemente a lutar contra o nosso corpo, seja contra o peso que temos, seja a cobiçar o corpo da nossa amiga ou daquela it girl que tanto adoramos. Deixemo-nos disso e tomem conta do que é vosso, sintam-se bem na pele que têm e ganhem confiança acima de tudo. A verdade é que o exercício físico e uma alimentação equilibrada ajudam muito, e por alimentação equilibrada não me refiro apenas a comermos legumes e vegetais, mas sim um pouco de tudo. Porque se há coisa que nos dá mais prazer nesta vida é comer e é muitas vezes à volta da mesa que conseguimos ter mil histórias para contar e porque a vida não tem de ser levada como uma dieta constante, aliás, para mim a palavra dieta não existe, tal como tinha escrito num post anterior (aqui).

O que defendo aqui é tentem encontrar as opções que resultam para vocês e que vos deixam felizes. Por exemplo no que toca ao exercício físico demorei algum tempo a perceber do que realmente gostava, mas percebi que por exemplo, andar de bicicleta não era tanto a minha onda, era mais sim a corrida ou os trampolins. Corrida em ginásio não tanto, mas sim ao ar livre. Comecei a experimentar e a ver o que realmente gostava. Na comida foi a mesma história, comecei a experimentar aos poucos e a descobrir coisas novas, não por questões de beleza, mas sim por motivos de saúde porque sabia que estava a ter uma alimentação muito desequilibrada e estava infeliz, refugiava-me na comida (há quem o faça de forma contrária, não comer e que obviamente não está correcto e é a prova que os extremos são tudo menos saudáveis). 

O mote é equilibrar para ser feliz.

Quando vos dou dicas e sugestões para que a vossa dieta resulte é precisamente para quem está a começar a querer amar o corpo que tem, a reeducar-se. Já mencionei várias vezes que o que se diz é que demoramos cerca de 28 dias a adquirir novos hábitos e esses 28 dias são cruciais para quem quer mudar. A fase inicial é a mais complicada, eu sei disso, já passei por aí. Começamos a reeducar-nos e a termos de deixar em stand by algumas coisas, mas acreditem que depois vale a pena. Quando voltei a comer alguns alimentos que deixei de comer com tanta frequência, passei a dar mais valor e a apreciar de outra forma, até porque todas nós temos "aqueles dias". Se antes bebia e comia uns atrás dos outros, hoje sei que é aquele momento e vou apreciar de outra forma. Aprendi a gostar de ginásio porque me faz bem e porque me sinto bem depois de treinar. Aprendi a gostar de saladas da mesma maneira que adorava pizzas, aprendi a gostar de mim e a ser feliz assim e é isso que quero transmitir, tudo sempre com conta e medida porque a verdade seja dita, nada de extremos, nada de excessos tanto para um lado como para o outro. 

Saúde, felicidade e confiança acima de tudo. Porque de facto é preciso cuidarmos do corpo que temos, gostarmos do que vemos ao espelho seja num 34 ou num 42. Se sentem que querem mudar por questões de saúde, de auto-estima e para se sentirem mais felizes, façam-no mas sempre de forma saudável e equilibrada. O importante é amarmos o corpo que temos e quem somos. 


Todas sabemos que o chá nos faz bem, mas será que sabemos mesmo quais os principais benefícios?

Por algum motivo o chá é considerado um medicamento natural e durante séculos e séculos que tem vindo a fazer parte da nossa alimentação um pouco por todo o mundo e incluido nas mais variadas culturas. Quando estamos doentes, os chás e as torradas são a combinação que nunca falha e que nos faz sentirmo-nos melhores não é? Quando estamos constipadas, um chá com mel e limão é outro dos remédios caseiros. Desde sempre que me habituei a beber chá e nos últimos anos tem feito parte do meu dia-a-dia porque tem inúmeros benefícios e acabamos por inclui-lo facilmente nas nossas rotinas.

#benefícios
Há inúmeros benefícios no chá, para além dos seus poderosos antioxidantes, os polifenois, o chá ajuda ainda a melhorar os níveis de concentração, aumenta os níveis de energia (chá verde, chá preto...) ou ajuda a acalmar e a fazer a digestão (camomila), ajuda na prevenção da diabetes, desintoxica o organismo, previne contra doenças como o cancro, combate a retenção de líquidos e hidrata o nosso organismo. 

#qual escolher?
Há mil e um sabores, por algum motivo até à espaços só de venda de chás, porque as combinações são infinitas. No entanto, quais é que são os chás ideais para tratarmos problemas específicos? A camomila tem propriedades tranquilizantes e é mais indicada para bebermos à noite ou quando precisamos de acalmar o estômago - óptimo para noites bem dormidas e ajudar na digestão. A cidreira é perfeita para combater cólicas e ainda para combater estados de nervosismo ou de insónias - uma das coisas mais frequentes ultimamente, certo girls? Para quem precisa de energia e de uma digestão mais rápida, o chá de gengibre é perfeito. Para um bom funcionamento dos intestinos, o chá de hortelã ou de menta é perfeito para o efeito. Chá de maçã, é delicioso e perfeito também para ajudar na digestão e outro que ajuda a noites bem dormidas e o chá valeriana que é frequentemente aconselhado e que substitui muitas vezes os compridos de dormir. O chá verde é perfeito para acelerar o metabolismo, reduzir a gordura abdominal e para dar energia. 


Obviamente que as saquetas de chá ou as infusões de ervas são sempre as que são consideradas saudáveis, sem nada adicionado. Devemos deixar o chá actuar com água a ferver entre 3 a 5 minutos e se não o conseguirem beber sem algo doce, tentem trocar o açúcar por mel ou por um pau de canela. São adoçantes naturais e acaba por ser bem mais benéfico para o organismo do que o açúcar (seja ele o refinado ou o amarelo). Se estiverem a tentar cortar na cafeína, os chás podem ser uma óptima opção ao café e podem "trabalhar a intensidade" consoante o tempo que deixam actuar a saqueta na chávena ou no bule. Além de tudo isto, é muito fácil incluirmos chás na nossa rotina, praticamente todos os restaurantes e cafés de hoje em dia já têm chás nos menus e que podemos pedir. 






... como resistimos? 

Pois é, nem sempre é fácil resistirmos às tentações: bolos, bolachas, chocolates, doces, sobremesas. Há sempre uma altura em que nos apetece algo mais doce e por vezes é mais forte que nós. Claro que todas nós devemos ter os nossos guilty pleasures, mas por vezes sabemos bem que é puro capricho. Hoje reuni algumas dicas de como podem tentar evitar cair em tentações. 

#lavar os dentes
normalmente é sempre a seguir às refeições que me dá aquela vontade de comer alguma coisa mais doce, um chocolate principalmente. O truque que uso sempre é lavar os dentes imediatamente após as refeições, o facto de ir ficar com o sabor da pasta de dentes na boca vai evitar que queira colocar mais alguma coisa a seguir, até porque o sabor dos alimentos fica diferente e não nos vai saber tão bem.

#beber água
na maior parte das vezes é apenas o "estômago" a pedir qualquer coisa e acabamos por ter os "picos" de açúcar. Beber um ou dois copos de água acaba por ajudar a "matar" essa gula e ao fim de algum tempo acaba por passar (sim, funciona mesmo!).

#gelatinas
essas melhores amigas. Especialmente as da Royal de 10kcal, estamos sempre abastecidos delas aqui por casa porque têm poucas calorias e acabam por ser uma opção saudável, doce e acabamos por enganar o estômago, evitando assim cairmos nas tentações dos doces e dos chocolates. É uma boa dica e ajuda muito!

#chá
de frutos vermelhos, de manga, roibos, menta... mas sem açúcar! Habituei-me a beber chá e de facto é uma das coisas de que gosto muito, há opções mais doces que outras e que podem ser um óptimo "after-eight", os chás de frutas são mais doces e acabam por enganar a nossa vontade de comer algo doce. Para além de hidratarem a pele, sabemos que o chá tem imensos benefícios para o organismo.

#não pensar 
tentar não pensarmos que nos apetece um doce, sabemos que às vezes a nossa mente consegue ser mesmo mázinha e "levar-nos por maus caminhos". Por vezes é o diabinho que está dentro de nós que fala mais alto e devemos tentar não pensar naquele chocolate ou naquele doce, o truque é distrairmo-nos com outra coisa qualquer e passado uns minutos já nos passou aquela gula.

#pensar no depois
se realmente estivermos quase a abrir aquele pacote de chocolate ou prestes a atacarmos aquele bolo, pensem se realmente sentem vontade de o comer ou se é pura gula e puro capricho. Pensem se vão ou não ficar com "remorsos" depois de o comerem e se vai mesmo valer a pena. Muitas vezes isto é das coisas que mais me ajuda a pousar a tablete de chocolate no sítio e a dar meia volta e voltar para o quarto em vez de atacar a tablete, até porque sabemos que nunca comemos só um quadradinho, não é?


Claro que estas são só algumas dicas e sugestões que vos podem ajudar, especialmente se estiverem mesmo dedicadas a perderem peso e a seguirem um plano alimentar traçado pelo vosso nutricionista, ou se querem mesmo reduzir a quantidade de doces, açúcares e bolos que comem. Uma vez de vez em quando, não faz mal a ninguém e também precisamos obviamente, mas na maior parte das vezes é pura gula e conseguimos contornar isso.





Na altura em que apareceu a moda dos sumos verdes falou-se muito numa alga que era acrescentada aos sumos e a batidos, a Spirulina. Desde que a descobrimos, que a temos usado  imenso aqui em casa incluído em inúmeras receitas do dia-a-dia, desde batidos, sumos, sopas, saladas e até mesmo snacks. A spirulina é uma alga azul esverdeada carregada de inúmeros benefícios para a saúde, daí a ser considerada como um super-alimento. 

actualmente é considerada como um dos alimentos mais ricos em proteínas do planeta

Actualmente vivemos num mundo em que somos constantemente invadidos por comidas processadas e transformadas que acabam por retirar os nutrientes essenciais à nossa saúde e ao nosso bem-estar. O facto de ser um super-alimento faz com que possamos recuperar essas mesmas carências nutricionais, para terem uma noção cerca de 65% desta alga é proteína, actualmente é considerada como um dos alimentos mais ricos em proteínas do planeta, é ainda super rica em vitaminas, sais minerais e antioxidantes. Dou especial destaque à concentração de ferro que pode ser uma grande ajuda para quem sobre de anemia por exemplo ou outras carências alimentares, falo em anemia porque há muitas pessoas com falta de ferro e a spirulina pode ajudar neste campo. Para além de ferro podem encontrar altas concentrações de potássio, de cálcio, zinco, magnésio e fósforo.

Mas então quais são os benefícios mais em concreto deste super-alimento? Para além de prevenir a anemia como já referi, é um alimento com um grande poder desintoxicante - daí a ser usada quase sempre nos sumos detox. O facto de ser rica em proteínas fortalece as unhas e o cabelo e ainda dá um aspecto muito mais saudável à nossa pele.


Uma das coisas que mais me perguntam relacionadas com a dieta e com o estilo de vida é como é que nunca perdi a motivação e como é que mantive sempre o plano alimentar sem deslizes. Pois bem, dizem que demoramos cerca de 28 dias a adquirir novos hábitos por completo (sejam alimentares ou outros) e por isso mesmo são os primeiros 28 dias que custam mais.


Hoje trago-vos 8 dicas que vos podem ajudar a não perder o rumo e a fazer com que a vossa dieta realmente funcione, sem deslizes.
#1 planear
parece extremamente aborrecido, mas a verdade é que sem nos organizarmos e sem planearmos as coisas não vão funcionar. Acabamos sempre por fazer um pequeno deslize aqui ou ali e se nos mantivermos fiéis a um plano alimentar, as coisas são bem mais fáceis. As idas ao nutricionista vão ajudar-vos especialmente porque ele vos dá várias opções de vários pratos para as várias refeições do dia e depois o truque é irem "montando" o vosso meal plan consoante as regras do que podem e não podem comer, as quantidades etc. Planear é provavelmente um dos pontos mais importantes em todo este processo. 

O facto de planearmos vai fazer também com que "estudemos" melhor as regras que nos foram "impostas" pelo nutricionista e mais para a frente será depois mais fácil de conjugarmos com o nosso dia-a-dia, almoços e jantares fora etc. 

#2 clean & shop
termos pequenas tentações em casa não ajuda nada a quem está a querer lutar por um estilo de vida mais saudável, por isso há um passo muito importante a fazer: limpar! No fundo desintoxicar a despensa e arranjarmos maneira de irmos distribuir tudo aquilo que não podemos comer, pelos amigos ou até mesmo por quem mais precisa. De seguida, vamos rechear a despensa e o frigorifico de coisas boas. Se viverem com alguém que é basicamente o equivalente a um espargo (como o meu caso, o meu irmão é super magro e come tudo e mais alguma coisa), aqui a dificuldade é mesmo tentarmos não comer as coisas deles. Se por acaso viverem com alguém que também tem uma alimentação péssima e quer mudar, acaba por ser uma boa companhia e uma boa motivação para juntos conseguirem levar a dieta para a frente.

#3 sazonal
optem sempre por alimentos da estação, isto porque, para além de irem aprender a ver o que é e o que não é próprio da estação, vai sair mais barato e a comida sabe muito melhor. E isto ajuda a que a motivação continue do vosso lado, não há nada pior do que irmos comprar um fruto que não saiba a nada e comermos só porque temos de comer fruta não é? O mesmo para os vegetais e legumes...



#4 think green first!
sabemos que temos de incluir legumes e vegetais na nossa alimentação e na nossa dieta por isso porque não começarmos a planear os nossos pratos por aí? Funciona exactamente como a roupa que vamos vestir, normalmente sabemos que queremos calçar aqueles sapatos e construímos o look todo em volta deles, o mesmo funciona com a comida. Comecem por pensar num vegetal ou legume e construam uma refeição à base disso, juntando a fonte de proteína e de hidratos que melhor combina com aquele vegetal ou legume. Vão ver que acaba por se tornar divertido e mais fácil ao longo do tempo. Além do mais, vamos experimentando vários sabores e conjugações diferentes.

#5 food diary
criem um diário de comida, pesquisem em blogs de cozinha saudável, comprem livros com receitas diferentes e que vos possam atrair. Hoje em dia há imensas coisas por onde podemos pegar e registem tudo o que gostariam de experimentar e o que pode ou não resultar consoante os vossos gostos pessoais. O facto de criarem um food diary e planearem as vossas refeições vai fazer com que a ida ao supermercado seja mais fácil, assim levam as receitas convosco e já sabem do que vão e não vão precisar, evitando custos extra e tentações. 

#6 gym time!
sim, emagrecer ser ir ao ginásio torna a coisa mais complicada. Para além de nos fazer bem ao corpo e à mente, assim que comecei a ir ao ginásio e a fazer tanto cardio como treino de máquinas e mais localizado comecei a perceber o tempo e o quanto me custava a perder um número determinado de calorias. Isto pode ajudar-vos a deixarem de consumir certos alimentos prejudiciais e que antes ingeriam em grandes quantidades. Para além do exercício físico nos ajudar a emagrecer, vai ajudar-vos a perceber o que não devem comer. 

#7 together it's better
certamente têm uma amiga, um namorado, um irmão, uma mãe ou um pai que precise também de perder peso ou de adoptar um estilo de vida mais saudável. Puxem por eles, criem um grupo de that's app e vão partilhando as vossas refeições, os vossos treinos diários e encontrem-se ao fim-de-semana para uma caminhada à beira rio, pela serra, uma volta de bicicleta. Optem por adoptar um estilo diferente, em vez dos típicos almoços que duram horas, porque não pegar na família e irem andar de bicicleta e depois acabarem num brunch bem saudável à beira-mar? Óptimas sugestões para mudarem e ganharem novos hábitos em família ou com os amigos. 

#8 os substitutos
as massas, o pão, o arroz, as pizzas, os hamburgueres e todas essas coisas deliciosas vão ter de ser comidas com moderação, mas como é que podemos resistir? Pode tornar-se muito difícil, no entanto é bem mais fácil do que parece. Há os chamados "substitutos" que enganam o estômago, por exemplo no caso do arroz podem usar couve-flor (aqui), no caso da massa podem usar os zoodles (aqui), no caso dos hamburgueres podem optar por hamburgueres de carnes magras feitas em casa e o "pão" usarem um cogumelo portobello  e no caso das pizzas, porque não optar por uma base de couve-flor? Há muitos substitutos que são igualmente deliciosos e que não vão dar por eles. Claro que podem comer tudo isto, com moderação, mas se optarmos por opções mais saudáveis, melhor ainda. Ficamos felizes e não "fizemos asneira".


São 8 dicas que são fundamentais e que podem ser muito úteis. Agora não há desculpas, vamos pô-las em prática?



Foi um dos quatro alimentos que mudaram a minha alimentação nos últimos tempos e que sem dúvida tem trazido imensos benefícios, é uma fruta rica em gorduras boas que o nosso organismo precisa e apesar de ser um alimento bastante calórico temos de pensar para além disso e pensar essencialmente a nível nutricional, um alimento muito rico em nutrientes e carregado de coisas boas.

É um óptimo amigo para a nossa visão, tem imensa vitamina E que ajuda a revitalizar a nossa pele e o cabelo, mantém o coração saudável, é um dos melhores aliados no combate ao colesterol e doenças cardiovasculares, é um alimento com imenso potássio, fibra que ajuda a melhorar a absorção de nutrientes e ajuda a perder peso - inibe o apetite e é anti-inflamatório. No que toca à pele, por conter vitaminas A, C e E faz com que a pele fique muito mais bonita e saudável Para além disto, podemos ainda fazer várias máscaras e tratamentos de beleza com abacate: pele e cabelo que precisem de hidratação e nutrição profunda, é um alimento perfeito para isso mesmo. 
 
Há inúmeras, inúmeras receitas com abacate! Mesmo! Seleccionei algumas, bem deliciosas que vos podem dar inspiração e ajudar a incluir esta super-fruta cheia de coisas boas na vossa alimentação. Aqui ficam as minhas sugestões.


the delicious bagel
A primeira sugestão que dou é uma óptima sugestão para um brunch ou uma refeição mais ligeira e combina três coisas de que gosto muito: bagels (com sementes, integrais ou normais), queijo para barrar com alho e ervas e abacate. Sim, faz mesmo crescer água na boca porque é de facto, delicioso! Para que ainda fique mais saboroso e mega estaladiço nada como torrar os bagels, pode ser na torradeira ou directamente numa frigideira, barramos o queijo de alho e ervas e colocamos umas fatias de acabate por cima, yummmm! 

the classic combo
Abacate e ovos, sim! É uma das combinações mais clássicas, seja em omeletes, ovos mexidos ou até mesmo em tostas, os ovos e o abacate são um dos dois pares perfeitos na cozinha - o outro conhecemos já de seguida. A sugestão para esta receita entra também como sugestão de pequeno-almoço: ovos mal cozidos numa fatia de pão com umas fatias de abacate trituradas com sumo de limão, fica absolutamente delicioso. Conseguem assim um pequeno-almoço equilibrado com hidratos de carbono, gorduras boas e proteínas. Classic! 


ceviche party
A segunda combinação já estavam a adivinhar não é? Pois é salmão & abacate! Provavelmente uma das combinações de que mais gosto na cozinha, é uma mistura rica em gorduras e em ómega3 e que é absolutamente deliciosa. Há pouco tempo aventurei-me na cozinha peruana e fiz o meu primeiro ceviche, a receita está por aqui pelo blog se quiserem experimentar é uma óptima opção para um almoço ou jantar e muito mais fácil e rápido de fazer do que pensava.

avocado pesto
É outra receita que uso muito e já partilhei até várias vezes no meu instagram (@jufcarreira) os meus Zoodles com este molho pesto de abacate que é absolutamente delicioso. Tudo o que precisam é de meio abacate, azeite, sumo de um limão, miolo de noz ou pinhões, sal e pimenta a gosto, trituram tudo e é só juntar à vossa massa ou aos vossos zoodles se quiserem "cortar" nos hidratos de carbono simples. 


baked eggs in avocado
Uma das receitas que tenho visto pelo mundo paleo e que é igualmente deliciosa, caso contrário não estaria por aqui, certo? Os ovos cozinhados em abacate que são super fáceis de fazer também e são super simples. Basta abrirem um abacate, retirarem o caroço e colocarem um ovo em cada metade, no lugar do caroço do abacate. Gosto de adicionar um pouco de pimenta e umas ervas aromáticas e deixo cozinhar no forno (220ºC) entre 15 a 20 minutos só para que as claras fiquem suficientemente consistentes, gosto deles mal cozidos no meio e a mistura da gema mal cozida com o abacate amolecido é deliciosa - sim para comermos mesmo assim à colherada! Yummmm

the contrast toast
Dispensa de apresentações não é? Aliás, a receita também já anda por aqui precisamente por ser uma das "tostas" com mais saídas cá em casa e uma das opções à qual recorremos sempre que queremos um brunch at home ou acordamos mais tarde, especialmente nas férias e aos fins-de-semana. Sumo de limão triturado com meio abacate, sal e pimenta barrado numa tosta de pão escuro e com fatias de salmão fumado por cima, parece-vos bem? 


make it salty & sweet!
Esta receita surge como sugestão de uma tosta mas pode perfeitamente ser feita sem qualquer fatia de pão, apenas como se fosse uma salada bitter-sweet. E porquê? Porque experimentem esta combinação: pêra fatiada com nozes, queijo gorgonzola, canela e um pouco de mel por cima. É absolutamente delicioso e pode ser uma óptima sugestão como uma base para uma salada ou quem sabe um snack a meio da tarde.

the simple fried eggs
Mais uma combinação deliciosa: ovos estrelados com fatias de abacate. Uma sugestão rápida, fácil e perfeita para um pequeno-almoço cheio de nutrientes: proteínas e gorduras boas! Não tem qualquer ciência, apenas dois ovos estrelados com umas fatias de abacate, mais ou menos maduro a escolha é vossa. Pode parecer estranho, mas não há nada como experimentarem.


the green smoothie
Ora pois tinha de vir um smoothie, claro que sim! Os smoothies verdes usam muito o abacate e de facto é um dos alimentos que ajuda a dar alguma consistência a estes "sumos" que tão bem nos fazem. Para além de serem ricos em vitaminas e minerais são uma forma super simples de recebermos um shot de coisas boas logo pela manhã. Haverá algo mais rápido do que juntar umas folhas de espinafres, meio abacate, umas fatias de ananás e um pouco de sumo de laranja numa liquidificadora? Super quick and easy! 

the avocado & feta salad
Por fim uma receita de uma salada bem leve e deliciosa agora para o verão, uma salada para o almoço que para mim funciona muito bem se for feita de manhã para dar tempo de ficar bem fresca até à hora H. Abacate cortado aos cubos, queijo feta e pepino tudo regado com sumo de um limão, sal, pimenta e ervas de provence. Ohhh verão vem rápido!


E pronto podia ficar aqui o resto do dia com imensas receitas e ideias óptimas com o abacate. Para já ficam 10, provavelmente as minhas 10 favoritas e em breve partilho mais algumas coisas boas e deliciosas convosco. Agora quero ver essas receitas no vosso instagram, não se esqueçam de colocar a #eatcleanwithskbs para irmos todas fazendo parte deste movimento e irmos tirando algumas ideias.

_
Ph. Pinterest


Decidir mudar, é o primeiro passo e o mais importante de todos. Mas e depois? What's next?

Tudo o resto vem por acréscimo, por que de facto tem de partir de nós, somos nós que temos de querer mudar, de lutar pelo nosso bem-estar e pela nossa saúde. No que toca aos hábitos alimentares, sabemos que nem sempre é fácil orientarmo-nos, até podemos comprar 54 livros com planos alimentares, mas a verdade é que se não formos orientados e acompanhados por um nutricionista, a probabilidade de voltarmos ao mesmo é muito grande. Sabemos que não devemos comer fritos, gorduras, doces com frequência, no entanto há muito mais para além disso e que devemos ter em conta. 

O nutricionista tem um papel muito importante, até porque é ele que vai tentar perceber o que gostamos e não gostamos de comer e vai incluir tudo isso no nosso plano. A verdade é que se torna tudo mais fácil quando continuamos a comer coisas de que gostamos, o truque está na quantidade e na frequência. Para além disto, já não é novidade por aqui que o nutricionista teve um papel muito importante na minha vida, fez com que conseguisse introduzir hábitos mais saudáveis no meu dia-a-dia e sem dúvida e o mais importante de tudo, não deixar de comer coisas de que gosto, além do mais não somos de ferro e, de vez em quando não resistimos. Na altura que decidi mudar o estilo de vida aprendi muita coisa sobre nutrição, percebi que misturas de alimentos é que posso e não posso fazer, aprendi a gerir quantidades, percebi quais os alimentos de sinal verde, amarelo e vermelho entre muitas outras coisas que acabaram por me manter motivada durante todo o processo e que faz de mim aquilo que sou hoje.


Actualmente há muitos nutricionistas e muito por onde escolher, e eu dou-vos 4 sugestões de 4 nutricionistas que aconselho

Na altura que decidi consultar um nutricionista, marquei na Clínica Europa, infelizmente o médico que me seguiu já não dá consultas lá, mas gostei muito de ser acompanhada por lá e sem dúvida que é um local que tenho aconselhado sempre e que algumas pessoas têm marcado consultas. Actualmente estou a ser seguida pelo Dr. André Matias que tem uma abordagem bem diferente e que pode ser mais radical para uma primeira abordagem, mas que é super eficaz e tem uma visão bem interessante e que tenho seguido e acompanhado ao longo dos últimos meses. Outra nutricionista que é muito querida é a Dra. Lilian Barros que, curiosamente, foi colega de faculdade do Dr.André Matias (como o mundo é pequeno!). A Lilian Barros é bem conhecida neste meio, não só pelo seu blog Santa Melancia mas também pelas suas publicações. Aconselho vivamente a que marquem uma consulta com ela, super simpática e vai sem dúvida traçar-vos um plano de acordo com os vossos gostos e estilos de vida, para que o processo se torne mais fácil.

Last but not least, não posso deixar de mencionar a Dra.Mónica do Hospital da Luz  isto porque é uma médica que conheci há uns meses quando marquei a primeira consulta de nutrição para a minha avó que decidiu mudar o estilo de vida - passou a saber comer bem, melhor e a fazer exercício físico adequado à sua idade e desde o início do ano até agora já perdeu quase 10kg! Estou super orgulhosa dela e sem dúvida que me deixa completamente babada. Keep going grandma!

Claro que a tudo isto se junta o exercício fisico que para além de ajudar na perda de peso, faz com que nos sintamos melhor e faz super bem à saúde. Começarmos a incluir exercício físico na nossa rotina é cada vez mais importante, não por uma questão de estética mas sim de saúde. E para que a motivação não se vá embora, aconselho um PT nos primeiros tempos ou que façam uma avaliação e peçam a um personal trainer para vos traçar um plano de treinos para que vejam resultados mais rápidos e eficazes. No Holmes Place por exemplo é exactamente isso que fazem assim que nos inscrevemos e nada melhor do que isso para ajudar a que nos mantenhamos focadas e motivadas nos nossos objectivos. O primeiro passo, e o mais difícil, já foi tomado por vocês: decidir mudar! 

... de alguém que sofre de SGN.

O que é a SGN? Pois é a Síndrome da Gula Nocturna. Sou uma pessoa que tem uma alimentação equilibrada como sabem, faço os meus disparates de vez em quando como toda a gente (até porque se não for assim como é que conseguimos ser realmente felizes?!), mas quando chega a meia noite, mesmo apesar de estar satisfeita do jantar e sem fome, tenho sempre aquela vontade de petiscar qualquer coisa, mesmo por gula... daí o nome da Síndrome da Gula Nocturna.

Pois bem, estive a petiscar o assunto.. ai desculpem! Pesquisar! Estive a pesquisar o assunto e pelos vistos existe mesmo uma Síndrome da Fome Nocturna - pelo menos aqui em casa somos dois: eu e o meu pai que sofremos do mesmo mal. O que é certo que acabo sempre por comer coisas saudáveis, também não ataco logo doces, mas a verdade é que a vontade de petiscar é muita e é uma coisa incontrolável, acaba por se tornar mesmo num vício. Alguém mais sofre deste síndrome? Já li que "tem cura" e por isso mesmo deixo aqui algumas dicas para pôr em prática precisamente para tentar remediar este meu ataque de meia-noite ao frigorifico.

deitar cedo
Nos dias de hoje é uma piada, temos 1 milhão de coisas para fazer e os dias não esticam, mas vá, vamos fazer um esforço até porque só nos faz bem dormirmos pelo menos 8 horas por dia. Se nos deitarmos cedo, a probabilidade desta gula de meia-noite aparecer é mais baixa... digo eu! 


dizer adeus às tentações
... e ter apenas coisas saudáveis no frigorifico. Esta é fácil, pelo menos para mim! O problema é que acabo sempre por atacar a fruta, ou não fosse eu uma viciada em fruta! Mas bem, se tivermos coisas saudáveis em casa, e não conseguirmos resistir, a asneira vai ser mais pequena não é? Fruta, iogurtes, vegetais, fiambre, gelatinas etc. 

evitar alimentos com elevado índice glicémico
... a partir das 18h mais ao menos, pois aumentam a fome ou vontade de petiscar. Mas que alimentos são estes então? Ora bem, são precisamente os alimentos que digerimos rápido como aqueles que não possuem tantas fibras. O nosso corpo transforma-os facilmente em açucares que se acumulam no nosso corpo e que podem gerar gordurinhas indesejadas. Este tipo de alimentos aumentam a insulina, o que faz com que se depositem facilmente na forma de gordura. 

Para quem não sabe, o índice glicémico mede a capacidade que os carbohidratos têm de aumentar o açúcar no sangue. Além do mais, a forma como os alimentos são preparados também têm influencia, quanto mais processados forem (amassados, cozinhados, triturados etc.) mais fibra perdem e consequentemente o seu índice glicémico será maior tendo em conta o alimento original. Encontrei um post que explica na perfeição esta história toda do Indice Glicémico e que nos pode ajudar a perceber um pouco melhor esta questão e que nos fala dos alimentos que podemos e devemos evitar a partir das 18h da tarde. 

evitar a cafeína...
ora aqui está provavelmente o meu problema, tenho bebido imenso chá verde que por sua vez contém elevados valores de cafeína. A cafeína aumenta a ansiedade e por sua vez a gula, o que faz com que o ataque de meia-noite seja mais provável, certo? E quem diz chá verde, diz qualquer outro alimento ou produto que contenha cafeína - café, bebidas energéticas etc.

mais água
às vezes nada como enganar o estômago para afastar a gula. No meu caso já bebo imensa água, acho que não vai ajudar, mas ajuda a afastar a sensação de fome durante o dia, foi uma das dicas que o meu nutricionista me deu logo na minha primeira consulta. Portanto já sabem, às vezes nada como um ou dois copos de água para evitarmos a gula de meia-noite.

escovar os dentes
Pode parecer estranho mas resulta comigo, principalmente depois do almoço que é quando me dá a vontade de comer fruta. E como ando a ingerir fruta fora das refeições ajuda muito, principalmente porque o sabor da pasta de dentes fica na boca depois de a escovarmos e não temos vontade de comer nada a seguir, precisamente por não sentirmos tão bem o sabor dos alimentos. 

mais desporto, menos preguiça
e o fim-de-semana passado foi exemplo disso para mim. Foi o fim-de-semana todo cheio de actividades, o exercício físico ajuda-nos a dormir melhor, ficamos mais cansadas e afastamos se quer a possibilidade de levantarmos o rabo da cama e irmos até à cozinha petiscar. Sem desculpas, além do mais sabemos que nos faz lindamente, só estamos a ser preguiçosas e com a quantidade de oferta de modalidades, de aulas e de ginásios que há hoje em dia, é mesmo pura preguiça. Dou-vos a sugestão do Holmes Place que tem sempre imensas aulas diferentes, divertidas e que motivam bastante, precisamente para pormos em pratica uma das resoluções de ano novo que tem sido adiada, não é meninas? Váááá...

distracções
... ler um livro, ver um filme, ver uma série. Não pensar na gula nem na vontade de petiscar, tentarmos distrairmo-nos, bebermos um ou dois copos de água e pensarmos que isto é psicológico. Ao fim de uns minutos já não nos lembramos. Aliás, temos de pensar na nossa meta e nos nossos objectivos e se queremos emagrecer, petiscar à noite pode ser uma barreira. 

__
ph. The Coveteur









De há um ano para cá que temos assistido a um boom enorme de marcas e de projectos portugueses, made in portugal que provam e comprovam o nosso espírito empreendedor. Na semana passada fui convidada pela ETIC para ir falar um pouco mais sobre o blog e onde dei também algumas dicas e sugestões de como podem trabalhar a parte mais visual, dicas essas que fui aprendendo ao longo dos tempos e com algumas profissionais. Confesso que me chegam alguns e-mails e mensagens com pedidos de dicas mais a nível visual e estético para fotografar campanhas, composição de objectos entre muitas outras sugestões, no entanto nem sempre tenho tempo para vos dar esse apoio e por isso mesmo hoje venho dar-vos algumas dicas e sugestões de como podem potencializar a vossa marca e como podem fazer com que cresça

#1 organização
a organização é sem dúvida o ponto-chave para tudo. Comecem por pensar no que querem trabalhar, quem é a vossa marca, quais os principais objectivos e em como gostariam que a marca fosse vista pelos clientes, pensem no posicionamento da mesma. Para quem se dirige, quando é que querem lançar as novas colecções e foquem-se num só tema. Quanto mais focado e direccionado, melhor. A melhor ferramenta para isto mesmo é uma agenda, uma moleskine ou outro caderno onde consigam ter tudo organizado, por temas, colecções ou até mesmo ideias soltas. 

#2 pesquisem, rascunhem
em revistas, em sites, em redes sociais. A parte da pesquisa é muito importante para treinarmos o nosso olho e o nosso sentido estético: cores, combinações, tipografia. A parte da pesquisa faz com que consigam reunir as inspirações necessárias para o que querem criar e ajuda-vos a manterem-se mais focadas e a não se dispersarem tanto. Alguns dos sites mais aconselhados são o pinterest, tumblr, behance e claro, as revistas!

#3 trabalhar com quem sabe
Por exemplo, se querem lançar a vossa marca de roupa e o que sabem fazer bem é desenhar e não sabem bem como é que a podem comunicar, porque não pedir ajuda a quem realmente sabe? Contratarmos alguém que se encarregue de tratar da parte toda de comunicação, da produção de moda e da parte de beleza, vai fazer com que o resultado saia muito melhor, além do mais é um investimento que fazemos mas que será feito com todo o profissionalismo e que nos vai saber aconselhar da melhor maneira. As questões que me chegam passam por "que conjugações escolher, que acessórios usar" ou "quais os locais e cenários onde podem fotografar as peças", onde é que posso arranjar bons profissionais para a produção da campanha, que tipo de coisas poderia fazer e algumas ideias e dicas. Para além disto, posteriormente é necessário tratarmos das redes sociais e de toda a comunicação da marca. Vamos apreender muito com a experiência de quem realmente sabe e o investimento vai ter um bom retorno ;) 

Actualmente em Portugal, sei que a Ana Paixão trabalha muito bem estas áreas e é das pessoas que vos posso mesmo aconselhar, a empresa dela já vez vários trabalhos para os mais variados fins, que podem ver no site dela ou na página do facebook. Para além disto ela consegue aconselhar-vos e dar-vos as dicas certas de acordo com os vossos gostos, é super simpática e aberta a sugestões, para além de ter uma visão que vai muito de encontro ao trabalho que faço por aqui. Se quiserem saber mais informações sobre preços ou outros detalhes podem fazê-lo através do e-mail stylebyanapaixão@gmail.com. 

Estas são algumas das dicas que vos podem ser úteis para que possam potencializar a vossa marca. 

... é o novo juicing

A verdade é que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do nosso dia-a-dia, não só porque é a refeição que nos vai dar combustível para arrancarmos o dia, mas também porque é a primeira refeição que o nosso organismo "recebe" depois de muitas horas sem comermos e por isso, vai absorver os nutrientes e receber melhor o que lhe formos dar. Esta é a refeição ideal para nos "portarmos bem" e com isto falo de repor vitaminas, minerais, fibras e todos os nutrientes que nem sempre conseguimos incluir no resto do dia. Á semelhança da moda dos sumos verdes, a tendência é o souping, que consiste em comermos sopa ao pequeno-almoço (claro que sem batata, sopas light cheias de legumes e verduras) e claro, uma fonte de proteína para ajudar a arrancar o nosso metabolismo. 

Pode parecer estranho começar o dia a comer uma sopa, mas na verdade é uma coisa que tenho incluido na minha dieta de há uns meses para cá e a verdade é que me sinto bem melhor. O facto de começar o dia com vitaminas e minerais vindos de legumes e verduras faz com que a pele fique mais brilhante, saudável e bonita. Dou-vos ainda 6 boas razões pelas quais devem incluir sopa na vossa rotina matinal.




#1 mais económicas
se repararmos bem, e compararmos com as frutas por exemplo, os vegetais são bem mais baratos e em vez de nos dedicarmos a um sumo de verde todos os dias, porque não incluirmos uma sopa de vez em quando? Ainda por cima agora que os dias ainda estão mais frios de manhã, sabe super bem.

#2 mais práticas
especialmente se estivermos com pressa, o que acontece 99.9% das vezes, basta fazermos uma panela XL de sopa no fim-de-semana que nos dê para a semana toda e guardarmos no frigorífico. Assim de manhã é só preciso aquecer e está pronto a comer, ou mesmo para quem não tem tempo, pode sempre levar numa taça e aquecer no trabalho por exemplo

#3 light & nutritiva
os vegetais estão cheios de fibras, minerais e vitaminas de que precisamos ao longo do dia, além do mais, ao contrário da fruta não contém tantos carbohidratos ou a frutose. Apesar de que, a fruta é super importante para uma dieta equilibrada, podemos fazer uma sopa com algumas frutas, há imensas receitas de combinações deliciosas (em breve partilho). Uma sopa ao pequeno-almoço vai deixar-nos sem fome e é uma refeição bem light - especialmente para aquelas pessoas que não gostam de comer logo de manhã, pode ser uma óptima opção. Um big plus ainda porque são bem fáceis de digerir, não nos vamos sentir pesadas logo de manhã nem inchadas e os vegetais estão carregados de fibras que nos ajudam a regular o transito intestinal, e se os ingerirmos de manhã, melhor ainda. O corpo está pronto a receber todas as coisas boas vindos deles.



#4 add a little crunchy on it!
uma das coisas que senti mais falta quando comecei a adoptar uma alimentação baseada na alimentação paleo, foram os cereais. No entanto é muito fácil de adaptarmos isso e com as sopas então é bem fácil, a verdade é que podemos enganar o estômago, o que eu mais sentia falta era de algo crocante e podemos perfeitamente adicionar uma colher de amêndoas laminadas na sopa, nozes ou outro fruto seco que seja rico em gorduras boas. Fica absolutamente delicioso.

#5 souping & super alimentos
outro big plus para a sopa, podemos, e devemos adicionar superalimentos à sopa. Um dos conselhos que o meu nutricionista me deu foi para acrescentar uma colher de sopa de sementes de cânhamo na sopa, são ricas em proteínas e ajudam a acelerar o metabolismo, além do mais o granulado destas sementes dá uma textura óptima à sopa. Para quem tem trânsito intestinal, as sementes de linhaça moída também podem ser adicionadas à sopa, spirulina para quem precisar de proteínas extra, entre muitas outras opções.

#6 detoxing
é uma óptima maneira de desintoxicarmos o nosso organismo, devido a todas as verduras, legumes e vegetais que contém. Além do mais, todos sabemos que comer sopa é super benéfico, porque não começar por comer de manhã? É quando o organismo vai absorver todos os nutrientes, e queremos que só absorva coisas boas, não é?

Experimentem incluir sopa na vossa rotina, se quiserem experimentem só durante 3 ou 4 dias comer sopa de manhã e vejam as diferenças no vosso organismo, na vossa pele e no vosso bem-estar. Se pensarem bem, faz todo o sentido e são só benefícios.

__
ph. GreenKitchenStories


No outro dia em conversa com uma amiga minha, estávamos a comentar em como é difícil perder aqueles últimos 3 ou 4 kgs que faltam para atingirmos o nosso peso ideal ou o peso desejado. Parece que são sempre os mais difíceis e na verdade, até são. Quando foi comigo por exemplo, lembro-me que os primeiros 10kg foram super rápidos, os 7kg seguintes demoraram um pouco mais tempo os 4 seguintes mais demorados ainda e os últimos 4kg então não se fala. E este processo é normal e mais demorado, por vezes devido a alguns factores que podem estar a atrapalhar o processo ou até mesmo coisas que estamos a fazer de forma errada. 

Reuni então uma lista de 10 razões e factores que podem estar a atrapalhar a perda de peso e que, acreditem ou não afectam o nosso metabolismo e todo este processo.

It's not a big deal, prometo! 

Apesar de ter dado imensas sugestões para o dia dos namorados este ano, sei que nem todas nós lidamos bem com este "tema". Sabemos também que não é só por aqui, pelo blog que tudo se enche de corações, chocolates e flores, o mês de Fevereiro,  é marcado pelo dia dos namorados e há pessoas que lidam melhor do que outras com o facto de estarem solteiras. Por isso mesmo, vou partilhar convosco 5 dicas de sobrevivência para solteiras a este dia "lamechas" e que é praticamente só mais uma desculpa para os casais irem jantar fora e estarem particularmente mais românticos e oferecerem presentes uns aos outros (podem sempre tirar algumas ideias e oferecerem um presente a vocês mesmas ihihihih!)

reúne as amigas
Provavelmente nem todas as tuas amigas estão casadas, com filhos ou têm namorado. Há sempre alguma amiga que está solteira e esta data é a data ideal para criarem uma tradição de amigas. Juntar as amigas, ir ao shopping, ao cinema ou jantar fora, ou então porque não aproveitar para fazerem um jantar em casa e fazerem maratona de Sex & The City! Um plano perfeito, nada como "rir" para esquecer. Além do mais, esta semana estrearam uma série de filmes giros que não vais querer perder.

evita as redes sociais
Se estás particularmente sensível e se lidas mal com o facto de estares solteira neste dia, que no fundo acaba por ser um dia igual aos outros, evita as redes sociais que vão ser inundadas com mensagens de amor e lamechas. 

me time!
Ainda por cima este ano calha num fim-de-semana, a desculpa perfeita para tirares algum tempo para ti! A melhor hora para ires às compras pode ser ao final da tarde/noite. Vai espreitar as novidades das tuas lojas favoritas, espreita os saldos, ainda podes encontrar bons achados. Vai ao cabeleireiro, marca uma massagem, arranja as unhas ou aproveita para limpares o quarto e organizares o teu armário. Mete música e tira um tempo para ti, toma um banho de espuma mais relaxante. Lê um livro, devora revistas e actualiza-te das tuas séries favoritas. 

aproveita para sair
Afinal de contas também é a noite dos solteiros. Sair à noite por exemplo, pode ser um bom plano! Até porque a probabilidade de encontrares solteiros nos bares e nas discotecas é bastante grande. Aproveita o dia dos namorados à tua maneira e faz o que mais gostas. Lá por não teres namorado, não é o fim do mundo ou é? 

namorado nem sempre é felicidade
Lembra-te daquela tua amiga que passa a vida a queixar-se do namorado ou em como estão sempre a discutir e como ela passa a vida a falar em como tem saudades de ser solteira. Nós mulheres nunca estamos contentes com nada, não é? Aproveita o facto de estares solteira! Não tens de estar dependente de ninguém nesta noite em especial. Aproveita as vantagens de seres independente.

__
Ph. The Coveteur



"A woman's lingerie says a lot about her"

E é tão verdade! É certo que todas nós temos complexos com o nosso corpo, gostávamos de ter o corpo de uma modelo da Victoria's Secret por exemplo ou daquela musa inspiradora que todas nós temos. Na verdade nem sempre é possível e até mesmo essas mesmas inspirações e musas, têm os seus complexos. Nunca estamos contentes com o que temos e isso afecta a nossa confiança, mas na verdade há pequenas coisas que podemos fazer para aumentar a nossa auto-estima e reduzir esses mesmos complexos. 

Tudo começa com a lingerie, até porque esta citação não foi escolhida ao acaso. Se andarmos sempre com lingerie básica e aborrecida, afecta na verdade aquilo que sentimos em relação ao nosso corpo. Podemos sempre optar por um soutien push up, ou soutien redutor no caso das mulheres com mais peito e no que toca a partes de baixo, optar por conjuntos sem costuras para não marcar algumas imperfeições. Hoje em dia são imensas as possibilidades e cada vez mais temos ao nosso dispor soluções para os nossos "problemas". 

Experimentem dar um up na vossa gaveta da roupa interior, certamente é algo que nem sempre sofre uma reviravolta e que merece, quase tanto quanto o closet. Invistam em peças mais sensuais, com rendas, em conjuntos de soutien e cuecas, em roupa de dormir. Experimentem vários cortes e vários formatos tanto de partes de baixo como de partes de cima e encontrem aquele que vos deixa mais confiantes. A partir daí já sabem que será essa a vossa "lingerie da auto-estima". Ah! E não deixem de usar no dia-a-dia, vão ver que faz toda a diferença e que se vão sentir mais confiantes.

Aceitam o desafio? 




... Dir-te-ei quem és! 

Desde Setembro de 2015 que a minha alimentação tem sofrido algumas mudanças. Cortar nos açúcares refinados, no glúten e na lactose. O primeiro passo já foi tomado há quase um ano, deixei de beber leite pois comecei a notar que sentia a barriga muito mais inchada e demorava muito tempo a fazer digestão do leite. Fiquei-me apenas pelos iogurtes, sendo que comecei a experimentar iogurtes sem lactose como os da MinusL


... que deves incluir na tua rotina!

MAIS ÁGUA
E porquê? Porque ao bebermos mais agua ajuda a eliminar as toxinas do nosso corpo e a hidratar a pele, para além disto o organismo funciona muito melhor e acabamos por acelerar o metabolismo. A diferença é notória, acreditem. Quando perdi peso foi uma das coisas que comecei a fazer e onde vi resultados praticamente imediatos: para além de desinchar a barriga e eliminar toxinas e retenções de líquidos, a pele ficou muito mais bonita e com aquele brilho saudável que todas queremos. It's a true story e tão fácil de seguir!

VEGETAIS AO PEQUENO-ALMOÇO
Pode soar estranho quando digo que uma das minhas opções de pequeno-almoço é uma sopa, sim! Mas se pensarmos bem, segue a mesma lógica das dietas detox e dos "sumos verdes" que incluem SEMPRE vegetais. Porque é que o pequeno-almoço é tão importante? Porque é a primeira refeição do dia e quando o nosso organismo está receptivo a absorver todos os nutrientes e por isso mesmo, queremos tirar o maior partido deles possível, certo? Um sumo verde de manhã com abacaxi, espinafres e sementes de chia pode ser uma óptima opção no verão, ou uma sopa quentinha no inverno sabe tão bem! 

O organismo absorve todas as vitaminas e nutrientes dos vegetais, as fibras que ajudam a regular o intestino e claro, o facto de recebermos tudo isto logo de manhã afecta a nossa pele: desintoxicada e cheia de vitaminas e minerais bons.

ÓLEO DE CÔCO 
Apesar do nome ser um pouco contraditório, o óleo de côco é bom sim e é obrigatório incluirmos na nossa rotina - tanto alimentar como de beleza. Experimentem cozinhar com óleo de côco, fica absolutamente delicioso e está cheio de benefícios para a saúde, a começar pelo facto de ser uma gordura boa, ajuda a emagrecer, mantém a saciedade por mais tempo, ajuda a combater infecções na pele, na cicatrizarão de feridas, ajuda a controlar o colesterol e ainda ao nível da beleza tem propriedades únicas no que toca a hidratação e fortalecimento do cabelo. Uma dica? Usar no corpo e no cabelo para hidratar em profundidade, há uma série de máscaras caseiras que podem fazer ou até mesmo usarem directamente no corpo e retirarem depois no banho, a pele fica super hidratada e o cabelo mais forte e nutrido. 

O óleo de côco pode ainda ser usado para branquear os dentes, juntam um pouco à vossa pasta de dentes e escovam, it's the perfect combo!

DORME MAIS 
Não é mentira para ninguém certo? Todas nós sabemos que temos de dormir mais e descansar, a nossa pele precisa de repouso: evitamos tragédias como papos nos olhos, olheiras, rugas e vincos na pele. Sem dúvida que uma noitecem dormida faz milagres e temos de admitir que isso, nós sabemos mas ainda não conseguimos cumprir com regularidade.

__
Ph NewPotato

São 12 resoluções para cada um 12 meses de 2016

Todos os meses vou partilhando convosco uma resolução diferente, desta maneira talvez a consiga seguir e manter-me fiel às "promessas de meia-noite" que fiz de 31 de Dezembro para 1 de Janeiro.

... voltamos à vida real! 

Hora da desintoxicação dos fritos, dos molhos, das gorduras e dos açúcares. É certo que sabe sempre bem e parece que nestes dias ficámos super indisciplinadas e só nos apetece é comer chocolates, doces e outras coisas para matar a gula. Por aqui já voltei à vida real, ao meu plano de alimentação à base de frutas, legumes, vegetais, carnes magras e super alimentos. 

Já andava para ir visitar o showroom da Be You Be Beautiful há anos luz. Ontem foi o dia, fui até ao Principe Real visitar a loja que é super cool! Se houvesse uma marca que fosse a minha cara, seria esta! Sem dúvida alguma! Não há uma única peça que desgoste ou que pense "não usaria". Tive oportunidade de conhecer a Patrícia e a sua simpatia é tão contagiante que me inspirou a escrever este post. A sua história de vida e a sua motivação para se dedicar a algo dela é sem dúvida algo que nos faz falta, precisamos de pessoas assim, empreendedoras e que lutam pelos seus sonhos. As peças podiam ser apenas peças de mais uma marca portuguesa, mas não, são peças que têm tudo para brilhar lá fora e para crescerem muito! E é com muito orgulho que vejo projectos como a Be You Be Beautiful crescerem desta forma, especialmente quando há pessoas como a Patrícia por detrás de tudo isto, o lema de vida e a forma de encarar a vida. 

E os últimos 3 meses têm sido a prova disso. Quem me conhece sabe que provavelmente nesta altura do ano que deixo de apanhar sol e de ir à praia etc, a minha cara estaria cheia de imperfeições, com poros bem dilatados, demasiada oleosidade na zona T, borbulhas etc. Ao longo dos últimos tempos temos adoptado uma alimentação bem mais cuidada aqui em casa e temos tido alguns cuidados extra no que toca aos alimentos que ingerimos.

O mês de Dezembro vem cheio de coisas boas, boas até de mais não é? Ehehehe. Nunca fui muito fã de bolos e doces de natal, tirando o bolo rei que é delicioso (e curiosamente um dos mais calóricos, mas adiante...) mas a juntar aos bolos de natal e a todas as festas vêm os chocolates, os bombons, as bolachas, as entradas e as sobremesas deliciosas, o chocolate quente que é tão apetecível nos dias mais frios... Enfim, uma série de gulodices que parece que nos caem aos pés nesta altura do ano e que estão por todo o lado.
Blogger Template Created by pipdig