25/02/2019

Mudar um estilo de vida

Acho que nunca se falou tanto num estilo de vida saudável como hoje em dia, desde a alimentação, ao exercício físico e aos hábitos de consumo. E ainda bem! Para quem me segue desde o início sabe que passei por um processo de mudança de estilo de vida radical mudando completamente os meus hábitos alimentares e o meu estilo de vida que com ajuda de um nutricionista, alimentação certa e exercício físico, fez com que conseguisse eliminar quase 25kg. Mas muito mais do que os kg, eliminei um estilo de vida que me fazia mal e prejudicava a minha saúde – fast food a toda a hora, refrigerantes, açúcares, emotional eating etc.





Sobre esse processo, já falei várias vezes aqui. O que me traz hoje a escrever sobre o tema vem como consequência da reportagem que a SIC transmitiu sobre a alimentação vegetariana e com a qual me identifico muito. Estes últimos anos tenho vindo a deixar por completo a carne, passando a comer apenas peixe e no último mês tenho feito uma alimentação praticamente vegetariana, sendo o objectivo será sim tornar-me vegetariana a longo prazo. Isto não só por uma questão de “dietas” ou modas, mas sim por ser o tipo de alimentação com a qual me identifico cada vez mais. Quando iniciei o processo de mudança de estilo de vida cortei por completo as carnes vermelhas, o que faz com que não coma carne vermelha há quase 10 anos. No meu caso, esta mudança deveu-se ao facto do meu organismo não conseguir digerir este tipo de carnes e por isso, cortei por completo. Com o passar do tempo, comecei a explorar algumas receitas 100% vegetarianas e agora posso dizer-vos que a minha alimentação é 90% baseada em fruta, vegetais, legumes e ovos. Os outros 10% incluem peixe ou muito raramente, carnes brancas.  Comecei a perceber que havia certos alimentos que o meu organismo não conseguia digerir ou responder tão bem e com a ajuda de uma nutricionista fui cortando aos poucos e substituindo por outro tipo de alimentos com os mesmos nutrientes.




Não quero com isto dizer que sou apologista de uma dieta vegetariana ou que devemos todos seguir o mesmo, até porque cada organismo é único e cada corpo tem necessidades diferentes. Aliás, é importante encontrar o equilibrio, tal como menciono aqui. No entanto, queria deixar-vos o meu testemunho de alguém que era a “louca dos bifes com batatas fritas, da fast food e dos refrigerantes” e que ao longo deste tempo aprendeu a ouvir o seu corpo e hoje em dia não sinto falta de nada disso. Aprendi a ouvir os sinais que o meu corpo me ia dando, perceber o que me fazia mal e a tentar encontrar soluções e outras alternativas e hoje em dia temos tantas igualmente deliciosas. E confesso que tem sido um desafio super giro, procurar alternativas, testar novas combinações e estar mais atenta a rótulos e pesquisar mais sobre os alimentos.

Tenho partilhado algumas das minhas receitas no instagram stories e têm-me pedido bastante para partilhar mais opções e por isso vou passar a partilhar algumas das receitas que vou inventando e testando para que possam também começar a experimentar opções vegetarianas na vossa alimentação.

__
ph via the coveteur

SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

Blogger Template Created by pipdig