04/05/2014

health # sobre a dieta

Este é um post que tem sido muito muito pedido. As leitoras que acompanham o blog desde o início acompanharam esta minha mudança, foram 25kg/26kg desde 2010 até 2012/2013. Não foi tarefa fácil e não houve qualquer tipo de intervenção cirúrgica, comprimidos milagrosos ou terapias, foi tudo uma questão de força de vontade, mudança de estilo de vida e duas consultas de nutricionista.

Para já começo por vos dizer que não existem comprimidos milagrosos, o milagre está em cada uma de nós, resta-nos mudar os nossos hábitos de vida, a nossa alimentação e a forma como encaramos o dia-a-dia, a comida e a nossa vida. Se querem viver por muitos mais anos, é o estilo de vida e a alimentação que têm de mudar, tudo começa por aí. Era muito gulosa, aliás, ainda sou confesso, mas sou gulosa por chocolates, não ligo a bolos nem a outro tipo de doces, o chocolate dá cabo de mim e faz com que trepa às paredes de tão bom que é (uma tablete Nestlé ou Milka, yummmmm). Sempre fui muito preguiçosa no que toca ao exercício físico e a minha alimentação não era a melhor, comia fritos, fast food, pipocas, chocolates de 300gr todos os dias (sim TODOS OS DIAS) e não mexia um dedo, preferia sempre escadas rolantes às escadas tradicionais, o elevador era o melhor amigo e bebia Coca-Cola como hoje em dia bebo água. 

Mudou muita coisa e aprendi a comer, aprendi a conjugar alimentos e aprendi a gostar de salada, de legumes e de vegetais (hoje em dia vivo à base de comida vegetariana e cortei nas carnes vermelhas). E esta mudança porquê? Primeiro porque com a doença que a minha mãe teve, mudámos todos a alimentação cá em casa, carnes vermelhas então não toco há 4 anos (sim sim, um bom bife de vaca por exemplo, um hamburguer.. nada disso), depois porque tinha mesmo de ser, tinha 19 anos e não mexia o rabo, subir 3 escadas deixava-me KO e o meu pai alertou-me para o meu peso. Comecei a ganhar força de vontade aos poucos, a motivação foi aparecendo à medida que ia perdendo peso. 

Comecei a frequentar o ginásio e perceber o quanto me custava perder o equivalente a uma Coca-Cola ou a um Hamburguer do McDonald's. Comecei a trocar os refrigerantes por água e aos poucos fui-me habituando a beber cerca de 2 a 3l de água por dia - o truque é andar sempre com o cantil atrás para nos lembrarmos que temos de o acabar e de voltar a encher. Fui a um nutricionista que me ensinou a comer, que me pesou e que me disse qual o meu peso ideal, o que devia fazer para lá chegar e sem qualquer tipo de comprimidos, mudando apenas a minha alimentação. Passei a comer de 3h em 3h no máximo, pequenas quantidades de comida para evitar a fome e a verdade é que nunca a senti. No início achava que ia ingerir imensas calorias e que não ia dar resultado, no entanto o nutricionista estava certo e a prova disso estava na balança, semana após semana. 

A motivação foi aparecendo através desses números na balança e na cintura (sim, todas as semanas media a zona abdominal para perceber também que estava a perder gordura abdominal). Não há dietas milagrosas, é mesmo uma mudança de estilo de vida, a motivação tem de aparecer aos poucos e nada melhor do que termos uma amiga que nos apoie e nos lembre sempre porque estamos a fazer aquilo. Se estão a fazer ou a pensar em fazer dieta, pensem sempre que é por vocês e pela vossa saúde.

Hoje em dia como chocolates, como lascas (que amo de paixão), como pizzas, mas sempre com moderação e aprendi que posso comer tudo isto, não preciso de comer 300gr de chocolate num dia, nem preciso de comer 3kg de lascas à refeição ou uma pizza cheia de gorduras. Aprendi a juntar os vegetais na minha refeição, a cumprir sempre a regra da salada ou dos legumes em todas as refeições e à noite como sempre um prato de sopa e fruta. De manhã, ninguém me tira os meus Corn Flakes, adoro e tomo com leite ou com iogurte, às vezes junto fruta natural ou um sumo. Não se esqueçam ainda de que as proteínas são muito importantes e apesar de pratos vegetarianos, temos de ir buscar as proteínas da carne ou do peixe a algum lado. Outra coisa que me fez emagrecer, foi aprender a gerir as doses, especialmente de hidratos de carbono.

Hoje em dia mantenho-me em forma, aposto imenso no Holmes Place, adoro frequentar o ginásio, especialmente as aulas de grupo que são sempre divertidas e há ainda a possibilidade de sermos acompanhadas por um nutricionista. Como um pouco de tudo, sei que o Holmes Place me ajuda depois a queimar essas calorias, há dias que cometo extravagâncias, mas sem nos deliciarmos com pequenas coisas de vez em quando, a vida não tinha graça, certo? Além do mais, muitas de vocês me perguntam como é que me mantenho motivada.. é fácil, são os nossos objectivos e é algo que temos de lutar para conseguirmos. Escolhi ter uma vida mais saudável, encontrei ainda o sítio ideal para o manter e para continuar a manter-me sempre motivada no ginásio. É aprender a viver e a mudarmos os nossos hábitos, é mais fácil do que pensam, acreditem.

O resto vem por acrescento, estamos em constante aprendizagem, mudei os meus hábitos alimentares e o meu estilo de vida e não me arrependo de nada. Nos primeiros tempos é complicado sim, mas depois acabamos por assimilar tudo e adoptarmos um estilo de vida diferente. A motivação ganha-se, cada dia é uma vitória, cada escolha que fazemos e é a isso que nos temos de agarrar para conseguirmos seguir em frente.

Não falo muito no plano que o nutricionista me passou porque é algo que é adaptado a cada uma de nós, na consulta ele vai querer saber como é o vosso dia-a-dia, do que gostam de comer e do que não gostam e traçar-vos um plano onde não deixam de comer o que gostam, apenas mais moderadamente e aprendem a saber comer. Hoje estou muito contente com o peso que tenho e com o corpo que tenho, sinto-me mais saudável e acima de tudo melhor de saúde. Força nisso, inspirem-se! No que puder ajudar, estou aqui!
SHARE:

14 comentários

  1. Ficaste muito bem :) E ter um rosto bonito ajuda! ;-) bj

    ResponderEliminar
  2. Olá Joana,
    Nunca comentei o blog, mas gosto sempre muito dos teus posts, e agora depois de ler este achei que tinha de comentar! Nunca fiz uma dieta do género, mas assisti de perto à que o meu irmão fez e sei que custa. Acima de tudo, é preciso uma grande força de vontade e não desistir.
    Muitos parabéns, ficaste muito bem!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Muitos Parabéns por toda a força de vontade e coragem! Foi uma mudança radical :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Eu já sabia que tinhas emagrecido mas n tinha visto nenhuma foto do antes!
    És uma guerreira! <3

    Por aqui já foram 30kg e só com ajuda da alimentação e mt gym em cima ^^

    ResponderEliminar
  5. Parabéns Joana :) nunca te tinha imagina assim com mais uns kilitos a mais e isso mostra que com a tua força de vontade conseguiste atingir o teu objectivo! És uma grande mulher...acredita que ainda fiquei a gostar ainda mais de ti! Que o teu testemunho seja um exemplo/incentivo para muitas meninas que também o querem fazer! Mais uma vez muitos parabéns e continua assim determinada :)
    1 beijinho mt grande***

    ResponderEliminar
  6. Olá Joana,

    Ando a travar a mm luta há cerca de 4 meses e já lá vão 15 kg... tb sem comprimidos milagrosos!! Apenas ginásio, 3l água por dia e acompanhamento quinzenal com uma nutricionista!!!
    Já tentei de tudo... mas desta é de vez!!! Estou a meio caminho e espero chegar lá, leve o tempo que levar...

    Obrigada pela inspiração :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá! Sou seguidora do blog da Joana à pouco tempo, mas desde que o descobri visito-o todos os dias, pois gosto bastante dos seus post's :) Já tinha percebido que tinha emagrecido bastante e andava curiosa para ver o antes! Finalmente o post chegou... :) Só tenho de a felicitar.... Muitos parabéns pela força que teve e que continua a ter! Custa... mas o resultado final compensa!!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Assim que vi este post, li umas 20 vezes! Adorei o teu testemunho, visto que eu passei igual, ou melhor ainda passo! Depois de quase 4 anos em dieta constante, sinto que não consigo mais, faltam-me 8 kgs para atingir o maior objectivo, mas a força de vontade já não tenho nenhuma. Foi sem dúvida, um post inspirador! Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Parabéns Joana! É incrível a diferença... :) Eu tenho sorte que a genetica ate agora tem sido boa para mim, mas preciso de começar a cuidar de mim, a sério!

    ResponderEliminar
  10. Nem conhecia o blog (shame on me), encontrei-o através da Xana e já estou fã.
    Obrigada pelo testemunho. Foi muito importante le-lo, ver que muitas pessoas que vemos na rua, lindas e elegantes também se esforçaram para tal. Eu só quero perder 8kg e digo "só", porque me sinto até ridicula, é tão pouco a comparar com quem luta tanto para perder muito mais.

    Deste-me muita força e motivação para seguir em frente. Obrigada mais uma vez

    ResponderEliminar
  11. Olá! Não sei se já nos cruzamos nos corredores do Holmes Place (ando no Arrábida). No entanto sempre associei a felicidade e a boa disposição a ter uns kilinhos a mais e o fitness uma obsessão. Afinal o que importa é que a pessoa se sinta bem com o seu corpo e sofra pouco. Com esta forma de pensar e com a vida sedentária que tenho devido à profissão, com o passar dos anos (e tenho 44) o peso foi aumentando, os níveis de colesterol e outros foram-se deteriorando e as tensões descontrolaram-se. Passei a ser um doente cronico agarrado a medicação diária para a hipertensão. Em Outubro de 2013 era um pre obeso que a olhar para as fotos das ultimas férias gostei de tudo menos daquela pessoa que ali aparecia. Aproveitei por curiosidade a semana que a MEO me disponibilizou para frequentar o HP. Achava que ia apenas o 1º dia e que me ia fartar, mas acabei por ir todos os dias e terminado esse período inscrevi logo toda a família no HP. Sinto-me um privilegiado por poder frequentar um sitio como este pois não é barato mas agora sinto falta em não ir queimar calorias na hidroginástica, no RPM ou na passadeira. A família acorda mais cedo ao domingo para fazer caminhadas. E aos poucos, sem cortar drasticamente na alimentação começo a ver formas no meu corpo, e a receber elogios dos amigos e familiares por estar mais magro (cerca de 6 kgs em 6 meses) e até do médico cuja ultima consulta viu o colesterol dentro dos níveis aceitáveis e a perda de peso. O próximo objetivo é deixar a medicação diária, para mim foi um choque ter de a tomar pois fez-me sentir velho, coisa que de cabeça não sou. Sei que tudo vai de assumirmos outras atitudes alterar hábitos alimentares e aceitarmos que se perdermos apenas meio kg por mês ao fim de um ano são 6 kgs. E isso nota-se!

    ResponderEliminar
  12. Já sigo o teu blog desde essa altura e dou-te os meus sinceros Parabens. =) És a prova de que quando se quer algo, consegue-se, com muito esforço e dedicação. Não sou a favor de dietas em que as pessoas se "encharcam" em suplementos e comprimidos estranhos e embora acredite que um suplemento quando bem aconselhado por um profissional de saúde pode ajudar no processo, o mais importante é sem dúvida a alimentação e o exercício físico. Acho que finalmente as pessoas estão a começar a valorizar um estilo de vida saudável e isso é determinante.
    Mais uma vez Parabéns Joana =) Admiro a tua força de vontade.
    Beijinho
    Rita*

    ResponderEliminar
  13. Muitos Parabéns! És um exemplo a seguir! ;) *beijinho Cris do La Coquette Misérable

    ResponderEliminar
  14. Joana,
    Muitos Parabéns!
    Não sou de comentar blogs, mas acho que mereces um feedback de quem "te lê".
    Nunca diria que já foste gordinha. Parece mesmo que tens uma estrutura fina...obrigada pela motivação!
    beijinhos

    ResponderEliminar

Blogger Template Created by pipdig