06/03/2019

Um fim-de-semana em Veneza, o que tens de saber

Bem 2019 pode ser já considerado como o “ano dos clichés”. Depois de uma passagem de ano em Nova Iorque, chegou a vez de visitar Veneza na altura do Carnaval. Confesso que era algo que já queria fazer há algum tempo e este ano, foi a vez de juntar o presente de aniversário do Manel – a viagem a Veneza – com o timing certo!




Para quem está a planear visitar Veneza nos próximos tempos, há algumas coisas que devem saber. Deixo-vos com algumas dicas.

Voos
A verdade é que Veneza na altura do natal é bastante mais caro do que em outras alturas do ano. No nosso caso conseguimos voos a 180€ pela TAP com alguns meses de antecedência. Espreitámos alguns dos melhores sites para comparar voos como o edreams, o momondo e o skyscanner e acabámos por encontrar este voo pela TAP com um bom preço e num horário acessível – ir sexta-feira de manha e voltar no domingo à noite.  Outra dica que dou para quem gostava de passar mais tempo em italia é ficar uns dias em Roma, e apanhar o comboio para Veneza e depois daí voltar para Portugal. Também foi algo que fiz da primeira vez e que adorei – ficam a conhecer duas cidades íconicas de uma vez só.



Hotel
Em geral os hotéis em Veneza são todos muito semelhantes, com uma decoração clássica e com os preços que rondam todos mais o menos o mesmo. Ficámos hospedados no Hotel Carlton do Grand Canal achámos um hotel super acolhedor, embora não fosse super central, foi perfeito pois fez-nos explorar a cidade de Veneza a pé de outra forma – andámos de mapa a descobrir as ruas e ruelas para chegar a San Marco. Podem encontrar ainda alguns Bed & Breakfasts óptimos onde podem ficar hospedados ou alguns alojamentos locais caso prefiram. Se quiserem reservar através do booking, usem o meu código de desconto e têm direito a 15€.




Comida
Acho que não é preciso dizer muito sobre o tema, certo? Em itália não há maus restaurantes! Ou se há, é difícil encontrar! Em Veneza alguns dos melhores a que fomos e que aconselho foram o Rossopomodoro (bem perto da praça de São Marcos), o Dal Moro’s (para quem quer comer sentado ao pés das gôndolas, um conceito pasta to go muito bom e que tem muito sucesso por Veneza), a Osteria Zucca (uma das melhores de Veneza) e ainda para pizzas óptimas a Trattoria-Pizzeria All'Anfora.

Em Veneza para além das pastas e das pizzas, é muito comum encontrarem pratos de marisco. Acabam por ser uma “especialidade” e que é bastante comum encontrarem em osterias e restaurantes em Veneza.


Cidade
Veneza acaba por ser uma cidade pequena e que se vê em dois dias. Andámos sempre a pé pela cidade atravessando as várias zonas de Veneza, desde Castello, Cannaregio, Santa Croce e San Marco. Podem ainda optar pelos barcos de transporte público para andarem pelo Grande Canal e que vos levam para várias pontas da cidade. Mas a melhor forma de conhecerem Veneza é mesmo a pé. É uma cidade super labiríntica, cheia de ruas e ruelas e o desafio está aí, explorarem a cidade e descobrirem os melhores caminhos e conhecerem toda a envolvente da cidade.



SHARE:

1 comentário

Blogger Template Created by pipdig